Volatilidade, o que é? Cálculos, riscos, impactos e como usar à seu favor


A volatilidade serve, principalmente, para demonstrar as variações de um ativo e seu risco. Dessa maneira, através da análise da variação de um ativo, o investidor consegue determinar quais são as possibilidades de retorno e qual o risco ele está disposto a correr. 

Para determinar a volatilidade de um ativo, o investidor deve realizar uma análise fundamentalista ou análise técnica. Com essas duas análises é possível averiguar como ocorrem as oscilações dos ativos. 

Em resumo, quanto maior é a volatilidade de um ativo, maior é o seu risco. Ou seja, com riscos elevados também existe a possibilidade de ganhos elevados. 

O que é volatilidade

A volatilidade é uma maneira de determinar as oscilações de um ativo. Em outras palavras, a volatilidade está ligada às mudanças de preço de um ativo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Sendo assim, quando uma ação passa por muitas oscilações de preço, ela possui uma alta volatilidade. 

Volatilidade, o que é? Cálculos, riscos, impactos e como usar à seu favor

Infomoney

Portanto, podemos considerar que as variações de preço de um ativo podem representar uma maior probabilidade de ganho ou perda. Logo, entender qual a volatilidade de um ativo serve para demonstrar os riscos presentes em um ativo e se a possibilidade de risco compensa. 

Riscos

Todos os investimentos apresentam riscos. No entanto, alguns são mais arriscados e apresentam uma possibilidade de retorno melhor.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Nesse cenário, determinar a volatilidade de um ativo é uma forma de determinar os riscos de um investimento. Com isso, o investidor consegue estabelecer quais os riscos ele está disposto a correr e tomar medidas de gerenciamento de riscos

Live capital

Apesar de ser uma ferramenta muito útil para analisar as oscilações dos ativos, a análise de volatilidade é apenas uma previsão de possíveis cenários.

Isso significa que sua estimativa pode não se concretizar completamente. Ou seja, os ganhos podem exceder as expectativas do investidor, ou ele pode perder muito dinheiro

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Tipos de volatilidade

Dentro do mundo dos investimentos, podemos separar a volatilidade em três tipos:

Histórica: E usada para determinar as oscilações de preços dos ativos no passado. Dessa forma, ela serve como uma previsão da volatilidade futura. 

Vexter

Implícita: Baseado na histórica e em outras variáveis, como, por exemplo, os preços dos ativos negociados no mercado futuro, determina-se a volatilidade implícita. Em síntese, esse tipo serve como uma estimativa dos preços dos ativos futuros. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Volatilidade real: Por fim, a volatilidade real se refere à variação real do preço do ativo no futuro. 

Impactos

A volatilidade está presente não apenas nos investimentos, mas também em diversas outras áreas econômicas como:

1- Mercado

Além das oscilações de preços dos ativos, o mercado em si também pode ter volatilidade. Desse modo, uma situação de mercado volátil ocorre quando os preços estão passando por constantes oscilações e não se mantêm por muito tempo.  

Suno

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O mercado é impactado por acontecimentos econômicos, políticos e socioculturais. Por isso, o investidor deve ficar sempre atento aos acontecimentos no Brasil e no mundo, a fim de prever o mercado volátil e se preparar para ele. 

2- Bolsa de valores

A bolsa de valores em sua essência é volátil. É essa oscilação que permite que ela seja um ambiente cheio de oportunidade de ganhos infinitos. É claro, que essas variações também podem trazer perdas. 

3- Câmbio

A volatilidade de câmbio está relacionada às variações de preços de comercialização de moedas como real, euro e dólar. Quando se diz nos noticiários que o dólar teve alta ou baixa, é à volatilidade de câmbio que está sendo noticiada. 

Volatilidade, o que é? Cálculos, riscos, impactos e como usar à seu favor

Cnn Brasil

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A volatilidade de câmbio impacta boa parte do mercado financeiro. Isso porque, os preços das principais moedas do mundo, como por exemplo o dólar, impacta diversos outros países. Além disso, é ela quem possibilita a negociação de contratos futuros de moedas.

Cálculo da volatilidade

Os cálculos de volatilidade geralmente são feitos durante a análise fundamentalista ou técnica de uma empresa. Existem algumas maneiras de se calcular, sendo que a mais usada é o desvio padrão da rentabilidade histórica.

 Para isso é preciso calcular o retorno diário do ativo analisado por meio da fórmula: 

volatilidade

The cap

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O resultado desse cálculo é a volatilidade diária do ativo. Por fim, é preciso transformar esse valor diário em volatilidade anual:

volatilidade

The cap

Como usar a volatilidade a seu favor

Uma das principais formas de ganhar dinheiro na bolsa de valores é por meio das variações de preço. Isso porque, o interessante é comprar na baixa e vender na alta. Logo, se não houvesse oscilações de preços, essa estratégia não seria possível. 

A importância da volatilidade pode ser sentida especialmente para as pessoas que fazem Day Trade. Esse tipo de aplicação é caracterizada por ser de curtíssimo prazo, com compra e venda no mesmo dia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Dessa maneira, o que os tradres fazem é comprar determinado ativo, após analisar a sua volatilidade, e vender esse ativo quando o preço subir. 

Volatilidade, o que é? Cálculos, riscos, impactos e como usar à seu favor

Live capital

Para os investidores de longo prazo, a volatilidade também não é um risco. Isso porque, as variações passageiras não afetam os investimentos de longo prazo realizados com base na análise fundamentalista. A tendência é que a empresa se recupere de uma baixa momentânea e volte a se valorizar. 

Enfim, a volatilidade pode ainda ser usada como uma oportunidade de investimento para holders. Dessa forma, após analisar a empresa, o investidor espera por uma oscilação que lhe permita comprar as ações por preços abaixo do seu valor intrínseco. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Além da análise de volatilidade dos ativos, outra maneira de determinar as oscilações de um ativo é por meio do Stress test, o que é? Definição, características e como fazer

Fontes: Rico, Toro investimentos e The cap

Imagens: The cap, Live capital, Vexter, Suno, Cnn BrasilValor investe, Live capital, Infomoney e Cnb Maringá 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Conte-nos a sua opinião...