Metalismo, o que foi? Conceito, busca por ouro e pra que serviu

14 de maio de 2021 - por Jaíne Jehniffer


O sistema metalismo foi usado como uma maneira de medir a riqueza de uma nação, tendo como base a quantidade de metais preciosos armazenados em seus cofres. Desse modo, quanto mais metais preciosos, como ouro e prata, uma nação tivesse, maior seria sua estabilidade econômica. 

Como o ouro era visto como um indicador das riquezas de uma nação, diversos países entraram em uma verdadeira corrida em busca de ouro. Inclusive, foi nesse período que se descobriu ouro em Minas Gerais. Como o Brasil era colônia, o ouro produzido com mão-de-obra escrava era levado para Portugal, que durante esse período passou pelo ápice no metalismo. 

Na época em que esse sistema foi predominante, os poderes estavam centralizados na figura do rei. Em outras palavras, o sistema visava o absolutismo vigente na época, que dava plenos poderes para o rei. 

O que é metalismo?

A palavra metalismo era usada durante o sistema mercantilista como uma forma de medir a riqueza de uma nação. Esse sistema de medição de riqueza, também era chamado de bulionismo, termo derivado da palavra inglesa bullion. O conceito de metalismo foi criado entre os séculos XVI e XVII e se prolongou até o século XVIII.

Scsegusp

O sistema tinha como foco o absolutismo da época, que dava poderes em excesso para o rei. De acordo com esse sistema, o recomendado era que o Estado possuísse o máximo de metais preciosos em seus cofres, como, por exemplo, ouro e prata. Isso porque, quanto mais metais preciosos uma nação tivesse, maior seria a sua estabilidade econômica.

Busca por ouro

Baseado no conceito de metalismo, diversas nações ibéricas como Espanha e Portugal, começaram uma corrida em busca de ouro, em suas colônias. Em contrapartida, países como França, Inglaterra e Holanda pagavam piratas para saquear os navios da Espanha e de Portugal.

Sendo assim, uma das principais características do metalismo, foi a busca incessante pelo ouro. Dessa maneira, entre os séculos XVI e XVII, a Espanha teve o seu ápice no metalismo, através da extração de metais preciosos de suas colônias, principalmente do Peru e do México.

Já no século XVIII, Portugal alcançou o seu ápice após a descoberta de ouro em Minas Gerais e o consequente início do ciclo do ouro. Apesar de ter sido usado durante bastante tempo, o metalismo causou inflação alta na Espanha, já que deixou de lado uma das características principais do mercantilismo: a balança comercial favorável.

Metalismo, o que foi? Conceito, busca por ouro e pra que serviu

Conhecimento cientifico

Dessa forma, ao invés de conseguir um superávit (realizar mais exportações do que importações), a Espanha acabou por importar mais do que exportar, o que resultou no déficit inflacionário da balança comercial favorável e na redução do valor da exportação.

A consequência disso tudo foi a estagnação do desenvolvimento da indústria, agricultura e comércio da nação, que levou a uma crise econômica que durou anos. Acontece que os produtos eram importados de outros países e pagos com os metais preciosos que haviam sido acumulados. Portanto, a nação deixou de produzir e passou a exportar e pagar com metais preciosos.

Pra que serviu o metalismo?

O metalismo contribuiu com a facilitação do câmbio internacional. Isso porque os consumidores firmaram uma commodity, isto é, um acordo de preços de determinado produto. Isso foi feito para que houvesse a diminuição do escambo, ou seja, a troca direta de mercadorias, sem o uso de moedas para intermediação. 

Metalismo, o que foi? Conceito, busca por ouro e pra que serviu

Globo

O metalismo também foi responsável por criar o conceito de lastro. Em síntese, todo o dinheiro emitido pelo Estado, deveria ter lastro em metais preciosos como ouro e prata. Essa medida era utilizada como uma forma de controlar a inflação, já que a expansão monetária seria equivalente à quantidade de ouro existente.

Entre 1453 e 1789 o metalismo era associado ao mercantilismo, já que o ouro e a prata eram usados como moeda de troca. Logo, como os metais preciosos eram utilizados como moeda de troca, o preço das mercadorias deviam ser compatíveis com os valores cunhados nas moedas de ouro e prata. Sendo que, esses metais foram os primeiros a serem usados como dinheiro no mundo moderno. 

Atualmente o metalismo não é mais o sistema vigente e são utilizadas as moedas fiduciárias. Apesar disso, o ouro não perdeu seu valor e passou a ser usado como Reserva de valor, o que é? Conceito, importância e principais tipos

Fontes: Suno, Toda matéria e Infoescola

Imagens: Conhecimento Cientifico, Globo, Scsegusp e Exame

8 dicas do que fazer com a restituição do IR

Como comprar euro mais barato

As dívidas mais comuns entre os brasileiros e como evitá-las

Programa de fidelidade: o que é, como funciona e exemplos