ANBIMA, o que é? Como funciona e certificações disponibilizadas


A ANBIMA foi criada em 2009 e tem como função principal representar as empresas do mercado financeiro e de capitais brasileiro. Para isso, ela se baseia nos pilares de: informar, representar, autorregular e educar.

Para informar, a ANBIMA disponibiliza uma base de dados para os associados. Por outro lado, ela representa empresas perante os órgãos governamentais e serve também como intermediadora entre instituições associadas. 

Para se autorregular, a associação estabelece uma série de regras e normas, visando a contribuição com o desenvolvimento do mercado. Por fim, no quesito educação, a ANBIMA disponibiliza diversos conteúdos e fornece certificações para os profissionais do mercado.

O que é ANBIMA?

A sigla ANBIMA é correspondente à Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais. Sendo que ela é resultado da fusão, em 2009, da Associação Nacional das Instituições do Mercado Financeiro (ANDIMA), com a Associação Nacional dos Bancos de Investimento (ANBID). 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
ANBIMA, o que é? Como funciona e certificações disponibilizadas

A.

A ANBIMA é responsável pela definição de boas práticas para as empresas e de oferecer certificações profissionais. Dessa maneira, o objetivo da associação é contribuir para o desenvolvimento econômico brasileiro através da autorregulação e da organização das companhias. 

Como a ANBIMA funciona?

A ANBIMA funciona como um representante das instituições do mercado financeiro e de capitais brasileiro. Além disso, ela representa o mercado financeiro e de capitais perante os órgãos governamentais e busca parcerias internacionais com entidades que tenham o mesmo objetivo que ela.

Sendo assim, a associação defende os interesses de mais de 340 associados entre bancos, gestores de investimento e corretoras de valores. Para representar todas essas empresas, a ANBIMA tem quatro pilares centrais:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
ANBIMA, o que é? Como funciona e certificações disponibilizadas

Suno

  1. Informar: Esse pilar tem como objetivo contribuir com a informação dos profissionais do mercado e dos investidores. Desse modo, a ANBIMA disponibiliza para os associados, uma base de dados com estudos sobre o setor, preços e índices.
  2. Representar: Ao representar empresas de várias áreas, ela serve como intermediadora no diálogo entre as instituições.
  3. Autorregular: A autorregulação é exercida por meio da criação de regras e normas que os associados devem  seguir. 
  4. Educar: A educação é extremamente importante para a associação, pois, para que o mercado seja forte, os profissionais precisam estar preparados.

ANBIMA e o mercado financeiro

A ANBIMA possui uma forte influência no mercado financeiro, já que ela contribui para a maior segurança do mercado, por meio da coibição de ações de má fé por parte das pessoas e empresas.

Um exemplo da atuação da ANBIMA, é o estabelecimento de que as empresas associadas a ela devem fazer um teste de perfil de investidor com o cliente, e oferecer ativos de acordo com o perfil de risco de cada investidor. A intenção é que as pessoas tenham acesso aos produtos financeiros mais indicados para a sua tolerância ao risco.

Porém, vale destacar que a associação funciona por meio da autorregulação. Logo, são os próprios participantes que optam por adotar melhores práticas de gestão. Ou seja, a ANBIMA estabelece normas, mas a adesão por parte das empresas é voluntária. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Investidor 10

Apesar de ter adesão voluntária, ao se submeterem às normas, as empresas podem sofrer algumas penalidades, caso não cumpram as regras. Portanto, de acordo com o estatuto da ANBIMA, os associados podem sofrer as seguintes penas: carta de advertência, advertência pública, multa, suspensão do selo da associação e, por fim, a exclusão. 

Certificações ANBIMA

As certificações da ANBIMA são extremamente importantes para os profissionais do setor financeiro.

Apesar de ser voltada sobretudo para os profissionais, os investidores e estudantes que desejam apenas se aprofundar no mercado financeiro também podem obter a certificação. Enfim, os certificados disponibilizados são:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

CPA-10

A Certificação Profissional ANBIMA – Série 10, foi criada em 2003 e é voltada para os profissionais que atuam com a venda de produtos de investimento financeiro diretamente com o público. Não existe nenhum pré-requisito para fazer a prova e conseguir a CPA-10.

Sendo assim, até mesmo quem não trabalha na área pode fazer a prova. No entanto, para os estudantes, ela tem validade de três anos, ao passo que para os profissionais, ela dura cinco anos. 

ANBIMA, o que é? Como funciona e certificações disponibilizadas

T2

CPA- 20

A Certificação Profissional ANBIMA – Série 20, é focada nos profissionais que trabalham na venda e manutenção de produtos de investimento para clientes de alta renda. Essa certificação foi criada em 2002 e tem validade de cinco anos, que pode ser estendida de acordo com a situação do profissional.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Um detalhe importante, é que as pessoas com a certificação CPA-20 estão qualificadas também para realizar as funções dos profissionais que possuem a CPA-10.

CEA

A Certificação de Especialista em Investimentos, é obtida através de uma prova muito mais complexa do que as provas da CPA-10 e CPA-20, talvez por isso ela seja um pouco menos conhecida.

Através da Certificação CEA, o profissional está apto a trabalhar como assessor de gerentes de contas de pessoas físicas, indicar novos produtos de investimento e realizar todas as funções permitidas pela CPA-10 e CPA-20.

Rico

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

CGA

Por meio da Certificação de Gestores ANBIMA (CGA), o profissional pode atuar como gestor dos recursos de terceiros. Dessa forma, o profissional se torna apto para tomar decisões estratégicas para conseguir bons retornos financeiros.

Além disso, a CGA serve como complemento da CEA, já que é indicada para os profissionais que pretendem atuar no mercado internacional.

Enfim, agora que você sabe tudo sobre a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais, conheça as funções da Comissão de Valores Mobiliários – O que é, como funciona e importância

Fontes: Toro investimentos, Rico e Paraná banco

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Imagens: Topinvest, A., T2, Suno, Investidor 10 e Rico


Conte-nos a sua opinião...