Investidores iniciantes – 5 passos para investir e opções de aplicações


Investir é uma maneira de fazer o seu dinheiro trabalhar por você. Porém, alguns passos devem ser seguidos pelos investidores iniciantes, afinal, o intuito é que você tenha rentabilidade, e não frustração. 

Dessa forma, é apenas realizando aplicações mensais que o dinheiro irá se multiplicar através dos juros compostos. Os juros compostos são os melhores amigos de quem está começando a investir, já que ele é um multiplicador de dinheiro. 

As aplicações recomendadas para os investidores iniciantes são os ativos de renda fixa. Isso porque, além de apresentarem riscos menores, estes ativos também são mais previsíveis. Ou seja, investindo em renda fixa você vai adquirir experiência e, posteriormente, poderá adentrar o mundo da renda variável. 

Investidores iniciantes

The cap

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Caminho para investidores iniciantes

Começar a investir é uma decisão importante. Sendo assim, existem meios viáveis para que o caminho se torne mais rentável, como:

1- Educação financeira

A educação financeira é o primeiro passo para os investidores iniciantes evitarem frustrações. Entender como funciona o mundo das finanças e quais são as possibilidades de aplicações, é uma forma de evitar investimentos ruins ou pior, perder de dinheiro.  

Para aprender sobre investimentos você pode procurar em sites, canais no YouTube e é claro, livros. Os livros, em especial, são muito importantes nesse processo, pois são uma fonte inesgotável de conhecimento. Algumas indicações literárias são:

Antifrágil de Nassim Nicholas Taleb: Esse livro fala sobre se fortalecer e crescer por meio dos conflitos da vida. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Guia bolso

Investidores Conservadores Dormem Tranquilos de Philip Fisher: Com linguagem acessível, esse livro explica tudo sobre o mundo das ações para quem está começando a investir. 

Os Segredos da Mente Milionária de T. Harv Eker: Esse livro é fundamental para quem quer mudar o seu modo de pensar sobre o dinheiro. 

Investidor Inteligente de Benjamin Graham: Para finalizar, não podia faltar o livro que é uma espécie de manual para investir em ações. A obra ensina como ser racional no mercado de ações e tomar boas decisões com base em análises.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

2- Organização Financeira

O segundo passo antes de começar a investir é organizar sua vida financeira. Para isso, faça as contas de quanto você ganha e o quanto da sua renda é destinado aos gastos fixos e variáveis.

Nesse processo, é interessante cortar gastos supérfluos e quitar as dívidas, assim sobra mais dinheiro para investir. Aproveite e entenda também qual o seu perfil de investidor. Eles são basicamente três tipos:

Investidores iniciantes

Paulo Roberto Leardi

Conservador: prefere investimentos de baixo risco. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Moderado: Gosta de possuir investimentos de baixo risco e alguns mais arriscados. 

Agressivo / Arrojado: Prioriza a rentabilidade, mesmo que precise correr altos riscos.  

3- Reserva de Emergência para investidores iniciantes

Apesar de ser um investimento, a reserva de emergência se enquadra em uma categoria diferenciada. Isso porque, a sua intenção não é exatamente formar um patrimônio, mas sim ser um dinheiro que você poderá usar exclusivamente em casos de emergência. 

Investidores iniciantes

Exame

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Essa reserva é muito importante para as pessoas que estão começando a investir, pois ela garante que, em caso de imprevisto, você tenha de onde retirar o dinheiro.

Ou seja, você não precisará recorrer às aplicações que estão formando o seu patrimônio a longo prazo, pois já terá um dinheiro destinado aos imprevistos. 

4- Começar a investir

Depois de seguir os passos anteriores é hora de começar de fato a investir. Falta de dinheiro não pode ser uma desculpa nesse momento.

Afinal, existem diversos tipos de ativos que possuem um valor baixo de investimento. O que você precisa fazer é avaliar quais aplicações se encaixam no seu orçamento. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Investidores iniciantes

Diário de um investidor

Por fim, depois que você decidir qual o investimento se encaixa com você, basta escolher uma corretora. Para isso, leve em consideração as taxas cobradas, a qualidade do serviço e da plataforma. A maioria das corretoras oferece investimentos em renda fixa com taxa zero.

Após escolher a corretora, abra a conta. Normalmente, a abertura é gratuita e rápida. Então, faça uma transferência para a sua conta na corretora e comece a investir.

5- Longo Prazo

Investir não vai te tornar rico da noite para o dia. É preciso de tempo para deixar o dinheiro trabalhar. Em investimentos de renda fixa, como juros compostos, a ação do tempo é fundamental. Isso porque, com o juros compostos, o investimento rende juros sobre juros.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Edificart

Em resumo, quanto mais tempo o dinheiro ficar investido, mais ele vai render. Portanto, pense a longo prazo e tenha paciência. 

Opções para investidores iniciantes

A renda fixa é a mais indicada para quem está começando a investir. Ela é uma modalidade de investimento em que as regras de rendimentos estão definidas na hora da aplicação.

Desse modo, o investidor já consegue saber quando terá o dinheiro de volta e uma noção do quanto de juros ele irá render. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Outro detalhe é que, ao investir em renda fixa, você está emprestando o seu dinheiro para alguma instituição, que depois o devolve com juros.

Investidores iniciantes

Valor investe

Alguns investimentos em renda fixa são:

1- Tesouro Direto

Normalmente, é o escolhido pelos investidores iniciantes, já que é o mais seguro e o valor mínimo de investimento é bem baixo. No tesouro direto, o dinheiro é emprestado para o Tesouro Nacional, por isso ele considerado é tão seguro. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

2- Certificado de Depósito Bancário (CDB)

Os CDBs são emitidos por bancos que pegam o dinheiro emprestado dos investidores e depois emprestam o montante para os clientes.

Ao emprestar esse dinheiro para os clientes, o banco cobra uma alta taxa de juros, que vai servir tanto para remunerar os investidores pelos CDBs quanto como lucro para a própria instituição.

André Bona

3- Letra de Crédito Imobiliário e do Agronegócio (LCI e LCA)

Também são emitidos pelos bancos, porém, é destinado exclusivamente ao setor imobiliário ou do agronegócio. O grande atrativo desse investimento é a isenção do imposto de renda.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

3- Debêntures para investidores iniciantes

As debêntures são emitidas por empresas que precisam de recursos para financiar seus projetos. Dessa forma, ao invés de pegar empréstimos bancários que cobram juros muito altos, elas preferem emitir as debêntures e pegar o dinheiro emprestado com os investidores. 

E aí, curtiu aprender o passo a passo para investir e está pronto para começar? Então veja o vídeo de Raul Sena e descubra quais erros não cometer:

Enfim, agora que você já sabe o que os investidores iniciantes devem ou não fazer, entenda como funcionam os Impostos sobre investimentos – Principais tipos e como são cobrados

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Fontes: Infomoney, HC investimentos, Finanças Pessoais e Rico

Imagens: The cap, Diário de um investidor, Investificar, Paulo Roberto Leardi, Exame, Edificart, Valor investe, André Bona e Guia bolso


Conte-nos a sua opinião...