Sobreposição de fundos: o que é e como evitar essa situação?

28 de outubro de 2022 - por Jaíne Jehniffer


A sobreposição de fundos ocorre quando o investidor tem dois ou mais fundos mútuos que investem nos mesmos títulos ou têm objetivos similares às condições de mercado.

Ou seja, na prática, é como se o investidor tivesse os mesmos ativos duas vezes na carteira. Isso é ruim, pois faz com que o nível de risco nos investimentos seja mais alto.

Isso porque, se o investidor tem dois fundos mútuos que investem nas mesmas ações, em caso de desvalorização, os dois serão prejudicados.

Além disso, a diversificação do portfólio é prejudicada. Portanto, esse tipo de situação deve ser evitada, apesar de acontecer com frequência no mercado.

Portanto, o ideal é que você verifique periodicamente os fundos que você tem em carteira para identificar alguma possível sobreposição.

Além disso, antes de investir, verifique em quais ativos o fundo investe e compare com o portfólio dos fundos que você já tem em carteira. Assim você evita a sobreposição de fundos.

Como funciona a sobreposição de fundos

A sobreposição de fundos é uma situação onde o investidor tem fundos mútuos que investem nos mesmos ativos. Com isso, o investidor fica mais exposto ao risco dos ativos.

Além disso, como ocorre uma repetição a diversificação da carteira é prejudicada. Pode acontecer ainda de você ficar concentrado demais em um ativo, sem perceber.

Na prática, a sobreposição de fundos é uma espécie de diagrama de Venn com dois círculos. Em resumo, cada círculo é um fundo mútuo, e no centro há aquela sobreposição dos círculos, como a imagem abaixo:

Diagrama de Venn: o que é, representação, operações - Mundo Educação

Sendo assim, o investidor deve evitar a formação de interseção entre muitos círculos. Isso porque, quanto menor for a sobreposição, menor é o risco e maior é a diversificação.

O mais recomendado é verificar os fundos trimestralmente.

Se for identificado sobreposição entre fundos, você deve pensar sobre a possibilidade de trocar um dos fundos por um fundo similar, mas que não tenha os mesmos ativos em portfólio.

Como identificar a sobreposição de fundos?

Para identificar uma sobreposição de fundos, verifique a categoria dos fundos. Dessa forma, você consegue ver quais são os fundos mútuos com objetivos similares.

Portanto, não faça as seguintes combinações:

  • Ter mais de um fundo de títulos;

  • Investir em mais de um fundo de ações de capitalização reduzida;

  • Ter mais de um fundo de ações ou índice de capitalização alta;

  • Ter mais de um fundo de ações estrangeiro.

Outra maneira de identificar se você tem sobreposição de fundos, é conferir a carteira do fundo e verificar quais são os administradores dos fundos. A ideia é diversificar também entre administradores.

Como evitar e o que fazer?

Para evitar a sobreposição de fundos, verifique periodicamente qual é a composição do portfólio dos fundos que você investe.

Se você identificar alguma sobreposição, pense na possibilidade de desfazer a posição de um dos fundos e aplicar em outro fundo que seja similar, mas com aplicações diferentes.

Além disso, antes de investir, verifique em quais ativos o fundo investe e compare com o portfólio dos fundos que você já tem em carteira. Assim você diversifica e dilui os riscos da sua carteira.

LEIA MAIS

Diversificação e pulverização: qual a diferença?

Teoria de Markowitz, o que é? Como funciona, aplicação e diversificação

Reinvestimento: entenda quais são as vantagens dessa estratégia

Como avaliar os riscos de investimentos financeiros?

Saiba como controlar uma carteira de fundos imobiliários

Quais são os riscos dos fundos de investimentos? Descubra aqui!

Fundos Quantitativos: O que são e como funcionam?

Fontes: Mais retorno e Portal famosos br.

10 livros essenciais para entender sobre economia comportamental

10 dicas de como melhorar a sua relação com o dinheiro

Mitos e verdades sobre empreendedorismo que devemos conhecer

8 dicas do que fazer com a restituição do IR