Efeito backfire: descubra o que é e como funciona


O efeito backfire (ou efeito tiro pela culatra, em português) é um tipo de viés cognitivo. Guiado por este viés, a pessoa defende de forma irracional as suas crenças e convicções, mesmo estando errada.

Ou seja, mesmo que a sua crença seja confrontada por dados e evidências científicas, a pessoa reforça ainda mais as suas crenças.

Por exemplo, mesmo que Joaquina prove para José que ele está errado, José nega os fatos apresentados ou usa argumentos para fortalecer as suas convicções.

Enfim, o efeito backfire pode ser muito prejudicial quando falamos sobre investimentos. Isso porque, guiado por crenças erradas, a pessoa pode investir em ativos ruins e ter prejuízos financeiros.

Como é o efeito backfire na prática?

O efeito backfire funciona como um viés cognitivo onde a pessoa defende com unhas e dentes as suas crenças, mesmo que outras pessoas provem que ela está errada.

Na prática, o efeito backfire se parece com a teimosia de uma pessoa. Nesse sentido, uma pessoa teimosa pode ter o efeito backfire de forma mais nítida do que outras pessoas.

Isso porque o efeito backfire salienta  a teimosia da pessoa. Muitas pessoas se sentem desconfortáveis caso suas crenças e convicções sejam contestadas por outras pessoas.

Mas com o efeito backfire a pessoa que está errada ignora os argumentos contrários e reforça as suas crenças. Ou seja, ela ignora as provas de que ela está errada e continua a defender suas crenças.

É claro que em alguns momentos ser teimoso pode ajudar, sobretudo se as suas crenças estão corretas. Mas se as suas convicções estão erradas e você continua a defendê-las, você pode acabar se prejudicando.

Como o efeito backfire afeta os investimentos e a vida financeira?

No mundo dos investimentos, existem muitas opções de ativos disponíveis para investir. São centenas de empresas, fundos e títulos disponíveis neste mercado.

Em meio a tantas opções, muitos novos investidores criam crenças e ideias erradas. Logo, mesmo que alguém mais experiente queria ajudar, o investidor novato não quer ouvir. 

Logo, guiado por crenças erradas, o investidor pode fazer operações que irão resultar em prejuízos financeiros. Ou seja, o efeito backfire pode ter um impacto muito ruim nas finanças dessa pessoa.

Mas não se engane. Os investidores mais experientes também podem acabar caindo no efeito backfire, investir em ativos errados e ter prejuízos.

Portanto, na hora de investir é essencial prestar atenção para evitar o efeito backfire.

Sendo assim, ao analisar os ativos, leve em conta as informações levantadas, ao invés de se guiar apenas pelas suas crenças preestabelecidas.

Desvantagens deste viés

O efeito backfire tem várias desvantagens. Uma das principais, é que a pessoa permanece errando até o fim, já que ela não admite que está errada.

Para você entender melhor, vamos a um exemplo. Suponhamos que você comprou ações de uma empresa com base nas suas crenças pessoais, ao invés de levar em conta os fundamentos da empresa.

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

Depois de um tempo, as ações começam a se desvalorizar por causa da perda de fundamentos da empresa. Guiado pelo viés do efeito backfire, você não admite o erro.

Ao invés disso, você prefere comprar mais ações para diminuir o seu preço médio. Alguns meses depois, a empresa entra com o pedido de falência. Com isso, você perde todo o dinheiro aplicado.

Portanto, ao investir analise os fundamentos da empresa por meio da análise fundamentalista, por exemplo. Não invista tendo como base apenas as suas crenças!

A relação do efeito backfire com o viés da confirmação

O viés da confirmação é a mãe do efeito backfire. Em resumo, por meio do viés da confirmação, a pessoa procura por informações que confirmem suas crenças e ignora as informações que vão contra.

Na prática, o viés da confirmação afeta a forma de raciocinar de uma pessoa. Sendo assim, com este viés, a pessoa passa a dar maior credibilidade às informações que confirmam suas crenças.

Além disso, ela ignora as informações que são contrárias ao que ela crê. Percebe o quanto o efeito backfire se parece com o viés da confirmação?

Para evitar ambos, é preciso ter a mente aberta e levar em conta as informações que são contra as suas próprias opiniões.

LEIA MAIS

Efeito de ambiguidade: o que é e como funciona esse viés?

Desconto hiperbólico, o que é e como te afeta?

Viés da informação: aprenda o que é e qual sua origem

Viés do ator-observador: veja o que é e como funciona

Ilusão de superioridade: aprenda o que é e como funciona

Efeito de dotação: saiba o que é como lidar com ele

Efeito reflexão, o que é? Relação com os investimentos e como se livrar

Viés atencional: descubra o que é e como funciona!

Fontes: The cap e Mais retorno.

Conte-nos a sua opinião...