Efeito IKEA: o que é e como afeta as suas finanças?


O efeito IKEA é um tipo de viés cognitivo. Em síntese, guiado por este viés, a pessoa tende a atribuir maiores valores a itens montados por ela mesmo do que produzidos por terceiros.

Em outras palavras, esse viés faz com que a pessoa acredite que algo que ela produziu tem mais valor do que o mesmo produto, feito por outra pessoa.

Mesmo que o produto da outra pessoa tenha uma qualidade igual ou superior.

O nome efeito IKEA é inspirado na na loja de venda de móveis, IKEA. Isso porque a loja vende produtos de fácil montagem.

Além disso, a empresa adota uma política para que os consumidores montem os próprios produtos. Sendo assim, por causa dessa política e praticidade na montagem, o nome do Efeito é IKEA.

Alguns estudos apontam que as pessoas têm a tendência de sentir maior afeto pelo o que elas mesmas fizeram.

Sendo que esse afeto vem do sentimento de fazermos parte da solução, de termos contribuído para o resultado final.

Entendendo o Efeito IKEA

Existem dois pilares da Psicologia que ajudam no entendimento dos impactos do efeito IKEA nas finanças. O primeiro pilar é: todo ser humano é o centro do seu próprio universo. 

O segundo pilar é: nenhum de nós é uma ilha. Ou seja, todo ser humano é o centro do seu próprio universo, mas nenhum ser humano é uma ilha.

Portanto, a nossa visão de mundo não existe sem nós, da mesma forma, ao pensarmos nos outros, temos como foco o que eles pensam sobre nós e o quão alinhados estão com nossas necessidades e interesses.

Como somos o centro do nosso próprio universo, é compreensivo darmos maior valor aquilo produzido por nós mesmos. É aqui que entra o efeito IKEA.

Como funciona o efeito IKEA?

O efeito IKEA funciona como um viés cognitivo onde a pessoa atribui maior valor pelo o que ela mesma fez.

Desse modo, mesmo que o produto feito por terceiro seja melhor, a pessoa acredita que o seu tem maior valor.

Um dos motivos para isso é o sentimento de pertencimento que a pessoa sente por ter participado do processo de construção de algo.

Portanto, a atribuição de maior valor a algo feito pela própria pessoa ocorre por causa do sentimento de orgulho e a colaboração pelo resultado.

Inclusive, o nome efeito IKEA faz muito sentido, já que o nome é inspirado na loja IKEA, cujos produtos são de fácil montagem e a empresa adota uma política para que os consumidores montem os próprios produtos.

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

Como é o investidor IKEA?

O investidor IKEA é aquele que se parece com a definição do próprio efeito IKEA. Em outras palavras, é o investidor que prefere montar e dar um toque pessoal à sua própria carteira de investimentos.

Dessa forma, ele gosta de estudar sobre investimentos para entender todos os detalhes e tem prazer em investir.

Ou seja, a sua motivação é montar a própria carteira e selecionar ativos que ele acredita serem os melhores.

Portanto, esses investidores são caracterizados por acreditarem que terão resultados melhores do que os profissionais da área.

LEIA MAIS

Viés atencional: descubra o que é e como funciona!

Viés do ponto cego: o que é, como funciona e exemplos

Desconto hiperbólico, o que é e como te afeta?

Viés da informação: aprenda o que é e qual sua origem

Efeito reflexão, o que é? Relação com os investimentos e como se livrar

Ilusão de controle, como não deixar que isso te atrapalhe

Efeito Dunning-Kruger, será que você sabe tanto mesmo?

Viés do ator-observador: veja o que é e como funciona

Ilusão de superioridade: aprenda o que é e como funciona

Efeito de dotação: saiba o que é como lidar com ele

Fontes: Mais retorno, The cap e G4 educação.

Conte-nos a sua opinião...