Indicadores financeiros, o que são? Importância e lista dos principais

12 de janeiro de 2021 - por Jaíne Jehniffer


Os indicadores financeiros servem para analisar as finanças de uma empresa. Sendo assim, eles são úteis para que os gestores fiquem de olho na saúde financeira do negócio. 

No entanto, os indicadores financeiros não são usados apenas pelos gestores, mas também pelos investidores. Afinal de contas, antes de investir nas ações de uma empresa, é preciso verificar as condições econômicas da companhia. 

Portanto, para auxiliar não apenas os gestores, mas também os investidores, existem diversos indicadores econômicos, que podem ser divididos em quatro grandes categorias: rentabilidade, endividamento, liquidez e atividades.

O que são indicadores financeiros

Os indicadores financeiros são demonstrativos de performance, derivados dos demonstrativos financeiros de um negócio. Dessa maneira, eles servem como dados para a análise financeira de uma empresa. 

Indicadores financeiros, o que são? Importância e lista dos principais

Buyco

Os indicadores financeiros são úteis não apenas na área de gestão de empresas, mas também na análise de investimentos. Isso porque, antes de adquirir as ações de uma companhia, é importante fazer uma análise financeira do negócio. 

Importância

Os indicadores financeiros são extremamente importantes para os gestores de uma empresa. Ou seja, é através deles que é possível determinar a saúde financeira do negócio e tomar atitudes para melhorar a sua performance. 

Investorcp

Além disso, os indicadores financeiros são essenciais na análise de investimentos. Afinal de contas, ninguém quer investir em uma empresa e pouco depois ficar sabendo que ela está quebrada, não é mesmo?

Principais indicadores financeiros

Existem diversos tipos de indicadores financeiros, que refletem aspectos diversos de um negócio. Portanto, podemos dividir os indicadores nas seguintes categorias: rentabilidade, endividamento, liquidez e atividades.

1- Rentabilidade

Os indicadores financeiros de rentabilidade demonstram a capacidade que a empresa possui de gerar retorno com base nos investimentos realizados nela. 

ROA: O Retorno Sobre o Ativo (ROA), é usado para determinar a eficiência da empresa em gerar retorno com base em seu total de ativos. O seu cálculo é feito por meio da fórmula: ROA = Lucro Operacional / Ativo Total Médio. 

Giro do ativo: Este indicador financeiro serve para apontar as movimentações do ativo da empresa dentro do período analisado. Desse modo, ele é utilizado para verificar a eficiência da empresa em utilizar os seus ativos para gerar lucro. O seu cálculo é feito por meio da fórmula: Giro do Ativo = Vendas Líquidas / Ativo Total. 

ROI: O Retorno Sobre o Investimento (ROI), é um dos indicadores mais utilizados na análise financeira de uma empresa pelos investidores fundamentalistas. Isso porque ele indica a capacidade que um negócio possui de gerar lucros. A sua fórmula é: ROI = (Lucro Líquido / Ativo Total ) x 100.

Indicadores financeiros, o que são? Importância e lista dos principais

Nexoos

ROE: O Retorno Sobre o Patrimônio (ROE) serve para indicar a rentabilidade que a empresa consegue com base no seu patrimônio líquido. A fórmula é: ROE = (Lucro Líquido / Patrimônio líquido) x 100. 

Margem Operacional: Mais um entre os indicadores financeiros usados na análise financeira de uma empresa, é a margem operacional. Basicamente, ela serve para demonstrar a porcentagem restante de cada real de venda após descontar os custos operacionais (exceto o imposto de renda). A sua fórmula é: Margem Operacional = (Lucro Operacional / Receita de Vendas) x 100. 

EBITDA: o EBITDA serve para averiguar o quanto a empresa consegue gerar de recursos somente com as suas atividades operacionais. Dessa maneira, o EBITDA é determinado por meio dos cálculos: EBITDA = Lucro Operacional Líquido + Depreciação + Amortização. 

2- Indicadores financeiros de endividamento

Como o próprio nome sugere, os indicadores de endividamento servem para analisar o grau de endividamento das empresas. 

Capital de terceiros: Este indicador serve para apontar a dependência que a empresa possui do capital de terceiros. Logo, os cálculos levam em consideração o percentual do capital de terceiros na empresa em relação ao seu patrimônio líquido.

Podemos chegar ao resultado deste indicador financeiro por meio da fórmula: Participação de Capital de Terceiros = (Passivo Circulante + Passivo Não Circulante ) / Patrimônio Líquido.

Composição de endividamento: Este indicador financeiro serve para analisar quais são as dívidas que a empresa precisa pagar a curto prazo. O seu cálculo é: Composição de Endividamento = Passivo Circulante / (Passivo Circulante + Passivo Não Circulante).

Indicadores financeiros, o que são? Importância e lista dos principais

Parceiro legal

Imobilização do Patrimônio Líquido: Em síntese, este indicador demonstra o quanto do patrimônio líquido a empresa está alocando no ativo permanente. Dessa forma, ele demonstra a dependência da empresa em relação aos recursos de terceiros.

Quanto mais a empresa investe em ativos permanentes, menos recursos próprios ela possui para o ativo circulante. Logo, ela precisa recorrer ao capital de terceiros. O cálculo é: Imobilização do Patrimônio Líquido = Ativo Permanente /Patrimônio Líquido.

Imobilização dos Recursos Não Correntes: Este indicador financeiro demonstra o quanto dos recursos não correntes a empresa investiu no ativo permanente. Sendo assim, a sua fórmula é: Imobilização dos Recursos Não Correntes = Ativo Permanente / (Patrimônio Líquido + Passivo Não Circulante).

3- Indicadores de liquidez

Os indicadores de liquidez são úteis para verificar a estrutura de endividamento da empresa e a sua capacidade em quitar as dívidas.  

Liquidez Corrente (LC): Aponta a capacidade que a empresa possui de saldar suas dívidas a curto prazo, por meio da fórmula: Índice de Liquidez Corrente = Ativo Circulante / Passivo Circulante. Em resumo, o resultado abaixo de 1 significa que os ativos de curto prazo da empresa não são suficientes para cobrir seus passivos de curto prazo. 

Índice de Liquidez Seca (LS): Por meio da fórmula Índice de Liquidez Seca = Ativo Circulante Líquido / Passivo Circulante é possível estabelecer a capacidade da empresa de arcar com as suas dívidas a curto prazo. 

Indicadores financeiros, o que são? Importância e lista dos principais

Curso de ecommerce

Liquidez Imediata (LI): Este indicador financeiro serve para determinar a capacidade que a empresa possui de realizar o pagamento imediato através das suas disponibilidades (dinheiro em caixa e aplicações com liquidez imediata). Enfim, a sua fórmula é: índice de Liquidez Imediata = Disponibilidades / Passivo Circulante.

Índice de Liquidez Geral (LG): É útil para determinar a capacidade que a empresa possui de arcar com pagamentos de longo prazo. A fórmula é: Índice de Liquidez Geral = (Ativo Circulante + Ativo Não Circulante) / (Passivo Circulante + Passivo Não Circulante).

Capital de Giro Líquido (CGL): Por fim, o último entre os indicadores financeiros de liquidez, o CGL serve para apontar quais os recursos disponíveis que a empresa tem para funcionar. A fórmula é: Capital de Giro Líquido = Ativo Circulante – Passivo Circulante.

4- Indicadores de atividades

Para finalizar as categorias de indicadores financeiros, temos os indicadores de atividades, que basicamente são utilizados para averiguar o tempo que as empresas demoram para receber as vendas, pagar as compras e renovar os estoques. 

Prazo Médio de Estocagem (PME): Aponta o tempo que os produtos da empresa ficam armazenados até que sejam vendidos. Desse modo, a sua fórmula é: PME = Estoque Médio (2 anos) / Custo da Mercadoria Vendida (CMV).

Longa

Prazo Médio de Recebimento (PMR): Indica o prazo médio que a empresa demora para receber suas vendas, por meio da fórmula PMR = (Duplicatas a Vencer / Vendas) * 360.

Prazo Médio de Pagamento (PMP): Este indicador mostra o tempo que a empresa demora para realizar o pagamento dos fornecedores. Sendo assim, a fórmula é PMP = (Pagamento dos Fornecedores / Valor das Compras) *360.

Necessidade de Capital de Giro (NCG): Por fim, entre os indicadores financeiros de atividade, temos o NCG que demonstra qual o valor mínimo que a empresa deve ter em caixa. Em síntese, este indicador serve para que a empresa evite o endividamento, tendo sempre dinheiro em caixa o suficiente para manter todas as operações em funcionamento. Assim sendo, a sua fórmula é: NGC = PMR – PMP.

Enfim, agora que você conhece todos os indicadores financeiros, aproveite para aprender como analisar uma empresa por meio da Análise Fundamentalista, o que é? Conceitos, cálculos e como aplicar.

Fontes: Boa vista tecnologia, Enotas, Bussola do investidor, Capital research e Nucont

Imagens: Fortes tecnologia, Parceiro legal, Nexoos, Buyco, Investorcp, Curso de ecommerce e Longa

10 dicas de como melhorar a sua relação com o dinheiro

Mitos e verdades sobre empreendedorismo que devemos conhecer

8 dicas do que fazer com a restituição do IR

Como comprar euro mais barato