Sistema de Contas Nacionais, o que é? Estrutura e pra que serve


Divulgado pelo IBGE, o Sistema de Contas Nacionais serve para demonstrar a situação da produção industrial do país. Ele é utilizado também para analisar como está a distribuição dessa renda e como ela é usada não apenas nas indústrias, mas também pelas famílias. 

O Sistema de Contas Nacionais é útil também na compreensão da microeconomia de um país durante determinado período. Isso porque ele demonstra as variações dos estoques de passivos e ativos, tornando possível a compreensão da microeconomia do país durante determinado período. 

Devido à sua importância na análise da estrutura econômica do país, ele é usado como base para que o governo possa criar estratégias visando o equilíbrio da microeconomia e o melhoramento do ambiente para os investimentos privados. 

O que é Sistema de Contas Nacionais?

O Sistema de Contas Nacionais (SCN) é um indicador que visa demonstrar o funcionamento da economia nacional, tendo como base a produção e o consumo de bens e serviços. Ou seja, o SCN reflete os dados de geração e distribuição de renda. 

O Sistema de Contas Nacionais representa também o patrimônio financeiro nacional, que serve para formar um esquema contábil relativo à estrutura da economia do Brasil. Isso é possível porque ele reflete as mudanças dos estoques de ativos e passivos. 

Sistema de Contas Nacionais, o que é? Estrutura e pra que serve

Times Brasília

A forma de divulgação dos dados coletados do Sistema de Contas Nacionais, pode ser de duas maneiras: a cada três meses (SCN trimestral) ou uma vez por ano (SCN anual). Sendo que ambas são fundamentais na análise da microeconomia do país.  

Essa análise da economia do país é muito importante, pois impacta na definição das estratégias que o governo usa para equilibrar a economia nacional e melhorar o ambiente para os investimentos privados.

Estrutura

As contas nacionais englobam as contas de produção, de renda e financeiras. A conta de renda serve como métrica para a renda nacional, através do consumo das famílias e da poupança bruta e líquida que elas possuem.

Já as contas financeiras servem para determinar o acúmulo e a evolução patrimonial de todas as contas nacionais. Portanto, por meio dessas contas, o Sistema de Contas Nacionais indica de maneira contábil como está a situação microeconômica do país. 

Exame

A divulgação do Sistema de Contas Nacionais é de responsabilidade do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Sendo que o SCN pode ser anual ou trimestral, de acordo com a periodicidade de divulgação de dados. 

As pesquisas do IBGE tiveram início em 1988 e foram reestruturadas em 1998, quando os seus resultados passaram a integrar o Sistema de Contas Nacionais Anual.

Posteriormente, em 2015 as contas nacionais trimestrais tiveram outra reformulação, quando adotaram o Manual Internacional SNA 2008, passando para a referência 2010.

Desse modo, as análises anuais atualmente são obtidas por meio do novo sistema de contas trimestrais que foi adotado naquela ocasião.

Pra que serve?

O Sistema de Contas Nacionais serve sobretudo para que seja possível analisar a estrutura econômica da nação. Isso é possível, pois ele considera aspectos como a evolução patrimonial, a poupança privada e o consumo das famílias. 

Também é possível analisar o equilíbrio econômico da oferta e demanda, já que o Sistema de Contas Nacionais mede a produção das empresas.

Sistema de Contas Nacionais, o que é? Estrutura e pra que serve

Adimplere

Além disso, com base nos dados divulgados pelo SCN, o governo consegue estabelecer estratégias macroeconômicas buscando o equilíbrio da microeconomia e o melhoramento do ambiente para os investimentos privados.

Por falar em investimentos, você já pensou em investir seu dinheiro em renda fixa ou variável, e fazer ele trabalhar por você? Descubra agora mesmo qual o seu perfil de investidor e escolha dentre os Tipos de investimentos – Alternativas em renda fixa e renda variável

Fontes: IBGE Suno

Imagens: Times Brasília, Brasília empresas, Exame e Adimplere

Conte-nos a sua opinião...