Tesouro prefixado a 11, 5% ao ano, vale a pena investir?


Com o aumento da taxa Selic, como uma tentativa de controlar a inflação, os títulos de renda fixa estão proporcionando rendimentos cada vez mais interessantes. No momento estão sendo ofertados até mesmo títulos do tesouro prefixado a 11,5% ao ano.

Com retornos tão altos, o número de investidores interessados em aplicar em títulos de renda fixa está crescendo. Mas será que vale a pena investir nesses títulos?

Lembrando que, apesar de falarmos sobre o tesouro prefixado, este texto não deve ser considerado como uma recomendação de investimentos.

Rentabilidade da renda fixa

Atualmente, estão surgindo muitas ofertas de títulos públicos com altos rendimentos. Essa alta é resultado do aumento da taxa Selic, que está sendo elevada para controlar a inflação. Sendo assim, no dia em que este texto está sendo escrito, foi possível encontrar títulos do tesouro prefixado oferecendo um retorno de 11,5% ao ano.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Entretanto, antes de investir nesses títulos, é importante se ater a alguns detalhes. Isso porque alguns títulos que estão oferecendo bons retornos são títulos com juros semestrais. Dessa forma, duas vezes ao ano o investidor recebe o rendimento da sua aplicação.

Isso pode ser vantajoso ou desvantajoso, dependendo da situação financeira do investidor. Para as pessoas que estão vivendo de renda, esse recebimento pode ser útil já que o dinheiro pode ser usado como uma espécie de salário semestral.

Tesouro prefixado a 11, 5% ao ano, vale a pena investir?

Onze

Contudo, para as pessoas que ainda estão construindo patrimônio, os títulos com juros semestrais podem não ser vantajosos. Isso porque, a cada vez que o rendimento é pago ao investidor, é descontado o Imposto de Renda (IR), de acordo com a tabela regressiva.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O problema é que no começo a alíquota de IR é bem alta. Além disso, ao passar os rendimentos para o investidor, os juros compostos não têm o mesmo efeito. Ou seja, você pode ter um retorno menor, pois os juros compostos não poderão agir direito.

Portanto, se você estiver na fase de construção de patrimônio, talvez os títulos sem juros semestrais sejam mais vantajosos. Sendo que esses títulos também estão oferecendo um retorno interessante. Por exemplo, hoje é possível encontrar um título prefixado a 10,55% ao ano.

Tesouro prefixado de 11,5% ao ano, vale a pena?

Os títulos públicos estão oferecendo uma rentabilidade tão alta, que eles estão batendo recordes de rentabilidade. Por exemplo, o tesouro prefixado que está pagando 11,5% ao ano, foi o maior prêmio já pago por esse título, que começou a ser negociado em fevereiro de 2020.

Para entender o motivo pelo qual esses títulos estão oferecendo um retorno tão grande, precisamos falar sobre a inflação. Em síntese, a alta da inflação acumulada nos últimos 12 meses bateu os 9,68%. Sendo assim, se você subtrair a inflação da rentabilidade oferecida pelos títulos, esses títulos não são tão atrativos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ou seja, se considerarmos apenas a rentabilidade nominal, os títulos públicos estão oferecendo excelentes retornos. Porém, se considerarmos a inflação, vamos perceber que o retorno não é tão grande assim. Além disso, é preciso considerar que a inflação pode continuar a subir.

Riconnect

Dessa maneira, se a inflação subir demais, mesmo com uma taxa de juros tão alta, os títulos prefixados podem não ser vantajosos. Isso porque os títulos prefixados pagam a mesma taxa de juros até o vencimento do título. Logo, se a inflação subir demais, o retorno do investidor pode ser muito prejudicado.

É por isso que o governo está aumentando cada vez mais o prêmio oferecido, pois a inflação está muito alta e está prejudicando os retornos reais dos investimentos. Logo, esses títulos não estão sendo absorvidos com facilidade pelo mercado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Perspectivas futuras

O objetivo do governo é travar a inflação em 7,5%. Se ele conseguir travar a inflação nesse patamar, os títulos do tesouro prefixado a 11,5% ao ano podem ser vantajosos. Se o governo conseguir reduzir ainda mais a inflação, então o investidor pode conseguir um retorno ainda mais interessante.

No entanto, se considerarmos o cenário atual, é difícil acreditar que a inflação será facilmente controlada. Um dos motivos para isso é porque, no momento, estamos no meio de uma greve dos caminhoneiros e não sabemos como essa história irá se desenrolar.

Dessa forma, mesmo o governo aumentando a taxa de juros oferecida pelos títulos públicos, o mercado não está absorvendo esses títulos. Logo, é possível que a gente veja títulos oferecendo um retorno ainda maior em breve. Até porque, é pouco provável que o governo consiga controlar a inflação com facilidade.

Tesouro prefixado a 11, 5% ao ano, vale a pena investir?

Capitalist

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Por isso, investir em títulos prefixados neste momento pode não valer muito a pena, já que a inflação pode continuar a subir. Uma dica para identificar um bom momento para aplicar nesses títulos é esperar por um sinal de que o governo está conseguindo controlar a taxa de juros.

Vale destacar que esse aumento da inflação não é um problema exclusivo do Brasil. Na verdade, esse é um problema causado pela injeção de dinheiro realizada por vários países durante a pandemia da Covid-19. É claro que essa injeção foi necessária para lidar com os problemas da pandemia, mas a inflação é o resultado disso.

Tesouro IPCA+

O Tesouro IPCA+ é um título público híbrido que paga a inflação do período, mais uma taxa de juros prefixada. Isso significa que o investidor sempre terá um ganho acima da inflação, isto é, um ganho real com a aplicação. No momento esses títulos também estão oferecendo retornos bem interessantes.

Atualmente é possível encontrar títulos com rentabilidade real de 4,81% ao ano. Se colocarmos na ponta do lápis, além de protegerem contra a inflação, eles ainda podem proporcionar um retorno mais alto do que o tesouro prefixado. No entanto, eles possuem a desvantagem de terem um prazo de vencimento muito longo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Assista ao vídeo de Raul Sena, o Investidor Sardinha, para entender mais sobre o aumento da inflação e como isso está relacionado com os títulos públicos:

Enfim, agora que você sabe se compensa investir em tesouro prefixado a 11,5%, aproveite para conferir o CDB de 12,5% ao ano: vale a pena investir nesse título de renda fixa?

Fonte: Roteiro de Raul Sena

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Imagens: App investe, Capitalist, Onze e Riconnect


Conte-nos a sua opinião...