Quando começar a investir no exterior? Vantagens e como começar


Investir no exterior é uma maneira de proteger a carteira de investimentos das oscilações da economia nacional. No entanto, fica a dúvida: quando começar a investir no exterior?

Este é o questionamento feito principalmente pelas pessoas que investem a pouco tempo ou que não sabem como funcionam os investimentos no exterior. Por isso, neste texto vamos te falar não apenas qual o momento de começar a aplicar no exterior, mas também como fazer isso.

Enfim, apesar de falarmos sobre quando começar a investir no exterior, esse texto não deve ser considerado como uma indicação de investimentos.

Quando começar a investir no exterior?

Existem 4 situações que indicam que já chegou a hora de você começar a investir fora:

1- Já investe no Brasil e já conhece bem o mercado brasileiro: Se você já tiver experiência investindo no Brasil, vai ser muito mais fácil compreender o funcionamento do mundo dos investimentos no exterior. Afinal de contas, estamos falando de outro mercado, outro idioma e outra lógica de funcionamento.

Por isso, se você está começando a investir no Brasil, busque aprofundar seus conhecimentos por meio de livros e cursos. Mantenha a constância nos seus aportes e quando tiver experiência, você poderá começar a investir no exterior. 

Quando começar a investir no exterior? Vantagens e como começar

Onze

2- Sente vontade de investir fora: Se você já conhece bem o mercado brasileiro e tem vontade de investir no exterior, então esse é um bom momento para começar a investir fora. Existem corretoras gratuitas e com suporte em português, então os custos e o idioma não são mais um impeditivo. Dessa maneira, se você está preparado e sente vontade, por que não investir?

3- Tem uma quantia em dinheiro investida que quer proteger: Se você tem uma quantia considerável investido e deseja proteger seu capital das oscilações do mercado nacional, então investir no exterior é uma boa opção. Além disso, você proporciona uma boa diversificação para a sua carteira.

4- Quer se expor às maiores empresas do mundo: Por fim, pode ser o momento ideal para começar a investir no exterior, caso você queira expor seu capital às maiores empresas do mundo. No Brasil, nós temos diversas empresas que são líderes em seu setor de atuação. 

Entretanto, as maiores empresas do mundo estão nos Estados Unidos e boa parte dos produtos que consumimos diariamente vem dessas empresas. Inclusive, através das bolsas norte-americanas, é possível se expor ao mercado europeu e asiático.

Vantagens de investir no exterior

Começar a investir no exterior é uma maneira de proteger seu patrimônio contra as oscilações da economia nacional, as mudanças nas leis do Brasil e de diversificar sua carteira, o que, além de diluir os riscos, também potencializa seus retornos.

É claro que você não precisa investir 100% do seu patrimônio fora do Brasil. Se você nunca aplicou no exterior, você pode começar aos poucos, com 5% ou 10%. O valor final de exposição da sua carteira vai depender da sua estratégia de investimentos.

Valor investe

A forma mais vantajosa de começar a investir fora, é diretamente em corretoras internacionais. Existem outras opções, como os BDRs. Contudo, um BDR é um documento negociado na bolsa brasileira que apenas representa uma ação. Portanto, ao aplicar em BDRs, você não está de fato comprando aquela ação.

Além disso, se a sua intenção for proteger o seu patrimônio das constantes mudanças na legislação nacional, os BDRs não fazem sentido. Isso porque, com os BDRs, você está sujeito às leis nacionais e internacionais. Logo, você está se expondo duplamente.

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

Como investir no exterior?

Antigamente, começar a investir no exterior era um pouco complicado, já que você tinha que abrir uma conta em uma corretora no exterior (em inglês) ou recorrer a outras alternativas, como os BDRs. Porém, hoje em dia existem corretoras norte-americanas que oferecem atendimento personalizado em português.

Ou seja, ficou muito mais fácil investir no exterior e você nem precisa falar inglês. Várias corretoras não cobram taxas e a abertura é totalmente online e gratuita. Para abrir sua conta, basta preencher os dados solicitados. Enfim, algumas das corretoras mais escolhidas entre os brasileiros são:

quando começar a investir no exterior

1- Avenue

Uma das principais corretoras escolhidas por quem deseja começar a investir fora é a Avenue. Isso porque ela foi a primeira corretora norte-americana a desenvolver uma plataforma focada em oferecer atendimento ao público brasileiro. A sua plataforma é toda em português e nos primeiros 10 investimentos no mês, ela não cobra taxa de corretagem.

O spread (diferença entre o dinheiro enviado em reais para a conversão em dólar), é de 2% e ela oferece suporte ao Imposto de Renda (IR), no Brasil. Sendo assim, quando você for fazer sua declaração de IR, você não precisa se preocupar, pois a corretora te explica como informar todas as aplicações que você tiver realizado por meio dela.

Quando começar a investir no exterior? Vantagens e como começar

Avenue

Através da Avenue o investidor tem acesso a todo o mercado financeiro norte-americano, podendo aplicar nos mais diversos tipos de ativos. Por outro lado, a desvantagem da Avenue é que ela cobra uma taxa de saída (transferência de ativos entre corretoras), altíssima.

Passfolio

Outra opção para começar a investir fora é a Passfolio, que possui corretagem totalmente gratuita e sem limite de ordens por mês. O spread é um pouco menor, cerca de 1,5% e ela acessa apenas o mercado dos EUA. A Passfolio também oferece suporte para brasileiros e para Imposto de Renda.

Passfolio

Stake

Para finalizar, temos a Ameritrade, que, diferente das anteriores, não é focada no público brasileiro. Desse modo, ela não oferece suporte em português e, para investir no exterior por meio dela, é preciso saber inglês. 

Como ela não é destinada aos brasileiros, ela não oferece suporte na declaração de IR e ela não tem spread, logo, você precisa fazer o câmbio por conta própria.

Como vantagem da Ameritrade, temos o fato de que ela acessa não apenas o mercado norte-americano, como também o mercado do Canadá. Sendo assim, ela oferece muito mais opções de aplicações do que as corretoras anteriores.

Agora que você conhece as corretoras que os brasileiros mais escolhem, veja o vídeo de Raul Sena e entenda mais sobre o melhor momento para começar a investir fora:

E aí, gostou de descobrir quando começar a investir no exterior? Então aprenda agora mesmo como Investir no exterior – Como funciona, vantagens e formas de investir

Imagens: The cap, Onze, Valor investe, Avenue e Passfolio

Conte-nos a sua opinião...