O que é bootstrapping? Definição, histórico, características e estágios


Quando um negócio começa do zero, sem ajuda financeira externa, a não ser a verba do próprio fundador, tem-se uma situação de bootstrapping. Ou seja, bootstrapping é uma empresa que começou com poucos recursos, sem auxílio externo. 

O bootstrapping passa por dois estágios diferentes. Dessa maneira, o primeiro estágio é o investimento inicial do fundador e o segundo é o começo do crescimento orgânico da empresa. 

No entanto, o empreendedor que opta por começar a empresa assim, precisa estar preparado para enfrentar diversos desafios. Afinal, apesar de possuir algumas vantagens, crescer uma empresa com poucos recursos financeiros é desafiador. 

O que é bootstrapping

O termo bootstrapping se refere ao começo de uma empresa sem investidores. Em outras palavras, a empresa começa com recursos limitados, geralmente com o dinheiro do próprio fundador da empresa. Nesse caso, os empreendedores são chamados de bootstrappers.

Implantando marketing

Portanto, podemos definir bootstrapping como a modalidade de abertura de negócio sem o apoio de investidores, somente com o pouco dinheiro investido pelo fundador da empresa. 

Histórico

Apesar de parecer bem moderno, o termo bootstrapping é proveniente da década de 1880. Contudo, quando surgiu, na Inglaterra, ele servia para designar um acessório para calçar botas.

Dessa maneira, as botas de cano longo possuíam uma alça em sua parte superior. Essa alça se chamava bootstrap, e servia para ajudar a calçar a bota. 

Com o decorrer do tempo, surgiu o ditado popular “pull oneself up by one’s bootstraps”, que traduzindo seria algo como “puxar para cima pelas próprias botas”. Essa expressão era usada quando se tinha uma tarefa quase impossível. 

Suplari

Entretanto, como a língua é dinâmica e evolui, com os anos o ditado foi adquirindo novos significados. Desse modo, na década de 1920, o termo era usado para se referir à melhorar a si mesmo, sem a ajuda de outras pessoas. 

Mas as mudanças de interpretação não pararam por aí. Atualmente, o termo bootstrapping é usado na administração para se referir à empresas que começam completamente do zero. Uma curiosidade é que cerca de 80% das startups começam assim, como bootstrappings. 

Características do bootstrapping

Algumas características são inerentes as empresas que nasceram por meio de bootstrapping. Primeiramente, a empresa é focada em gerar lucro, por isso, geralmente, elas desenvolvem um produto com boa margem de lucratividade para começar o negócio. 

Outra característica é que a empresa cresce organicamente. Isso significa que o crescimento é a longo prazo, com a receita gerada sendo reinvestida no negócio.

Dessa forma, é fundamental encontrar clientes leais que irão consumir os produtos da empresa todos os meses, gerando sempre receita. 

O que é bootstrapping? Definição, histórico, características e estágios

Lexington

Já como características dos bootstrappers, podemos citar o fato de que eles, normalmente, sabem fazer de tudo um pouco, desde contratar profissionais, até cuidar de diversos setores na empresa. 

Além disso, os bootstrappers estão dispostos a arriscar o dinheiro que possuem para se dedicar ao negócio. Por fim, os bootstrappers também são conhecidos pela criatividade e capacidade de adotar um estilo de vida simples até que a empresa se torne lucrativa.  

Estágios do bootstrapping

Em relação ao crescimento de uma empresa aberta por meio de bootstrapping, podemos dividir em dois estágios:

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

1º estágio: A primeira etapa do bootstrapping, é chamado de dinheiro semente. Em síntese, essa etapa consiste na atitude do fundador de juntar as economias para começar o negócio. 

Além das próprias economias, essa verba inicial pode ser resultante de outra profissão ou negócio do fundador. Ou seja, nesse caso, o bootstrapper mantém emprego, por exemplo, e paralelamente cuida do novo negócio. 

O que é bootstrapping? Definição, histórico, características e estágios

Jc concursos

2º estágio: No segundo estágio a empresa já consegue gerar receita por meio dos novos clientes. Dessa forma, o dinheiro proveniente dos clientes é reinvestido no negócio para que ele possa crescer. 

As empresas que nascem com bootstrapping possuem crescimento orgânico. Isso porque, a empresa nasce com o dinheiro do dono e cresce com o dinheiro dos clientes. Justamente por ser orgânico, o crescimento da empresa é mais lento do que se tivesse o apoio de grandes investidores. 

No entanto, o crescimento de uma empresa com bootstrapping é sim possível. Algumas marcas de sucesso como eBay, Oracle, Cisco e Microsoft, são exemplos disso. 

Vantagens X desvantagens

Uma vantagem de começar uma empresa por meio de bootstrapping é o controle total por parte do fundador. Essa é uma característica positiva porque possibilita ao bootstrapper realizar experimentos com a marca e tomar sozinho todas as decisões. 

Outra vantagem é que o bootstrapper pode focar no desenvolvimento do serviço ou produto oferecido. Sendo assim, ele não precisa perder tempo buscando investidores e realizando capitalização. 

Jornal do empreendedor

Por outro lado, o bootstrapping deixa toda a responsabilidade financeira para o fundador. Portanto, caso a empresa não funcione, as finanças pessoais do fundador podem ser prejudicadas. 

Outra desvantagem se refere aos recursos limitados. Com pouco dinheiro disponível, pode ser que a qualidade dos produtos, ou o crescimento do negócio sejam prejudicados. Além disso, a contratação de profissionais e o desenvolvimento do marketing da empresa pode ser impossibilitadas por falta de recursos. 

Por fim, o bootstrapping pode ainda atrapalhar na credibilidade da empresa. Isso porque empresas que já nascem com apoio de investidores respeitados normalmente conseguem maior visibilidade e credibilidade no mercado. 

Como fazer bootstrapping

Para abrir uma empresa por meio de bootstrapping, o empreendedor deve primeiramente validar a sua ideia de negócio. Ou seja, ele deve saber claramente qual a solução a empresa vai oferecer. Para isso, é fundamental conhecer o público alvo e fazer um plano de negócios. 

Também é preciso ser criativo e buscar formas de reduzir os custos de operação da empresa, afinal, estamos falando de um negócio com recursos limitados. Sendo que, inicialmente, o dinheiro que entrar na empresa deve ser reinvestido.

IEBS

Por fim, é importante nunca deixar de ir atrás de conhecimento. Saber administrar um negócio de forma inteligente é determinante para o crescimento da empresa.

E aí, gostou de conhecer sobre o funcionamento do bootstrapping? Então, aproveite também para conhecer sobre o termo Recessão, o que é? Definição, causas e conceito de recessão técnica

Fontes: Abstartups, Analista modelos de negócios e Evolvemvp

Imagens: Suplari, Implantando marketing, Minutes, Lexington, IEBS, Jc concursos e Jornal do empreendedor

Conte-nos a sua opinião...