A verdade sobre os dividendos 

Não basta comprar ações que distribuem bons lucros. Descubra a verdade sobre os dividendos e pare de perder dinheiro.

4 de abril de 2022 - por Raul Sena (Investidor Sardinha)


Quando falamos sobre investimentos, o que mais atrai os investidores é a possibilidade de ganhar dinheiro sem precisar trabalhar. Ou seja, se tornando sócio de uma empresa e ganhando parte de seu lucro; os chamados dividendos. Mas será que você realmente sabe a verdade sobre os dividendos?

Primeiramente, é bom entender que esta remuneração é apenas um dos 4 tipos de proventos que você pode receber na Bolsa de Valores.

Além dos dividendos, existem os juros sobre capital próprio, o direito de subscrição e a bonificação.

Então, dividendos e juros sobre capital próprio são, de fato, o dinheiro que a empresa te paga como parte do lucro do negócio. E a diferença entre ambos é meramente fiscal – a opção da empresa por um ou outro é feita visando pagar menos imposto.

Como a empresa decide pagar dividendos?

A decisão da empresa quanto ao pagamento dos dividendos não é tomada por acaso.

De tempos em tempos, os acionistas se reúnem e avaliam se a companhia vai ou não pagar os dividendos naquele período. E isso leva em consideração alguns fatores.

Por exemplo: você tem uma pequena padaria, que lucrou 10 mil reais em 2022. Mas o negócio está em crescimento e precisa investir numa nova masseira de pão.

Você chama seu sócio e ambos decidem: vamos dividir este lucro e gastar o dinheiro ou vamos reinvestir na padaria?

Assim, é comum empresas “pequenas” da bolsa, como as chamadas small caps, não pagarem dividendos enquanto estão na fase de crescimento.

Pensando no longo prazo, os acionistas acabam preferindo reinvestir os lucros e fazer o negócio crescer mais rápido.

Por outro lado, empresas já consolidadas costumam pagar dividendos todos os anos, porque já passaram desta fase e estão financeiramente mais maduras.

Aí, o investidor coloca o dinheiro e, todos os anos – ou até meses, dependendo do caso – embolsa os lucros da companhia, quase como mágica. Maravilha, não?

Sim e não! Porque aqui é onde está a verdade que talvez você nunca tenha enxergado.

A verdade sobre os dividendos 

Essa é a verdade sobre os dividendos

Quando falamos de dinheiro, não existe magia. Nunca mesmo!

E, nesse caso, muito investidor se engana quanto aos dividendos.

A verdade é que, quando o dinheiro resultante dos lucros sai do caixa da empresa e vem pra sua conta bancária, acontece uma coisinha.

O valor da ação automaticamente cai, na mesma proporção com que o dinheiro foi distribuído entre os acionistas.

Embaralhou tudo na sua cabeça? Então, vamos lá!

Matemática simples

Imagine que aquela sua padaria cresceu bastante e decidiu abrir o capital na bolsa de valores.

Agora, existem 1.000 ações de PADA3 – bonito nome, não? – no valor de R$ 100 cada. Então, basta multiplicar a quantidade pelo valor das ações para chegar ao valor de mercado da sua padaria.

Portanto, PADA3 tem valor de mercado de R$ 100 mil.

Aí, no primeiro ano, o negócio de pãozinho vai bem e lucra R$ 10.000.

Logo, com o dinheiro em caixa, o valor de mercado sobe para R$ 110 mil. Consequentemente, cada ação passa a valer R$ 110. Simples, não?

Pois é, mas agora vem o pulo do gato.

Não existe almoço grátis

Quando a PADA3 decide dividir o lucro de R$ 10.000 entre os 1.000 acionistas, cada um deles vai receber 10 reais.

Mas, como não existe dinheiro mágico, aqueles R$ 10.000 são descontados do valor de mercado da padaria e, agora, cada ação deixa de valer R$ 110 e volta a valer R$ 100.

Ou seja, o valor da ação cai, automaticamente, na mesma proporção. No caso, 9%.

Então, você já deve ter percebido que a lógica é simples: se, antes, a ação valia mais porque a padaria tinha dinheiro em caixa, agora vale menos porque o dinheiro foi pro saco!

Ou melhor, pro bolso dos acionistas.

A verdade sobre os dividendos 

No fim das contas, o investidor não ganhou, necessariamente, aquele valor. O dinheiro apenas trocou de mãos: saiu da conta da empresa e entrou na conta do acionista.

E existe um mito no mercado de capitais de que a empresa sempre recupera esse dinheiro e volta aos patamares anteriores à distribuição dos dividendos.

De fato, empresas que distribuem muitos dividendos são empresas que estão lucrando. Então, é de se esperar que, com o tempo, seu valor de mercado volte a subir.

Mas, definitivamente isso não é uma regra! Na prática, nem sempre é assim.

O dividendo é um estorvo na sua vida

Agora que você entendeu como o jogo funciona, vamos pro arremate: o dividendo é um estorvo na sua vida!

Acha que peguei pesado? Então, vamos lá!

Você é o clientão de corretora que sabe o que está fazendo e investe seu dinheiro pensando na construção de patrimônio no longo prazo.

Aí, sempre que pega os dividendos, você acha que ficou rico. E comete o erro de não reinvestir ou, pior, deixar o dinheiro parado na corretora.

Advinha o que vai acontecer?

Jeremy Siegel, um dos maiores estudiosos de economia de todos os tempos, mostrou na prática.

Ele fez os cálculos de quanto 100 dólares renderia na bolsa de valores americana, entre os anos de 1871 e 2001, reinvestindo e não reinvestindo os dividendos. E o resultado é simplesmente assustador:

  • Não reinvestindo: 250 mil dólares
  • Reinvestindo: 8 milhões de dólares

Isso mesmo, meu amigo: reinvestindo os dividendos, o rendimento foi 3.200% maior.

E qual a vantagem dos dividendos?

Imagino que você esteja impressionado com essas constatações, certo?

Porém, se você souber reinvestir o dinheiro, significa que receber os dividendos pode ser uma boa.

Isso porque, por lei, no Brasil, a distribuição de lucros das empresas são isentas do Imposto de Renda.

Ou seja, o mesmo valor distribuído pela empresa vai cair direto na sua conta, sem a abocanhada do Leão.

Mas, como nem tudo são flores, há projetos de lei em discussão no Congresso que pretendem acabar com essa isenção fiscal.

Então, é aproveitar enquanto ainda pode e otimizar seus resultados com dividendos.

No vídeo acima, do canal Investidor Sardinha, eu te mostrou como fazer isso e falo mais detalhadamente sobre os segredos dos dividendos que pouca gente conhece.

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de conferir meu perfil no Instagram (@oraulsena), onde sempre dou dicas importantes sobre investimentos, com uma pitada de humor e irreverência.

Aproveite e confira também: As ações que mais pagam dividendos (2022).

O que acontece se não declarar o Imposto de Renda? Testei na PRÁTICA!

Fazer faculdade no Brasil vale a pena? A realidade é difícil de engolir

Ibovespa caindo! – Onde estou investindo para proteger o meu dinheiro?

A enorme BOMBA que pode enterrar de vez o Brasil