Mercado de capitais, o que é? Definição, como funciona, tipos e riscos


O mercado de capitais é um intermediador de negociações que funciona como um sistema onde os investidores e as empresas podem negociar ativos. Dessa forma, o seu funcionamento se dá por meio da bolsa de valores, instituições financeiras e corretoras de valores. 

Para que haja as negociações de ativos, como ações e debêntures, é preciso a intermediação do mercado de capitais, sendo que ele é regulado pela Comissão de Valores Mobiliário, Anbima e Ancord.

Em resumo, a CVM é a principal reguladora de todo o funcionamento do mercado de capitais. Além disso, ele ainda é considerado como um tipo de operação de risco, pois envolve, principalmente, ativos de renda variável

O que é mercado de capitais

O mercado de capitais é um intermediador de negociações entre as pessoas que desejam investir e as que precisam de dinheiro para realizar seus projetos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

No entanto, o mercado de capitais não funciona como um empréstimo ou financiamento, já que ele não se realiza atividades através de operações de créditos. 

FGV

Na realidade, no mercado de capitais, o que acontece são negociações de ativos, como ações ou debêntures. Entretanto, não se deve confundir mercado de capitais com mercado de ações.

O mercado de ações, como o próprio nome sugere, é o local onde são negociados ações. Por outro lado, no mercado de capitais, diversos outros tipos de ativos estão disponíveis. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Como funciona o mercado de capitais

A formação do mercado de capitais se dá por meio das corretoras de valores, das instituições financeiras autorizadas e da bolsa de valores brasileira.

Um detalhe é que, no mercado de capitais, não existe um valor mínimo obrigatório para operar. O investidor deve apenas abrir uma conta em uma corretora e fazer uma transferência bancária para começar a negociar. 

Quem fiscaliza e regula as negociações de ativos é a Comissão de Valores Mobiliário (CVM). Dessa maneira, é a CVM quem determina as regras que devem ser seguidas pelas empresas que agem como intermediadoras de negociações.

A CVM pode, ainda, punir empresas que não cumprem com as normas estabelecidas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Sml digital

Além da CVM, existe também a Anbima – Associação Brasileira de Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais,  responsável por estabelecer diversas diretrizes de boas práticas para as companhias.

Temos também a Ancord – Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias. Em síntese, a Ancord regulamenta e oferece cursos e treinamentos para os profissionais da área.  

Por fim, o funcionamento do sistema financeiro como um todo pode ser dividido em 4 mercados, sendo eles:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

1- Monetário: O mercado monetário possui valores com prazo curtíssimo. Como exemplo, podemos citar os empréstimos que ocorrem entre bancos de um dia para o outro, apenas para não fechar o dia com o caixa no vermelho. 

Mercado de capitais, o que é? Definição, como funciona, tipos e riscos

Capital research

2- Crédito: Este mercado é relativo aos empréstimos feitos através de instituições financeiras.

3- Câmbio: O mercado de câmbio se refere às transações que envolvem moedas de outros países. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

4- Capitais: Por fim, o mercado de capitais é o intermediador de negociações entre quem deseja investir e quem quer captar dinheiro. 

Tipos de mercado de capitais

Os mercados de capitais podem ser divididos em dois tipos diferentes:

1- Primário

O mercado primário é quando a empresa faz a oferta de ativos pela primeira vez. Essa oferta inicial, em relação às ações, é mais conhecida com IPO – Initial Public Offering ou Oferta Pública Inicial. Portanto, ocorre quando as empresas abrem o capital e colocam ações à venda.

Stocche forbes

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A principal motivação para que as empresas façam isso é a necessidade de recursos para investir em sua expansão ou em algum projeto. Em síntese, no mercado de capitais primário, o investidor compra ações e o dinheiro vai para a empresa. 

2- Secundário

Já o mercado de capitais secundário se dá após a oferta inicial, onde as negociações são entre as pessoas. Ou seja, o dinheiro não vai mais para a empresa, ele circula entre os investidores.

O mercado secundário funciona através da Home Broker das corretoras, onde são negociados diversos tipos de ativos diferentes, como contratos e derivados, não só ações. 

Além desses dois tipos, o mercado de capitais pode ainda ser classificado em:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Mercado à vista: Nesse mercado não existe uma data de vencimento estabelecida, sendo negociados segundo os investidores desejarem. 

Mercado de capitais, o que é? Definição, como funciona, tipos e riscos

Eqseed

Termo: O mercado termo é caracterizado por possuir uma data e preços fixados. E os preços dependem de uma taxa de juros e da cotação do mercado à vista.

Futuro: Já o mercado futuro, apesar de parecido com o mercado termo, tem a diferença de que o investidor só paga no prazo final estipulado. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Derivados: Nesse mercado são negociados apenas os derivados de outros ativos. 

Opções: Por fim, o mercado de opções é voltado para a negociação dos direitos de compra e venda de ativos. 

Ativos negociados no mercado de capitais

Existem diversas opções de ativos que podem ser negociados no mercado de capitais, como exemplo:

1- Ações

As ações são pequenas porcentagens de uma empresa. Logo, ao adquirir uma ação, o investidor se torna sócio daquela empresa. As empresas emitem ações como uma forma de captar recursos para investir em projetos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Mercado de capitais, o que é? Definição, como funciona, tipos e riscos

Clube do valor

As ações podem ser ordinárias quando dá ao acionista direito ao voto nas assembleias da empresa, ou preferenciais, onde a principal vantagem é o recebimento de uma porcentagem dos lucros da empresa, os chamados dividendos.

Enfim, é possível lucrar com ações através dos citados dividendos ou vendendo os ativos quando os preços estiverem em alta. 

2- Opções de ações

Essa modalidade se refere aos direitos de compra e venda de ações negociadas dentro de um preço e prazo estabelecidos previamente.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

As opções de ações são consideradas como derivados, pois derivam do contrato de um ativo. Em resumo, as opções de ações são uma maneira de proteger as ações antes das oscilações do mercado. 

Mercado de capitais, o que é? Definição, como funciona, tipos e riscos

Infomoney

3- Debêntures

As debêntures são títulos emitidos por empresas com o intuito de captar recursos. É uma forma de as empresas conseguirem dinheiro para seus projetos sem precisar pegar um empréstimo com o banco ou emitir mais ações.

Em outras palavras, ao investir em debêntures, o investidor está emprestando dinheiro para a empresa que depois o devolve com juros.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Mercado de capitais, o que é? Definição, como funciona, tipos e riscos

6 minutos

4- Commercial Papers

Os commercial papers são parecidos com as debêntures. A principal diferença entre esses dois é o prazo, as debêntures, em geral, são títulos de longo prazo. Por outro lado, os commercial papers são de curto prazo, entre 30 e 360 dias. 

Riscos

Os riscos de se investir no mercado de capitais possuem graus diferentes. Isso porque, tudo depende dos tipos de ativos escolhidos.

Alguns riscos existentes são, por exemplo, de liquidez. A liquidez se refere à facilidade com que o investidor consegue de volta o dinheiro que ele investiu.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Mercado de capitais, o que é? Definição, como funciona, tipos e riscos

The cap

Existe também o risco das oscilações do mercado, onde os preços dos ativos podem ter alta ou baixa. Enfim, como o mercado de capitais lida com negociações de ativos, principalmente, de renda variável, os riscos sempre existirão.

Portanto, cabe ao investidor analisar detidamente as opções e determinar qual o grau de risco está disposto a correr. 

Agora que você sabe como funciona o mercado de capitais, aproveite para descobrir qual é o Setor mais barato da B3 – Qual é, principais valores e características

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Fontes: Rico, Toro investimentos , Suno e Infomoney

Imagens: FIA, FGV, Stocche forbes, Sml digital, Capital research, Clube do valor, Infomoney, The cap, Eqseed, 6 minutos e Rodobens


Conte-nos a sua opinião...