Montante: saiba o que é e como calcular


O montante é o resultado de operações que envolvem uma taxa de juros, como a taxa Selic, por exemplo. Sendo assim, é muito importante entender o conceito e como calcular o montante.

O que é montante?

Montante é o sinônimo de valor acumulado. Além disso, ele é considerado como um dos conceitos básicos da matemática financeira.

Em resumo, com o cálculo do valor acumulado, podemos perceber a variação que determinada quantia investida sofre ao longo do tempo de aplicação. 

Portanto, o montante é o resultado futuro de uma operação financeira. Desse modo, em seu cálculo é levado em consideração o valor inicial do capital e os juros do período calculado. 

Por exemplo, você pode usar o cálculo do montante em um investimento em renda fixa. Afinal de contas, ao investir, você vai querer saber qual será o ganho com a aplicação.

Dessa forma, o cálculo do montante nos investimentos representa a soma do seu capital aportado e os ganhos de juros obtidos através do rendimento do capital.

Como calcular o montante

O cálculo do montante leva em consideração a aplicação inicial, o tempo e os juros. No entanto, existem duas formas de calcular o montante:

  • Fórmula dos juros simples;
  • Fórmula dos juros compostos.

1- Fórmula dos juros simples

Primeiramente, você precisa saber que, a fórmula do montante, independente do tipo de juros usado, sempre será igual ao capital inicial mais os juros (M = C + J).

Contudo, os juros (J) envolvidos na operação podem ser encontrados de formas diferentes. Isso depende da estrutura em que ele é calculado ao longo do tempo.

Portanto, podemos extrair o montante tanto por meio da fórmula dos juros simples, quanto dos juros compostos. Sendo que, na fórmula dos juros simples, a operação acontece de forma muito mais básica.

Isso porque, os juros seriam o resultado da multiplicação do capital inicial (C) pela taxa de juros em termos percentuais (i) e o tempo (Tt), considerando a mesma unidade de tempo especificada pela taxa de juros.

Sendo assim, para a fórmula dos juros simples, é preciso fazer o cálculo Juros (J) = C x i x T, e somar este resultado ao capital inicial (C).

Se você não gosta de fazer contas, não se preocupe. Basta acessar a calculadora de juros simples clicando Aqui, e fazer os cálculos de forma rápida e fácil!

2- Fórmula dos juros compostos

Os juros compostos são bem diferentes dos juros simples. Logo, para encontrar o resultado do montante usa-se um cálculo diferente.

Basicamente, na fórmula dos juros compostos, o juros é reincidente. Em outras palavras, o juros não é aplicado apenas em cima do capital inicial, mas também sobre os juros acumulados em períodos anteriores.

Dessa forma, para o cálculo do valor do montante em uma operação de juros reincidentes, é preciso usar a fórmula de juros compostos. Sendo que a fórmula de juros compostos é:

  • M = C (1+i) ˆ(t)

Na fórmula, o M é o montante, C representa o capital inicial, i é a taxa de juros e t o período de tempo da operação em questão.

Enfim, com essa fórmula você consegue encontrar o montante da operação. Mas para ficar mais fácil, você pode usar a calculadora de juros compostos clicando Aqui.

Enfim, agora que você já aprendeu a calcular o montante, aprenda também o que é econometria e como funciona os cálculos.

Fontes: Mais retorno, Suno e idinheiro.

Conte-nos a sua opinião...