Origem dos bancos – Surgimento das cédulas e dos empréstimos


Atualmente, nós temos diversas opções de bancos e de serviços bancários à nossa disposição. Mas você já se perguntou qual a origem dos bancos e o caminho evolutivo que eles percorreram até os dias de hoje?

Podemos dizer que o surgimento dos bancos e dos banqueiros, está ligado ao desenvolvimento do comércio. Sendo que, inicialmente, o papel dos banqueiros era pesar e avaliar o ouro que seria trocado por produtos nas feiras na Europa. 

Conforme o tempo foi passando, os banqueiros começaram a aceitar o depósito dos clientes e, em troca, entregavam um certificado conhecido como goldsmith ‘s notes que passaram a ser aceitos como pagamento e, posteriormente, se tornaram as primeiras cédulas de dinheiro

Origem dos bancos

A origem dos bancos está atrelada ao surgimento das primeiras moedas. Isso porque, nas grandes civilizações, já existia o ato de tomar emprestado, emprestar e guardar dinheiro de outras pessoas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Acredita-se que essa cultura de lidar com o dinheiro, que caracterizaria as primeiras operações bancárias, remete à civilização fenícia.

Origem dos bancos - Surgimento das cédulas, empréstimos e atualmente

Viva toscana

Com o desenvolvimento do comércio na Idade Média, a função do banqueiro foi tomando forma e se espalhando por toda Europa. Sendo assim, quando as pessoas trocavam ouro por produtos nas feiras da Europa Central, o banqueiro era o responsável pela pesagem das moedas.

Além disso, ele tinha a importante função de verificar a autenticidade das moedas e de avaliar a qualidade dos metais. É claro que tudo isso era feito em troca de uma comissão. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Os bancos e a origem do dinheiro em cédulas

Conforme a economia europeia se desenvolvia, os banqueiros passaram a aceitar depósitos monetários.

Como uma comprovação de que as pessoas tinham reservas com os bancos, eram emitidos certificados conhecidos como goldsmith ‘s notes. Para que os valores depositados fossem resgatados, bastava apresentar o certificado e sacar integralmente ou parte do valor guardado. 

Com o passar do tempo, esses certificados passaram a ser aceitos como meio de pagamento, já que eram mais seguros, fáceis e leves de carregar do que o ouro físico.

Foi assim que surgiram as primeiras cédulas de dinheiro. Ou seja, inicialmente as notas eram lastreadas em ouro, não eram como hoje em dia, emitidas e controladas pelos governos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Super interessante

Com o passar do tempo, os banqueiros perceberam que as pessoas geralmente não retiravam tudo o que haviam depositado.

Dessa maneira, surgiu a ideia de usar parte dos recursos guardados para conceder empréstimos em troca de juros. Portanto, através do empréstimo dos recursos dos clientes, os banqueiros encontraram uma forma de acumular riqueza. 

Uma curiosidade é que a cobrança de juros não era aprovada pela igreja. Por isso, os judeus eram os donos de muitos dos bancos da época. Outro fato interessante é que os donos dos bancos se tornaram bastante poderosos com a queda do feudalismo, já que eles passaram a receber terras como pagamento das dívidas dos senhores feudais. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Bancos atualmente

A origem do primeiro banco moderno, o Banco di San Giorgio, data de 1406, em Gênova, na Itália. Já os primeiros serviços bancários eletrônicos surgiram apenas em 1983, na Escócia.

Atualmente, além dos bancos tradicionais, temos os bancos digitais que proporcionam uma experiência totalmente nova para os clientes, já que todo o atendimento é feito de maneira virtual. 

Nextpit

Independente do tipo de banco, os serviços ofertados para os clientes geralmente são os mesmos. Ou seja, o cliente pode usar o banco como um local para guardar dinheiro, como é o caso da conta poupança e conta corrente. Ou pode usar o banco como um local para conseguir dinheiro, através de empréstimos, cheque especial e financiamentos. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

As fontes principais de receita dos bancos, são os juros e as taxas cobradas pelas utilizações de seus serviços. Por exemplo, o banco pode captar dinheiro com algumas pessoas (em troca de juros) para, posteriormente, conceder empréstimos para os clientes.

Em troca do empréstimo, o banco cobra uma taxa de juros alta o suficiente para pagar os juros dos recursos que ele captou inicialmente, para cobrir suas despesas e ainda ter lucros. 

E aí, gostou de aprender sobre a origem dos bancos? Então aproveite para entender o funcionamento do Open Banking, o que é? Definição, principais características e vantagens

Fontes: Historia de tudo, Metlife, Investidor Sardinha e Click e aprenda

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Imagens: Nextpit,  Viva toscana, Super interessante e Waves Brasil


Conte-nos a sua opinião...