Padrão Monetário, o que é? História e moedas brasileiras

O padrão monetário brasileiro começa com Real e chega até nossos dias de novo com o real, a moeda brasileira passou por 9 mudanças.

8 de outubro de 2021 - por Pedro Guimarães


A princípio, para entender o conceito de padrão monetário ao nível internacional, é preciso compreender algumas fases do sistema monetário. Portanto, um dos mais importantes sistemas monetários internacionais foi o sistema Bretton Woods de gerenciamento econômico internacional.

Basicamente, este sistema se estabeleceu em 1944 entre os países mais desenvolvidos do mundo. No entanto, esta ordem, ou sistema, teve o objetivo de governar as relações monetárias entre nações independentes.

Contudo, este sistema durou até 1971 quando os EUA acabaram com a convertibilidade do dólar em ouro. Isso transformou o dólar em uma moeda fiduciária. Neste sentido, ela se tornou um padrão monetário mundial.

Porém, atualmente, autores como Eichengreen (2009), Fiori (2004) e Bibow (2010) vislumbram a possibilidade de o dólar deixar de exercer o papel de padrão monetário internacional.

Em tese, a grande emissão da dívida pública americana é um dos fatores dessa estimativa de desvalorização futura do dólar. Neste sentido, para os próximos anos, existe uma clara ascensão do Euro e do yuan (moeda chinesa).

História do padrão monetário brasileiro

Padrão Monetário, O que é? Atualidades, história e moedas brasileiras

Brainly

De forma curiosa, o padrão monetário brasileiro começa com real, que permanece até os dias atuais. Basicamente, a moeda brasileira passou por 9 mudanças e contou com três versões do cruzeiro. A propósito,  o nome real se originou na moeda lusitana a partir de 1568.

Contudo, foi mais conhecida a sua divisão “Réis”. No entanto, utilizou-se muitas formas de valores de troca no período colonial, como prata na América espanhola e florins trazidos pelos holandeses.

Assim, durante a história brasileira, houve algumas tentativas de padronização de moeda. Portanto, em 1694 em salvador se estabeleceu a primeira casa da moeda que depois foi para o Rio de Janeiro e Pernambuco.

Réis ou real

Padrão Monetário, O que é? Atualidades, história e moedas brasileiras

Completei

A princípio, dentro do padrão monetário, a utilização dos réis vigorou em um amplo período que foi desde a colonização até 1942, quando foi substituído pelo cruzeiro.

A propósito, a proporcionalidade era de 1 cruzeiro para mil réis. Porém, a unidade dos réis não era fracionável, por isso se usava o termo no plural “réis”.

No entanto, vale lembrar que a expressão conto de réis se referia a um milhão de réis, adotada também em Portugal. Contudo, para se ter uma ideia de valor, um conto de réis equivalia a 1,4 quilogramas de ouro.

Nomes emitidos pela moeda réis:

  • Tostão – 80 réis (período colonial e imperial); 100 réis (1917-1932);
  • Pataca – 320 réis;
  • Cruzado – 400/480 réis;
  • Patacão – 960 réis;
  • Dobra – 12,800 réis;
  • Dobrão – 20.000 réis.

Cruzeiro

Padrão Monetário, O que é? Atualidades, história e moedas brasileiras

Quero Bolsa

Basicamente, o padrão monetário cruzeiro vigorou entre 1942 a 1967; 1970 a 1986; 1990 a 1993. Contudo, a sua primeira adoção foi em 1942, período do estado novo, com o propósito de uniformizar o dinheiro em circulação.

No entanto, vale lembrar que o nome Cruzeiro foi sugerido pelo senador Américo Lobo Leite Pereira. Assim, este nome foi sugerido quando ele apresentou um projeto de reforma monetária para o Brasil, durante o seu mandato em três anos, entre 1890 e 1893.

A propósito, em relação aos réis, 1 cruzeiro equivalia a mil réis. Posteriormente,  o cruzeiro passou por uma reforma no Governo Castelo branco, substituído pelo cruzeiro novo.

Contudo, no governo do presidente José Sarney foi substituído pelo cruzado na elaboração do plano cruzado. Porém, o nome Cruzeiro voltou no governo Collor, denominado cruzeiro real em 1993.

Listagem do padrão monetário brasileiro (1568 a 1986)

Numes Market

Réis (Rs) – 1568 a 1942: Esta moeda apresentou duas fases, a primeira entre 1568 e 1833 e a segunda entre 1883 e 1942.

Cruzeiro (Cr$) – 1942 a 1967: Moeda estabelecida no governo de Getúlio Vargas. Basicamente 1 cruzeiro equivalia a mil réis.

Cruzeiro Novo (Ncr$) – 1967 a 1970: A princípio,  o cruzeiro novo foi uma moeda de transição. Foi estabelecido cortes nos zeros comparando com a moeda anterior. A propósito, a sua proporcionalidade é de mil cruzeiros para 1 cruzeiro novo.

Cruzeiro (Cr$) – 1970 a 1986: nesta moeda foi estabelecido também cortes nos zeros. Basicamente, a sua proporcionalidade era de 1 cruzeiro novo para cada cruzeiro.

Padrão monetário brasileiro (1986 até os dias atuais)

Numismática Vieira

Cruzado (Cz$) – 1986 a 1989: Primeiramente, esta moeda foi correspondente ao plano cruzado. Em síntese, a sua equivalência era de 1cruzado para cada mil cruzeiros

Cruzado novo (NCz$) – 1989 a 1990: A princípio, esta moeda foi relacionada ao plano verão. Portanto, cada cruzado novo equivalia a mil cruzados

Cruzeiro (Cr$) – 1990 a 1993: Moeda relativa ao plano Collor. Cada cruzeiro equivalia a um cruzado novo.

Cruzeiro Real ( CR$) – 1993 a 1994: Moeda relacionado com o plano Real. A propósito, a sua  equivalência era de mil cruzeiros para cada cruzeiro real

Real (R$) – 1994 até hoje: cada Real vale, em relação à moeda anterior, 2750 cruzeiros reais.

Para saber mais leia também, Plano real o que foi? Definição, história da moeda e características

Imagens: Suno, Brainly, Completei, Quero Bolsa, Numes Market, Numismática Vieira

8 dicas do que fazer com a restituição do IR

Como comprar euro mais barato

As dívidas mais comuns entre os brasileiros e como evitá-las

Programa de fidelidade: o que é, como funciona e exemplos