Free float, o que é? Pra que serve, cálculos, vantagens e cuidados

23 de abril de 2021 - por Jaíne Jehniffer


O free float é o percentual de ações de uma companhia, que está disponível para livre negociação na bolsa de valores. Esse percentual serve como um indicador da liquidez e volatilidade dos papéis. 

Normalmente, quando o percentual de ações distribuídas entre os acionistas minoritários é alto, os papéis possuem liquidez maior. Em contrapartida, quando os ativos estão concentrados nas mãos de poucos acionistas, eles podem se tornar mais voláteis. 

Como aponta a liquidez e volatilidade dos papéis, o free float é usado ao se realizar a análise fundamentalista, como um importante indicador do risco de se investir em determinada empresa.

O que é free float?

O free float (FF) ou em português flutuação livre, é um indicador da quantidade de ações de uma empresa, que estão livres para negociação no mercado. Em outras palavras, o free float é usado para verificar a porcentagem de ações que estão livres para serem compradas ou vendidas na bolsa de valores

As ações que não fazem parte da porcentagem de flutuação livre, são pertencentes aos controladores do negócio ou possuem restrições. Sendo assim, as ações que não fazem parte do free float de uma empresa são: 

  • Ações preferenciais de classe especial;
  • Ativos detidos pelos acionistas estratégicos e controladores;
  • Ações detidas pela diretoria e gestão da companhia;
  • Ações em tesouraria.
Free float, o que é? Pra que serve, cálculos, vantagens e cuidados

Onze

Portanto, todas as ações que não se enquadrarem nos critérios acima, estão disponíveis para livre negociação entre os acionistas minoritários.

Porém, as empresas listadas na bolsa brasileira devem seguir algumas normas em relação ao free float. Desse modo, as companhias precisam manter o percentual mínimo de 25% do capital social em ações em circulação. 

No entanto, uma empresa pode manter ações em circulação em um percentual que seja correspondente apenas a 15% do capital social, se o volume médio de negociações diárias de seus papéis se mantiverem igual ou superior a R$ 25 milhões. Sendo que são considerados os últimos 12 meses. 

Enfim, a porcentagem mínima de 25% é exigida para a governança corporativa de Nível 1, Nível 2 e Novo Mercado. Entretanto, em algumas situações excepcionais, o percentual de FF pode ser alterado.

Por exemplo, quando a empresa ingressa no Novo Mercado e faz sua oferta pública, ela pode manter o free float em 15% do capital social por até 18 meses. 

Pra que serve?

O free float é usado para que o investidor consiga analisar o quanto o capital de uma empresa está concentrado. Nesse sentido, o FF é um indicador utilizado na análise fundamentalista para estudar os riscos relacionados à volatilidade e liquidez das ações.

Isso porque ele aponta se a porcentagem de ações disponíveis para livre negociação no mercado é alto (muitas ações) ou baixo (poucas ações). 

Quando existe um percentual alto de ações disponíveis para o mercado, geralmente as ações possuem maior liquidez. Sendo que, a liquidez é a facilidade com que o investidor consegue vender determinado ativo.

Porém, essa não é uma regra, pois ações com alto free float também podem ter baixa liquidez e vice-versa. 

Free float, o que é? Pra que serve, cálculos, vantagens e cuidados

Economatica

Todos os ativos de renda variável possuem algum grau de volatilidade. Contudo, esse nível de volatilidade pode variar. 

Quando as ações pertencem a poucas pessoas, a tendência é que os ativos sejam mais voláteis. Isso acontece porque as operações de venda de alguns poucos acionistas resultam em grandes impactos no preço das ações.

Por outro lado, quando existe um grande volume de ações distribuídas entre muitos acionistas minoritários, o risco normalmente é reduzido. 

Por fim, o free float pode ser usado também para analisar qual o percentual de ações ordinárias e preferenciais em circulação.

Em síntese, as ações ordinárias possibilitam voto nas assembleias da empresa. Já as ações preferenciais, possuem prioridade no recebimento de dividendos

A análise da quantidade de ações ordinárias e preferenciais em circulação, pode ser um indicativo de como a empresa lida com a participação dos acionistas no negócio.

Cálculos do free float

Para calcular o free float, é preciso dividir os números de ações em circulação, pelo total de papéis da empresa e multiplicar o resultado por 100, para que ele seja representado em porcentagem.

 Dessa maneira, a fórmula para descobrir o FF de uma companhia é: Free float = (Ações em livre circulação / Total de ações da empresa ) x 100.

Suponhamos que a empresa X possui um total de 6.800.00 ações. Desse total, 2.500.000 pertencem aos controladores e administradores e 800.000 estão em tesouraria. Logo, o total de ações em circulação é de 3.5000.000. 

Ao colocarmos esses dados da fórmula temos: Free float = (3.5000.00 / 6.800) x 100. Fazendo os cálculos temos: Free float = (0,515) x 100. O resultado final é Free float = 51,5%.

Asplan

Normalmente, o free float mais alto indica uma empresa mais atraente, pois ela pode ser menos volátil e ter maior liquidez. Porém, é importante não se basear apenas nesse indicar ao investir, já que ele não garante que a empresa terá sucesso.

Em contrapartida, quando o FF é baixo, o risco da empresa fechar o capital é maior. Uma companhia pode fechar o capital através de uma oferta pública de aquisição de ações (OPA), onde os ativos dos acionistas minoritários são adquiridos. Quando o FF é baixo, o valor necessário para comprar as ações dos minoritários é menor, o que facilita o processo de fechar o capital. 

Vantagens e cuidados

A análise fundamentalista é uma boa maneira de analisar uma empresa antes de investir nela. Isso porque essa análise considera diversos indicadores que servem para estudar profundamente a gestão, operação e potencial de crescimento de um negócio. 

Iatec

Sendo assim, o free float é vantajoso para o investidor adepto da análise fundamentalista e que deseja analisar a liquidez e volatilidade de um ativo. Por outro lado, é importante tomar cuidado para não usar o FF como um indicador isolado. O mais recomendado é utilizá-lo junto com outros indicadores fundamentalistas.

Caso você use o free float como único critério ao investir, você pode ter prejuízos, já que usado de maneira isolada ele não é tão eficaz. Portanto, antes de investir, utilize alguns Indicadores fundamentalistas – Pra que servem e lista dos 12 principais

Fontes: Capital research, Warren e Status invest

Imagens: Onze, Economatica, Bcn treinamentos, Asplan e Iatec

8 dicas do que fazer com a restituição do IR

Como comprar euro mais barato

As dívidas mais comuns entre os brasileiros e como evitá-las

Programa de fidelidade: o que é, como funciona e exemplos