Mercado secundário: o que é e diferenças entre o mercado primário


O mercado secundário é onde ocorrem as negociações entre os investidores. Como não envolve a empresa emissora do ativo, o dinheiro circula apenas entre os investidores.

Primeiro deve ocorrer a negociação dos ativos no mercado primário. Só depois disso, o mercado secundário entra em cena. Em resumo, é no mercado primário que as empresas oferecem os ativos para os investidores.

Logo, a grande diferença entre os dois é para onde vai o dinheiro. No primário, o dinheiro vai para a empresa. Já no secundário, o dinheiro vai para os investidores.

Mercado secundário, o que é?

O mercado secundário é onde os investidores negociam entre si. Isso significa que primeiro os ativos ficam disponíveis no mercado primário. Só depois eles vão para o mercado secundário. Este mercado não tem a intervenção do emissor. Mas ele também não conta com proteções ou com garantias de lucros.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Mercado secundário: quais as diferenças entre o mercado primário

Fintech lab

Isso porque, nas negociações no mercado secundário, os preços dos ativos variam. Sendo que a lei da oferta e demanda é a causa das variações. Sendo assim, quando a demanda por um ativo é alta, o preço sobe e vice-versa. 

Como funciona o mercado secundário?

O mercado secundário funciona por meio das negociações entre os investidores. Por exemplo, ao comprar ações na bolsa, você está negociando no mercado secundário. Este local pode ter muita liquidez, de acordo com o ativo.

Em resumo, a liquidez é a facilidade com que o investidor consegue resgatar uma aplicação. Por exemplo, uma ação com muita liquidez é aquela que pode ser vendida fácil. Alguns tipos de ativos negociados no mercado secundário são:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

1- Ações: Depois que as ações são vendidas no mercado primário, elas são negociadas no secundário. Com a venda dessas ações no primário, o dinheiro vai para o caixa da empresa. Mas quando elas são negociadas no mercado secundário, o dinheiro vai para os investidores.

2- Fundos imobiliários: As cotas dos fundos imobiliários podem ser negociadas no mercado primário e secundário. A negociação no primário ocorre quando o fundo lança suas cotas. Já no mercado secundário ela ocorre quando um cotista decide vender suas cotas.

Mercado secundário: quais as diferenças entre o mercado primário

Uol

Mercado primário

No mercado primário ocorre a negociação direta entre a empresa ou governo e o investidor. Ou seja, ele é chamado de mercado primário, pois é nele que os ativos são negociados assim que são emitidos. Dessa forma, este é o local onde os emissores criam novos ativos e oferecem para os investidores.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Nesse sentido, o intuito deste ambiente é permitir que as empresas captem dinheiro no mercado. Sendo que isso é feito por meio da criação de um ativo que estará disponível para os investidores. Alguns exemplos de ativos oferecidos no mercado primário são:

1- Ações

As ações são frações de uma empresa. A sua emissão ocorre quando uma empresa faz a sua oferta inicial de ações. Nessa oferta, a empresa vende suas ações pela primeira vez e passa a ser listada na bolsa.

Sendo assim, nesta emissão o dinheiro vai para o caixa da empresa. Depois dessa primeira venda, as ações podem ser negociadas entre os investidores. Porém, essa negociação entre eles ocorre no mercado secundário.

2- CDBs

Por fim, os Certificados de Depósito Bancário (CDBs) são títulos de renda fixa. A sua emissão é feita por bancos que desejam captar recursos com os investidores. Dessa maneira, quando o investidor aplica em um CDB, na prática, ele está emprestando dinheiro para o banco.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Investimentos

3- Debêntures

As debêntures se parecem com os CDBs. Porém, são as empresas que fazem a sua emissão e não os bancos. Isso faz com que elas não tenham a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), como ocorre com os CDBs. Como elas têm um risco maior, elas podem trazer lucros mais altos.

4- Tesouro Direto

Por fim, o Tesouro Direto é um título emitido pelo governo. Os títulos do Tesouro Direto não têm a proteção do FGC. Mesmo assim, eles são tidos como os ativos mais seguros do mercado. Isso porque, eles possuem a garantia do governo.

Diferenças entre os mercados

A principal diferença entre os dois mercados são as suas funções. No primário o intuito é permitir que as empresas ou governo captem recursos. Este é um ambiente onde as instituições podem negociar de forma direta com os investidores. Logo, o dinheiro vai para o caixa da empresa.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Acionista

Por outro lado, no mercado secundário as negociações são entre os investidores. Sendo que os preços variam segundo a oferta e demanda. Logo, os investidores podem ter lucros ou prejuízos. Além disso, o dinheiro circula entre os investidores e a empresa não interfere.

Como acessar o mercado secundário?

Para acessar o mercado secundário e negociar com outros investidores, você deve ter uma conta em uma corretora. Isso porque, as corretoras fazem a intermediação entre os investidores e a B3.

Se você quer comprar ações ou fundos, basta acessar o home broker e enviar a ordem. No entanto, antes de comprar ações é essencial analisar a empresa antes. Também é bom respeitar o seu perfil de investidor.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Importância dos mercados

Os dois mercados são muito importantes para as empresas e investidores. Para as empresas esta é uma forma de captar recursos. Por exemplo, ao abrir o capital uma empresa consegue dinheiro para investir em seu crescimento.

Valor investe

Já os investidores podem lucrar com as valorizações dos ativos ou com a distribuição de lucros. Além de serem importantes, os dois mercados se completam. Por exemplo, não são todos os investidores que conseguem comprar ações na abertura de capital.

Entretanto, no mercado secundário já é mais fácil comprar essas ações. Além disso, a abertura de capital pode ser uma chance de comprar ações baratas que podem se valorizar. Com essa valorização, é possível negociar as ações no mercado secundário e ter lucros.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Enfim, agora que você sabe o que é mercado secundário, não deixe de ler: O que é IPO? Como funciona, vantagens, desvantagens e como investir

Fontes: Ativa investimentosMais retorno e Yubb

Imagens: Fintech lab, Valor investe, Investimentos, Acionista, Clear e Uol

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Conte-nos a sua opinião...