O que é liquidez diária e como aproveitá-la? E liquidez no vencimento?

A liquidez diária é a característica de alguns tipos de aplicações. Com ela, você pode resgatar uma aplicação de maneira rápida e fácil.

25 de março de 2022 - por Jaíne Jehniffer


A liquidez diária é uma característica de alguns tipos de aplicações. Com ela, você pode resgatar uma aplicação de maneira rápida e fácil.

O que é liquidez diária

Em 1º lugar, liquidez é a capacidade de resgatar uma aplicação. Ou seja, a liquidez é o que permite que você resgate o dinheiro de um investimento antes do vencimento.

No caso dos investimentos com alta liquidez, você pode resgatar o seu dinheiro de forma mais fácil e rápida.

Por outro lado, se você aplicar em ativos de baixa liquidez, pode ser que você só consiga resgatar o seu dinheiro no vencimento da aplicação. 

Já os investimentos com liquidez diária são aplicações onde você pode transformar o ativo em dinheiro no mesmo dia em que solicita o resgate.

Em outras palavras, você pode vender o ativo quando desejar. Essa facilidade em resgatar o dinheiro aplicado é muito importante em objetivos de curto prazo.

Inclusive, por causa dessa rapidez em resgatar a aplicação, os ativos com liquidez diária são usados por muitos investidores para deixar o dinheiro da reserva de emergência.

Liquidez de vencimento

Como você já sabe, liquidez diária é a possibilidade de fazer o resgate de um ativo quando desejar. Em contrapartida, a liquidez de vencimento é quando você só pode resgatar a aplicação no vencimento do título.

Alguns ativos com este tipo de liquidez até permitem o resgate antecipado. Mas, neste caso, o investidor pode perder uma parte do rendimento.

Prós e contras

Ao escolher um ativo, analise a liquidez de acordo com o prazo do seu objetivo. Por exemplo, se você vai investir para o longo prazo, não precisa de liquidez diária.

Até porque o fato de não ter liquidez faz com que o ativo tenha o chamado risco de liquidez. Em resumo, este é o risco de você não conseguir resgatar uma aplicação quando desejar.

Como a baixa liquidez é considerada um risco, o retorno oferecido pela aplicação pode ser maior.

Portanto, se você está investindo com foco no longo prazo, uma aplicação com baixa liquidez pode ser melhor, já que você pode ter uma rentabilidade maior. Enfim, algumas vantagens e desvantagens da liquidez diária são:

1- Vantagens

A grande vantagem da liquidez diária é a facilidade de ter o dinheiro em mãos. Por exemplo, se você for deixar o seu dinheiro da reserva de emergência aplicado, você deve aplicar em ativos de alta liquidez.

Isso porque a reserva de emergência é uma reserva que serve para lidar com imprevistos. Logo, você pode precisar dela a qualquer momento.

Vale destacar que não é todo mundo que concorda que a reserva deva ser aplicada em ativos de liquidez diária. Isso porque, mesmo tendo liquidez diária, ainda existe um prazo para que o dinheiro caia na sua conta na corretora.

Além disso, você só pode resgatar no horário de funcionamento do mercado. Desse modo, como existe um prazo e um horário, se ocorrer uma emergência em que você precisa do dinheiro na hora, você pode ficar em apuros.

2- Desvantagens

A liquidez diária tem a desvantagem do impacto na rentabilidade. Por exemplo, se você vender ações você pode ter o dinheiro em conta em 3 dias.

No entanto, no curto prazo o mercado passa por constantes oscilações. Logo, você pode acabar vendendo na baixa. A liquidez diária também pode impactar o retorno de ativos de renda fixa.

Por exemplo, alguns títulos do tesouro direto sofrem com a marcação a mercado. Isso significa que você pode ter prejuízos se vender um título na baixa.

Outra desvantagem é o IOF –  Imposto sobre Operações Financeiras. Este é um imposto cobrado apenas em investimentos resgatados com menos de 30 dias desde a aplicação.

A alíquota do IOF segue uma tabela regressiva. Sendo assim, ela começa com uma alíquota de 96% e vai sendo reduzida com o passar dos dias, até chegar a 0% depois de 30 dias desde a aplicação.

Portanto, mesmo que um título tenha liquidez diária, o ideal é que você não faça o resgate antes de 30 dias desde a aplicação. Dessa forma, você não perde parte da sua rentabilidade para o IOF.

Investimentos com liquidez diária

Por fim, agora que você sabe o que é liquidez diária, vamos falar sobre as opções de aplicações:

1- CDB com liquidez diária: A sigla CDB deriva de Certificado de Depósito Bancário. Em resumo, os CDBs:

  1. São títulos emitidos pelos bancos com o intuito de captar recursos para as suas operações de empréstimos e financiamentos.
  2. Ao investir em CDBs, você está emprestando o seu dinheiro para o banco, em troca de uma taxa de juros.
  3. Existem CDBs que podem ser resgatados apenas no vencimento e outros com liquidez diária. 

2- Tesouro Selic: O Tesouro Selic é uma das opções de títulos do Tesouro Direto. Ele é caracterizado como:

  1. A rentabilidade está relacionada com a Selic. Sendo assim, o retorno varia de acordo com a taxa Selic.
  2. Conta com a garantia do governo. Logo, o risco é baixo.
  3. O valor mínimo para investir no Tesouro Selic é baixo.

3- Fundos de tesouro Selic: Por meio dos fundos de tesouro Selic, você consegue investir em vários ativos ao mesmo tempo, por meio de uma única aplicação. Desse modo, ele:

  1. Proporciona diversificação para a carteira de investimentos.
  2. Você pode solicitar o resgate e ter acesso ao dinheiro no mesmo dia.
  3. Baixa diferença entre o preço de compra e de venda.

Enfim, gostou de descobrir o que é liquidez diária? Você pode gostar de aprender também: Como parar de pensar demais e organizar sua vida em 5 passos

10 livros essenciais para entender sobre economia comportamental

10 dicas de como melhorar a sua relação com o dinheiro

Mitos e verdades sobre empreendedorismo que devemos conhecer

8 dicas do que fazer com a restituição do IR