Como calcular juros compostos: fórmula e exemplos


Primeiramente, os juros compostos são calculados considerando os juros acumulados, resultando em juros sobre juros. No entanto, este tipo de cálculo também pode ser chamado de capitalização acumulada e está presente nas negociações financeiras.

Ou seja, está presente em cálculos de dívidas, empréstimos e investimentos. Sendo assim, em todos estes casos, os juros podem ser bons ou ruins. No entanto, em relação ao cálculo dos juros compostos, é importante ter em mente os seus elementos.

Ou seja, o cálculo dos juros compostos considera o capital (investido ou devido), a taxa de juros, o tempo (período), e o montante.

Exemplo prático

A princípio, para termos uma ideia prática do funcionamento dos juros compostos, podemos imaginar uma situação financeira.

Por exemplo, você tem uma aplicação de R$ 20.000 que rende em regime de juros compostos, em um período de 3 meses, e os juros mensais somam 6%. Basicamente, o valor resgatado (montante) será de R$4,500,00.

No entanto, para chegar ao resultado, utilizamos a seguinte fórmula:

M = C ( 1+i)t

M- Montante:

C – capital: 20.000

i – Taxa de juros: 6% transformado em decimal (dividido por 100) = 0,06

t – tempo: 3 meses

Vamos ao cálculo dos juros composto

M= 20.000 ( 1 + 0,06)³

20.000 ( 1,07)³

20.000. 1,2250

M= 24.500

Agora, para saber quanto foi os juros compostos, basta seguir a seguinte fórmula:

J= M-C

J= 24.5 00- 20.000 = 4500

Assim, os juros ganhos com a aplicação foram de R$4,500,00

Outra situação de cálculo de juros compostos

Como calcular juros compostos: exemplos, vantagens e aplicações

Em uma outra situação, você poderá querer saber, como consumidor, quanto fica o preço de um celular em três meses com acréscimo de juros de 2,5% ao mês. Sendo que seu preço a vista é de R$ 850,00.

Para calcular, poderemos usar a mesma fórmula do problema anterior:

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

M = C (1+i)t

M= 850(1+0,025)³

ob. 25% passado para decimal se divide por 100, dando 0.025

850 ( 1,025)³

850.1,076

M = 914,6

para saber os juros que vou pagar:

J = M – C

914,6 – 850,1,076

J = R$ 64,6

Funcionalidades

Como calcular juros compostos: exemplos, vantagens e aplicações

A princípio, os juros compostos podem fornecer experiências boas ou ruins. Neste sentido, no caso de dívidas com juros compostos, a situação se torna bastante negativa. Por outro lado, quando você realiza investimentos de forma cuidadosa, estes mesmos juros o colocarão em uma situação bastante vantajosa.

A propósito, para dar um exemplo de juros atuando na vida das pessoas, podemos olhar para aquelas pessoas que vivem de renda. Assim, estas pessoas vivem, na verdade, dos juros compostos.

Portanto, por meio de um título do tesouro direto ou cotas em fundos de investimento, o tempo multiplicará seus recursos. Contudo, é sempre bom comparar investimentos que tenham taxas maiores de juros compostos.

Em quais situações eu preciso calcular os juros compostos?

Como calcular juros compostos: exemplos, vantagens e aplicações

A princípio, saber calcular os juros compostos é importante para qualquer ação decisória dentro da educação financeira. Ainda mais se você quer investir em títulos de renda fixa, como CDBs.

Neste sentido, o cálculo de juros compostos serve para você saber em uma aplicação em CDB (certificado de depósito bancário) comparar as taxas de rentabilidades entre os bancos.

Assim, você pode investir sobre dados concretos e não somente em função de achismos. Portanto, você pode aplicar com mais certeza em outros investimentos de renda fixa como: tesouro direto, poupança, LCI, LCA entre outros ativos deste tipo.

Conclusão

Basicamente, estar a frente de sues investimentos com informação e raciocínio é uma vantagem, pois o horizonte se apresenta de forma mais clara e certeira.

O cálculo dos juros compostos é uma das ferramentas que você pode utilizar para diversas ações financeiras, sejam de compra, investimento, vendas e outras.

Neste sentido, mesmo que você em sua empresa possua pessoas especializadas em cálculos de prospecção financeira, é importante a informação para a aquisição de sua autonomia frente as incertezas do mercado financeiro.

Por fim, para saber mais, leia também: Capitalização composta, o que é? Como usar e diferenças entre simples

Conte-nos a sua opinião...