Cotista, o que é? Definição, direitos, deveres e como se tornar um


Os cotistas são todos os investidores de fundos de investimento. Como o patrimônio de um fundo é dividido em cotas, ao aplicar em fundos, sejam eles abertos ou fechados, o investidor passa a ser chamado de cotista. 

Os cotistas possuem diversos direitos e deveres, como por exemplo, o de participar da Assembleia Geral de Acionista. Ao adquirir cotas de um fundo, entende-se que o investidor está de acordo com as regras do fundo. 

Além disso, vale considerar se o fundo é aberto ou fechado. Isso porque, em fundos abertos, o investidor pode fazer o resgate ou aumentar sua participação quando quiser. Já nos fundos fechados, ele deve obedecer os prazos estipulados pelos fundos. 

O que é cotista

Os fundos de investimentos são divididos em cotas, logo, os investidores que adquirem as cotas dos fundos são chamados de cotistas. Em outras palavras, o cotista é o investidor de fundos de investimento, seja ele aberto ou fechado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Cotista, o que é? Definição, direitos, deveres e como se tornar um

Exame

O cotista é o elemento chave para a existência de qualquer tipo de fundo. Isso porque, ao aplicar em cotas, ele está contribuindo com o patrimônio do fundo.

Ou seja, é o capital de todos os cotistas – que formam o patrimônio do fundo – que, posteriormente, será aplicado em ativos, de acordo com o tipo de fundo.  

Direitos e deveres dos cotistas

Os direitos e deveres dos cotistas dependem do regulamento próprio do fundo. No entanto, independente da quantidade de cotas que o investidor possuir, os direitos e deveres são os mesmos para todos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Apesar de possuírem os mesmos direitos e deveres, a Comissão de Valores Mobiliário (CVM) estabelece uma classificação para os cotistas, sendo eles:

Investidor qualificado: São os investidores com mais de R$ 300 mil investidos e que atestaram por escrito a sua condição de investidor qualificado. 

Investidor super qualificado: Igual ao anterior, porém, os investidores devem possuir pelo menos R$ 1 milhão disponível para investir. 

Cotista, o que é? Definição, direitos, deveres e como se tornar um

Ar investimentos

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Como dito anteriormente, as regras variam de acordo com o fundo. Entretanto, os fundos pedem que os cotistas mantenham seus dados cadastrais atualizados e acompanhem as informações divulgadas pelo fundo, como por exemplo, os relatórios de atividades. 

Além disso, é importante que os cotistas participem da Assembleia Geral dos Cotistas. Isso porque é na assembleia que são realizadas as tomadas de decisões do fundo.

Dessa maneira, a assembleia discute sobre a administração, gestão e estratégias de investimento. Sendo assim, é responsabilidade dos cotistas mudarem ou não o regulamento do fundo, que segue as normas da CVM.  

As reuniões dos cotistas devem ser avisadas com pelo menos 10 dias de antecedência, e o resumo das decisões tomadas nas assembleias devem ser repassadas para todos os integrantes.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O cotista possui o direito de receber uma cópia do regulamento, do prospecto do fundo e do relatório de atividades. Por fim, ele tem ainda o direito de ser informado sobre informações que podem influenciar sua decisão de permanecer ou não como cotista daquele fundo. 

Diferenças entre fundo aberto e fechado

A principal diferença entre um cotista de fundo aberto e fechado está na possibilidade de fazer novas aplicações. Assim, em um fundo aberto, o cotista pode aplicar mais no fundo sempre que quiser. Ele também pode fazer o resgate do seu patrimônio quando lhe for conveniente.

Cotista, o que é? Definição, direitos, deveres e como se tornar um

Isto é dinheiro

Por outro lado, o cotista do fundo de investimento fechado não pode aplicar mais dinheiro no fundo quando desejar. Sendo assim, existe um período de captação de recursos, onde novos investidores podem se tornar cotistas daquele fundo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Sendo assim, os cotistas só podem fazer o resgate do investimento durante o período próprio para isso, ou caso ele consiga encontrar uma pessoa disposta a comprar sua participação no fundo. 

Outra diferença entre os fundos abertos e fechados é que os fechados possuem uma data pré-determinada para serem encerrados. Desse modo, ocorre a venda dos ativos e o pagamento dos acionistas. Já um fundo aberto também pode ser encerrado, mas o seu funcionamento é por tempo indeterminado. 

Outros componentes de um fundo

Além do cotista, existem outras pessoas que fazem parte de um fundo de investimento. Dentre eles, podemos destacar:

Gestor: O gestor é o profissional responsável por realizar todas as aplicações do fundo. Ou seja, apesar do cotista contribuir com a construção do patrimônio do fundo, quem escolhe as aplicações é o gestor. Porém, este profissional não tem total autonomia de escolha, já que ele deve seguir o regulamento do fundo. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ibe

Administrador: O administrador é basicamente o responsável pelo funcionamento do fundo. Dessa forma, é ele quem registra o fundo na CVM, aprova o regulamento e envia o relatório de atividades para os cotistas. 

Auditor: O auditor é uma empresa que visa garantir que as contas e os documentos do fundo estejam de acordo com as normas da CVM. Sendo assim, o seu papel principal é o de garantir transparência e segurança para o cotista. 

Custodiante: Para finalizar, temos ainda a figura do custodiante, responsável pela guarda dos papéis adquiridos pelo gestor. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Como se tornar um cotista

Para se tornar um cotista, basta que você invista em um fundo de investimento. Contudo, antes de escolher um fundo, é importante considerar seu perfil de investidor. Isso porque existem diversos tipos de fundos de investimentos que se encaixam em perfis de investidores diferentes. 

Depois de determinar seu perfil, você deve analisar os tipos de fundos e escolher o que melhor se encaixa com o seu perfil e objetivos. Algumas opções são os fundos de ações, renda fixa e multimercado

Sonho seguro

Por fim, o modo de entrar em um fundo vai depender se ele é aberto ou fechado. Nos fundos abertos, você pode negociar sua entrada diretamente com os administradores, que podem ser os bancos, distribuidoras de fundos ou corretoras

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Em contrapartida, é possível entrar nos fundos fechados através do mercado secundário ou por ofertas públicas. No caso do mercado secundário, é preciso ter uma conta em uma corretora ou distribuidora que opere na bolsa de valores brasileira

Antes de investir em fundos de investimento, é importante conhecer também sobre os custos deste tipo de ativo, inclusive sobre a Taxa de administração, o que é? Como funciona e como é cobrada

Fontes: Suno, Mais retorno e Infomoney

Imagens: Exame, Ar investimentos, Ibe, Suno, Sonho seguro e Isto é dinheiro

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE


Conte-nos a sua opinião...