Guilherme Benchimol, quem é? Carreira e fundação da XP Investimentos


Guilherme Benchimol é o co-fundador da maior corretora de valores do Brasil. A empresa, que foi criada em 2002, já alcançou mais de 2 milhões de clientes, o que resultou em cerca de R$ 366 bilhões sob sua custódia.

A história do empresário é uma fonte de inspiração em relação à sua perseverança e dedicação para realização do seus sonhos. Afinal, hoje a corretora emprega mais de 2 mil pessoas, porém, quando foi aberta, ela só contava com os sócios e dois estagiários. 

No final de 2019, a XP abriu o seu capital na Nasdaq. A IPO não apenas foi um sucesso, como foi a maior abertura de capital da bolsa norte-americana, em 2019. O número de pessoas interessadas superou em dez vezes a quantidade de papéis disponíveis. 

Carreira de Guilherme Benchimol

No ano de 2000, após se formar em economia, Guilherme Benchimol começou a trabalhar em uma corretora de valores. Na companhia, Benchimol tinha o papel de atrair clientes novos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

No entanto, em 2001, a corretora que Guilherme Benchimol trabalhava faliu e ele se viu desempregado. Quando foi demitido, ele tinha apenas 24 anos, e entendeu o fato como uma derrota pessoal. 

O globo

No entanto, enquanto trabalhava nesta primeira corretora, Guilherme Benchimol viajava muito, já que precisava fazer contato direto com os clientes.

Em uma das viagens, Guilherme tinha conhecido o dono de uma corretora em Porto Alegre. Natural do Rio de Janeiro, o jovem decidiu tentar a vida no Sul, após conseguir um emprego nesta corretora de Porto Alegre.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Enfim, foi nesta segunda corretora que Guilherme Benchimol fez contato com o único outro funcionário na sua faixa etária (os outros eram todos bem mais velhos), Marcelo Maisonnave. Com objetivos em comum, os dois amigos decidiram sair da corretora, em 2002, e abrir a XP Investimentos juntos. 

XP Investimentos

Ao saírem da corretora para abrirem o próprio negócio, Guilherme Benchimol e Marcelo Maisonnave tinham somente R$ 20 mil. Dessa maneira, eles se planejaram e alugaram uma sala de 20m². Depois disso, compraram alguns computadores usados de uma lan house e contrataram dois estagiários, Ana Clara e Tiago. 

Guilherme Benchimol, quem é? Carreira e fundação da XP Investimentos

Folha

Os sócios eram os responsáveis por atrair novos clientes. Sendo assim, eles visitavam clientes em potencial e tentavam conquistar sua confiança. Já os estagiários ficavam por conta da parte burocrática da empresa. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Entretanto, o começo da carreira da XP Investimentos não foi fácil. No ano de 2002, a bolsa de valores passou por várias baixas. A situação estava tão complicada, que a cotação do dólar dobrou de valor. 

Esse cenário de desestabilidade da bolsa fazia com que fosse difícil conseguir novos clientes. Afinal, em períodos conturbados, normalmente as pessoas fogem da bolsa. Os poucos clientes que Guilherme e Marcelo conseguiam investiam muito pouco.

Desafios

Sustentar o negócio estava difícil. Guilherme Benchimol chegou até mesmo a vender seu carro para colocar mais dinheiro no negócio. Contudo, com o pouco dinheiro que entrava no caixa, a tarefa de manter a empresa funcionando parecia impossível. 

Em meio ao desafio de manter a empresa viva, Tiago havia encontrado um emprego em um banco e, com isso, passaria a receber um salário melhor. Desse modo, o estagiário pediu demissão e saiu da XP Investimentos. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Endeavor

Os sócios ficaram com medo de também perder Ana Clara, e então fizeram uma proposta que ela aceitou. Em síntese, Guilherme e Marcelo ofereceram para a estagiária o papel de sócia da empresa. Sendo assim, Ana Clara passou a ser dona de 10% da XP. 

É claro que, com tantas dificuldades e trabalhando tanto, Guilherme pensou em desistir. Mais do que pensar, ele chegou a pegar R$ 5 mil emprestado e estava pronto para volta para o Rio de Janeiro e recomeçar a vida. 

Educação a chave para o sucesso

Quando estava pronto para desistir dos seus sonhos, um acontecimento fez com que Guilherme decidisse dar mais uma chance para a empresa. O que aconteceu foi que um grupo de amigos pediu para que Guilherme desse algumas aulas sobre investimentos. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Guilherme Benchimol marcou a reunião de amigos, e 20 pessoas compareceram. Portanto, Guilherme e Marcelo ensinaram a todos como o mercado de ações funcionava. Posteriormente, 18 das pessoas que participaram da aula, se tornaram clientes da XP. 

Com os novos clientes resultantes da aula sobre investimentos, fez com que Guilherme percebesse que a educação era a chave para o sucesso da empresa. Muitas pessoas não investiam simplesmente porque não tinham conhecimento sobre o mercado de ações. 

Guilherme Benchimol, quem é? Carreira e fundação da XP Investimentos

Isto é dinheiro

Com essa nova percepção sobre os clientes, os sócios decidiram criar um curso sobre investimentos na bolsa de valores. O curso custava R$ 300,00 por aluno e o resultado foi R$ 9 mil reais. Além disso, muitas das pessoas que participaram do curso se tornaram novos clientes. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Depois do resultado positivo do primeiro curso, Guilherme e Marcelo passaram a dar cursos todos os finais de semana. Dessa forma, a cada curso, novos clientes eram atraídos para a XP. Com os novos clientes entrando na corretora, a empresa foi crescendo. Logo, novos escritórios foram sendo abertos em todas as regiões no Brasil. 

O crescimento foi rápido e, em 2003, a XP comprou uma corretora. Dessa maneira, a gestora da empresa começou a funcionar em 2005 e era basicamente como um clube de investimentos. Inicialmente, somente Marcelo, Guilherme e seu pai  investiam. Porém, atualmente o clube de investimentos é um fundo e possui mais de R$ 3 bilhões. 

XP na Nasdaq

A XP investimentos entrou para a bolsa norte-americana Nasdaq no dia 11 de dezembro de 2019. Sendo assim, a IPO da XP investimentos foi considerado como o maior do ano, na Nasdaq.

Com a abertura de capital, o valor de mercado da empresa de Guilherme Benchimol passou de R$ 62,5 bilhões para R$ 78,2 bilhões. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Guilherme Benchimol, quem é? Carreira e fundação da XP Investimentos

Infomoney

A IPO da XP ocorreu por meio da venda de 72,5 milhões de ações. Dessa forma, 42.553.192 ativos foram na oferta primária, ou seja, o dinheiro foi para os cofres da empresa. As 29.957.449 ações restantes, fizeram parte da oferta secundária.

O lançamento das ações foi liderado por Goldman Sachs Inc., Banco Itaú BBA SA, JPMorgan Chase, Morgan Stanley, e XP Investimentos. Um detalhe interessante é que a demanda pelos ativos superou em dez vezes a oferta dos papéis. 

E aí, curtiu conhecer a história de sucesso do co-fundador da XP Investimentos? Então, aproveite para conhecer também o perfil de Eduardo Saverin, quem é? Vida, investimentos e fundação do Facebook

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Fontes: Suno, Eu quero investir e Mais retorno

Imagens: Causa operaria, Isto é dinheiro, Endeavor, O globo, Infomoney e Folha


Conte-nos a sua opinião...