Juros simples, o que são? Conceito, como funcionam e formas de calcular

O juros simples é um dos mais fáceis de serem calculados. Isso porque, o juros simples é um tipo de capitalização por meio do qual a taxa de juros é calculada com base no capital principal.

23 de setembro de 2020 - por Jaíne Jehniffer


Sabe aquelas aulas de matemática onde você aprendeu a calcular porcentagem, juros simples e tantas outras coisas que, por vezes, se questionava se iria usar alguma vez na vida? Pois bem, saiba que para fazer uma compra no crédito, fazer um empréstimo ou, até mesmo, para investir, é importante saber fazer esses cálculos. 

Apesar de causarem dúvidas, na realidade, os cálculos são bem simples. Porém, podem ser uma verdadeira mão na roda na hora de decidir se vale a pena ou não parcelar uma compra ou no momento de calcular o quanto o investimento vai render no final do período. 

Enfim, o ramo da matemática financeira possui fórmulas e conceitos que nos ajudam a calcular de forma simples e rápida essas porcentagens importantes.  

Juros simples o que são, como funcionam e como calcular

Santos bancários

O que é juros simples

Juros é um valor, uma porcentagem que resulta de um empréstimo ou operação financeira. Ou seja, quando emprestamos (ou pegamos algum dinheiro emprestado), ao receber o dinheiro de volta (ou devolvemos), o valor é acrescido de uma porcentagem, uma rentabilidade.

Portanto, é uma via de mão dupla: para quem emprestou o dinheiro, é muito bom receber com uma rentabilidade. Porém, para quem está devendo não é tão interessante assim. 

Essa porcentagem acrescentada vai depender, principalmente, do tempo que o dinheiro ficar emprestado. Dessa maneira, temos o credor, que é quem recebe os juros, e o devedor, ou seja, quem paga o dinheiro emprestado.

Outras situações que envolvem o pagamento dessa porcentagem são, por exemplo:

  • Quando se paga apenas o mínimo da fatura do cartão de crédito;
  • Ao invés de comprar um produto à vista parcela no crédito;
  • Cheque especial (que é um tipo de empréstimo).
Juros simples o que são, como funcionam e como calcular

Valor investe

Existem tipos de juros diferentes e formas variadas para se calcular a porcentagem. Sendo assim, os juros simples são um dos mais fáceis de serem calculados, sendo, normalmente, utilizados em operações de curto prazo.

Isso porque, são um tipo de capitalização por meio do qual a taxa de juros é calculada com base no capital principal. 

Portanto, a rentabilidade que o investimento já tiver acumulado são ignoradas nos cálculos e o que é levado em consideração é o capital bruto que foi investido. Usualmente, esse tipo de juros é utilizado em transações, como compras a prazo no crédito ou quando se empresta dinheiro.

Juros simples X juros compostos

A principal diferença entre os juros simples e os juros compostos é que, no simples, o cálculo é feito tendo como base o capital inicial.

Por outro lado, nos juros compostos, depois do primeiro mês, a taxa é calculada tendo como referência o capital mais a rentabilidade que ele tiver até então.

Foregon

Ou seja, somente no primeiro mês leva-se em consideração apenas o capital inicial. Os juros compostos são também chamados de juros sobre juros, já que, além de receber ou pagar os juros em cima do capital inicial, também é calculada a rentabilidade adquirida até então. 

Investimentos

Para investir é realmente necessário saber calcular as taxas de juros, já que as taxas determinam quanto você pode receber em cima do valor investido, principalmente na modalidade de renda fixa. Boa parte dos investimentos utilizam os juros compostos, como:

Juros simples o que são, como funcionam e como calcular

Exame

Contudo, aprender a calcular os juros simples também é muito importante, afinal se você for comprar um produto parcelado é importante saber quanto exatamente de juros você está pagando. 

Como calcular

Para se calcular os juros simples, recorremos aos cálculos da matemática financeira, que é a área da matemática focada em estudar as variações do dinheiro em determinados períodos.

Dessa forma, na matemática financeira, temos o Capital, que é o valor inicial sem o acréscimo de rentabilidade. Portanto, é sobre o capital que acrescentaremos a taxa de correção, ou seja, a taxa de juros, que aparece em porcentagem.

Em outras palavras, o Capital é o valor bruto e, em cima dele, acrescentamos os juros simples que são expressos em porcentagem.

Enfim, nos cálculos, é sempre considerado o tempo em que o dinheiro está emprestado ou aplicado. Enfim, o Capital inicial principal pode aparecer nos cálculos como C (capital); P (principal); VP (valor presente); PV (present value). 

Estudo prático

Outro conceito da matemática financeira é o de montante, que corresponde ao valor acumulado com os juros adicionados. Além disso, a taxa de juros pode ser ao ano (a.a) ou ao mês (a.m), representada pela letra i. Já o juros é representado pela letra j e o período de tempo é t ou n. 

Cálculos

Dessa maneira, levando em consideração os conceitos anteriores, temos os seguintes cálculos:

Juros simples: j = C . i. t  É importante observar que a taxa de juros deve estar em valor decimal, para isso, é necessário dividir o valor da taxa pelo número 100.

Montante: M = C + J. Ou seja, o montante (M) é o resultado da soma do Capital com o Juros. 

Juros simples o que são, como funcionam e como calcular

Bx blue

Vamos para um exemplo prático. Suponhamos que você vá comprar um celular de R$ 1.000 dividido em cinco vezes com uma taxa de juros de 6% ao mês. Se levarmos em consideração que 1.000 dividido por 5 resulta em 200,00 e então acrescentarmos os 6% de juros temos que: 6 / 100 x 200 = 12.

Ou seja, divido por 100, os juros resultam no valor decimal de 0,06. Dessa forma, ao multiplicarmos por 200 chegamos ao valor de 12. Portanto, R$ 12,00 é o valor que você vai pagar a mais todos os meses. Então, as parcelas serão de 212,00 e, no valor total, você terá pagado R$ 1.060,00 pelo celular.   

E aí, gostou de aprender a fazer esse cálculo simples e que te ajuda a organizar melhor as finanças? Então, aproveite e aprenda também o que são Dividendos, o que são? Principais tipos e como calcular o Dividend Yield

Fontes: Educa mais Brasil, Toda matéria, Mundo educação e Toro investimentos

Imagens: Valor investe, Bx blue, Estudo prático, Foregon, Santos bancários, Exame e Genial investimentos

10 livros essenciais para entender sobre economia comportamental

10 dicas de como melhorar a sua relação com o dinheiro

Mitos e verdades sobre empreendedorismo que devemos conhecer

8 dicas do que fazer com a restituição do IR