Wrapped Bitcoin: como funciona a criptomoeda?

O Wrapped Bitcoin opera como uma ponte entre o Bitcoin e o Ethereum, permitindo acesso aos aplicativos descentralizados. Saiba mais aqui!

1 de agosto de 2023 - por Cesar Fontenele


O Wrapped Bitcoin (WBTC) é um token  que representa o Bitcoin na blockchain Ethereum. Portanto, ele não é de fato um Bitcoin, mas sim um token ERC-20 concebido para acompanhar o valor do Bitcoin.

Essa cripto foi lançada em janeiro de 2019 para possibilitar a participação em aplicativos financeiros descentralizados, os chamados DeFi, que são populares no Ethereum. Você pode adquirir o Wrapped Bitcoin nas exchanges, corretoras de criptomoedas. Para isso, é preciso que você tenha cadastro em uma corretora de sua confiança.

Neste texto, vamos te explicar como comprar e usar o WBTC, seus riscos e se realmente vale a pena investir nessa novidade.

O que é a criptomoeda Wrapped Bitcoin

Wrapped Bitcoin (WBTC), ou “Bitcoin embrulhada”, é uma versão tokenizada do bitcoin na Ethereum. Em resumo, ele opera como se fosse uma ponte entre o Bitcoin e o Ethereum, permitindo que os usuários do Bitcoin tenham acesso aos aplicativos de finanças descentralizados e que os aplicativos do Ethereum tenham liquidez adicional.

Nesse sentido, é importante lembrar que não se cria criptomoedas em massa. O WBTC, em especial, opera em uma escala de um para um, isto é, um WBTC é sempre igual a um bitcoin, ou seja, há uma paridade 1:1 com o Bitcoin.

Esse token é um ERC-20 anunciado em 26 de outubro de 2018, mas só foi lançado em 31 de janeiro de 2019. Ele foi desenvolvido em conjunto com a Bitgo, Kyber Network e a Republic Protocol.

Como funciona?

De início, entenda que o WBTC possui uma estrutura de governança singular e um mecanismo de consenso que difere do Bitcoin e do Ethereum.

Esse token é um projeto DAO (Organização Autônoma Descentralizada), que utiliza um modelo de Governança Federada. Ou seja, a comunidade tem poder na tomada de decisões e na direção do projeto.

Quando a troca de Bitcoin para WBTC é feita, o Bitcoin original é armazenado em um cofre digital e o WBTC recém-criado é liberado para você usá-lo. Esse BTC armazenado pode ser resgatado com o Bitcoin envelopado, o que significa que você pode envelopar ou desenvelopar a criptomoeda sempre que quiser.

Normalmente, cobra-se uma taxa por cada transação para realizar as trocas. No entanto, não se esqueça de verificá-las antes de realizar o processo, principalmente para pequenos valores.

Por último, as plataformas que permitem trocas de criptoativos queimam tokens WBTC de maneira que você mantenha sempre a proporção de 1:1 para reservas de Bitcoin.

Como ganhar/comprar a criptomoeda Wrapped Bitcoin?

Primeiramente, você precisa ter cadastro em uma exchange centralizada, uma corretora de criptomoedas, e seguir os seguinte passo a passo:

  • Primeiro passo: Você deve realizar o seu cadastro em uma exchange de sua confiança;
  • Segundo passo: Envie a eles uma solicitação da quantia de Bitcoins que você gostaria de trocar por WBTC.
  • Terceiro passo: Agora é só correr para o abraço e começar a usar seus tokens.

Hoje, o Wrapped Bitcoin está valendo R$ 144.703,86, com um aumento no seu valor de +3,15% nas últimas 24 horas.

Como usar?

Antes de começar a investir em WBTC, estude sobre essa cripto específica, analisando suas últimas negociações para compreender o comportamento das oscilações. Lembre-se que as operações são totalmente digitais, pois se trata de um ativo digital, sem nenhuma barreira geográfica.

Enfim, agora tendo seus tokens WBTC, você pode começar a realizar diversas operações na rede Ethereum como as seguintes:

  • Staking: como não tem como fazer o staking de BTC em seu blockchain, uma possibilidade é envelopá-lo e obter a renda passiva por meio do staking de WBTC na rede Ethereum;

Quais são os riscos da criptomoeda Wrapped Bitcoin?

O Wrapped Bitcoin é totalmente seguro, já que usa a tecnologia blockchain, um banco de dados distribuído que utiliza criptografia de ponta a ponta.

Contudo, sabemos que riscos são normais ao investir em uma criptomoeda, por isso, listamos os principais perigos que rondam essa cripto. Veja quais são:

  • Grande volatilidade;
  • Se perder o código, perdeu o dinheiro;
  • Pirataria e fraudes;
  • Dinheiro sem lastro.

Vale a pena?

Antes de se decidir, tenha muito claro o que realmente você quer. Dessa forma, a priori, compreenda bem sobre essa criptomoeda para evitar erros desnecessários, além de ter muito claro para você o seu perfil de investidor.

Para quem conhece bem e gosta de Bitcoin e da rede do Ethereum, vale muito a pena, pois é a união desses dois mundos. Agora, caso você não tenha ainda conhecimento sobre eles, dê uma estuda antes de tomar uma decisão.

E aí, gostou do conteúdo deste texto? Então, sugerimos que você, também leia esta matéria sobre a criptomoeda Pax Gold e aprenda como ela funciona.

Fontes: Mercado Bitcoin, CoinMarketCap, Coinbase, Akeloo, Bitypreço e NovaDax.

10 dicas de como melhorar a sua relação com o dinheiro

Mitos e verdades sobre empreendedorismo que devemos conhecer

8 dicas do que fazer com a restituição do IR

Como comprar euro mais barato