Rico vs Pobre: importantes diferenças entre mentalidades


Se fizermos um comparativo entre rico vs pobre, vamos notar que existem grandes diferenças entre os dois tipos de mentalidades. Conhecer essas diferenças é essencial para as pessoas que desejam enriquecer.

Portanto, se você pretende fazer parte da porcentagem da população milionária ou bilionária, é preciso deixar a mentalidade pobre de lado e focar na mentalidade de rico.

Apesar de falarmos sobre algumas diferenças entre rico e pobre, este texto não deve ser considerado como uma recomendação ou indicação do que você deve ou não fazer em sua vida financeira.

Mentalidade de Rico vs Pobre

Muitas pessoas acreditam que o caminho da riqueza é o seguinte: ir para escola, depois ir para faculdade e se formar, conseguir um trabalho, juntar dinheiro, financiar uma casa ou um carro, se casar e ter filhos. No entanto, o fato é que entre 2. 750 bilionários nenhum deles seguiu este caminho.

Se limitar a fazer uma faculdade e conseguir um emprego é uma maneira de ter uma vida agradável, mas certamente não vai te deixar rico e muito menos te colocar na pequena porcentagem dos bilionários existentes no mundo.

Quase 50% dos bilionários receberam o seu patrimônio como herança. Neste caso, para descobrirmos de onde veio esse dinheiro, teríamos que pesquisar o que os pais dessas pessoas fizeram para enriquecer. Ao invés disso, vamos analisar os outros 50%, os que não enriqueceram por herança.

Rico vs Pobre

Room for discussion

Para analisar isso, precisamos falar sobre mentalidade. Algumas pessoas são ricas, porém, elas mantêm a mentalidade de pobre por medo de perder tudo e voltar à pobreza. Temos também a mente das pessoas de classe média. A mentalidade de classe média é uma espécie de debate entre a mentalidade rica e pobre.

De um lado, a pessoa tem ideias para empreender e enriquecer. Por outro lado, ela tem medo de voltar à pobreza e de arriscar. Logo, a tendência é que ela permaneça em sua zona de conforto e não se torne milionária nunca. Enquanto essa pessoa não deixar o lado rico guiar sua mentalidade e começar a se arriscar, ela não vai enriquecer.

Desse modo, se você é de classe média, faça uma reflexão sobre seu modo de pensar e de lidar com o medo. Por meio dessa reflexão você poderá identificar se você está se deixando guiar pela mentalidade rica ou pobre. Alguns pontos para refletir são:

1- Como se tornar rico

Atualmente o mundo tem mais de 7 bilhões de pessoas e menos de 70 milhões possuem mais de 1 bilhão de dólares. Se você quer enriquecer e fazer parte da pequena porcentagem que é bilionária, você vai ter que deixar a mentalidade de pobre de lado e focar na mentalidade de rico.

Ou seja, você precisa ser a pessoa que entrega o contracheque e não a que recebe. Em outras palavras, você deve deixar de lado o seu emprego estável e se arriscar mais. Inicialmente você não precisa pedir demissão e se dedicar integralmente a um novo negócio.

Rico vs Pobre

Empreender dinheiro

Ao invés disso, você pode abrir uma empresa ao mesmo tempo em que continua em seu trabalho. Contudo, quando seu negócio começar a gerar renda, largue o seu trabalho e se dedique à sua própria empresa. Vai dar muito medo, mas sair da zona de conforto é essencial para evoluir.

Se o seu medo é não ter mais estabilidade, saiba que o seu emprego, na verdade, também possui riscos. Isso porque, quando você trabalha para outra pessoa, você corre o risco de ser demitido ou ainda da empresa quebrar. Não existe segurança no mundo, é preciso entender isso e tomar a decisão de seguir em frente e se dedicar à sua empresa.

2- Levar a sério a matemática básica

Uma grande diferença entre o rico e pobre é que os ricos levam a sério o dinheiro e entendem os fatores relacionados às suas finanças pessoais. Em contrapartida, as pessoas de mentalidade pobre não levam a sério nem a matemática básica.

Por exemplo, ao invés de entenderem como os juros compostos funcionam e como ele está relacionado com as dívidas, o cheque especial e o cartão de crédito, essas pessoas preferem não se informar. O resultado disso é uma vida financeira arruinada.

Tbsconsultoria

Se você tem uma mentalidade de pobre e com preguiça de entender o mínimo de finanças, você pode cair em falácias. Um exemplo disso é acreditar que só é possível conseguir bens como carro e casa, por meio de financiamentos. Ou ainda que o consórcio é investimento.

Por exemplo, uma pessoa que não se controla o suficiente para juntar dinheiro, pode escolher acreditar em um vendedor de consórcio. Ao invés dela pesquisar os motivos pelos quais o consórcio não vale a pena, ela prefere acreditar no vendedor de consórcios.

Por outro lado, as pessoas de mentalidade rica procuram informações sobre os assuntos que estejam relacionados com seu dinheiro. O resultado disso é que elas primeiro compram ativos e não passivos. Sendo assim, elas investem seu dinheiro e recebem os juros compostos, ao invés de pagá-los.

3- Investir não vai te deixar rico

Investir serve apenas como uma maneira de fazer o seu dinheiro trabalhar por você e contribuir com a construção do seu patrimônio. Entretanto, apenas investir em ações não vai te deixar rico. Nem mesmo Warren Buffett, um dos maiores investidores do mundo, se tornou bilionário apenas investindo.

O que os bilionários fazem é empreender. Dessa maneira, ao criarem negócios de sucesso, os bilionários possuem mais dinheiro para investir e construir seu patrimônio. A bolsa é ótima para aumentar o patrimônio, mas não para criar um do zero. Portanto, a lição que fica é: é preciso empreender e investir para se tornar bilionário.

Rico vs Pobre

Contábeis

4- Como o rico e o pobre enxergam o empreendedor

As pessoas de mentalidade pobre geralmente enxergam a figura do empreendedor como uma pessoa ruim que tortura pessoas. Quem pensa dessa forma e tem raiva dos empreendedores, não vai conseguir empreender. O que as pessoas de mentalidade pobre não percebem é que além de ser um gerador de emprego, o empreendedor é a base da sociedade.

Isso porque, todo empreendedor tem um projeto que transforma a vida das pessoas para melhor, ainda que ele não se preocupe com isso. Ou seja, mesmo que o empreendedor esteja focado apenas em ganhar dinheiro, ele afeta positivamente a vida de milhares de pessoas.

5- A raiz do medo de empreender

Agora que você conhece algumas diferenças de mentalidade entre rico e pobre, está na hora de se questionar de onde vem o seu medo de empreender. Para entender isso, você precisa olhar para dentro de si mesmo e realizar uma autoanálise. Você tem medo de perder seu patrimônio? Perder o conforto?

Uma dica para perder o medo é ficar um mês sem o que você tem medo de perder. Por exemplo, se você tem medo de perder o conforto que é ter o carro próprio, tente ficar um mês sem carro. Por meio dessa experiência você irá notar que não é tão ruim ficar sem o seu carro. No fim das contas, você vai sobreviver, mesmo que tenha que andar de ônibus.

Enfim, agora que você viu um comparativo de rico vs pobre, veja o vídeo de Raul Sena, o Investidor Sardinha, para entender melhor as diferenças entre os dois tipos de mentalidade:

E aí, gostou do comparativo rico vs pobre? Então aproveite para aprender Como investir? Passo a passo e alternativas por menos de 100 reais

Imagens: Empreender dinheiro, Investnews, Room for discussion, Contábeis e Tbsconsultoria

Conte-nos a sua opinião...