Clearing house, o que é? Como funciona, objetivos e importância

8 de janeiro de 2021 - por Jaíne Jehniffer


A Clearing House é um sistema responsável por garantir a segurança nas operações entre compradores e vendedores. Dessa maneira, ela assegura que o vendedor possua os instrumentos financeiros e que o comprador possua os recursos em conta. 

Além disso, as Clearing Houses são as responsáveis por registrar, liquidar e ainda custodiar os ativos comprados. Ou seja, quando investimos, ela faz o registo do ativo, a sua custódia e, posteriormente, faz o repasse dos valores lucrados com a operação. 

Portanto, o papel principal de uma Clearing House é a transparência das operações do mercado financeiro. Isso significa que ela contribui para a manutenção e crescimento do mercado ao proporcionar a segurança das operações. 

O que é Clearing House

Uma Clearing House, também chamada de Câmara de Compensação, é o nome dado aos sistemas e câmaras de liquidação e compensação. Em outras palavras, a Clearing House é o sistema que possibilita a relação entre compradores e vendedores no mercado financeiro, registrando e processando todas as operações. 

Clearing house, o que é? Como funciona, objetivos e importância

Casa Magalhães

A câmara de compensação realiza a intermediação entre os vendedores e compradores, regulando as compras e vendas. Dessa maneira, o seu objetivo é garantir que as operações sejam liquidadas no prazo acordado, contribuindo com a eficiência e segurança do mercado financeiro. 

Como funcionam

As Clearing Houses funcionam como intermediadoras das operações entre vendedores e compradores. Sendo assim, ela tem por intuito a redução dos riscos de liquidação das operações financeiras.

Desse modo, as Clearing Houses fazem o acerto de contas com os compradores e vendedores, pagando os vendedores e entregando os instrumentos financeiros aos compradores. 

Fao building

Dentre as funções de uma Clearing House, está a responsabilidade de registrar, liquidar e custodiar os títulos e valores mobiliários. Dessa forma, ela contribui com a manutenção do mercado financeiro ao proporcionar velocidade, segurança e transparência nas operações. 

Objetivos

O objetivo máximo de uma Clearing House é proporcionar um ambiente seguro de negociações, reduzindo os riscos de liquidação das operações financeiras.

Para isso, as câmaras de compensação buscam garantir a transparência, segurança e confiabilidade para o mercado de capitais. Desse modo, os seus objetivos principais são:

  • Realizar o registro dos títulos e valores mobiliários;
  • Custodiar os títulos e valores mobiliários;
  • Fazer a liquidação de títulos e valores mobiliários;
  • E por fim, garantir a segurança, transparência, velocidade e confiabilidade das operações. 
Clearing house, o que é? Como funciona, objetivos e importância

Commcor

Em resumo, o objetivo das Clearing Houses é garantir que o investidor esteja seguro ao realizar transações com investidores desconhecidos. Afinal, a Clearing House garante que o vendedor possua o ativo e que o comprador tenha o dinheiro

Importância das Clearing Houses

As Clearing Houses possuem um importante papel, já que elas contribuem com a transparência do mercado financeiro, garantindo o registro, liquidação e custódia de ativos. Isto é, elas fazem com que os investidores se sintam seguros de operar na B3, o que contribui para o desenvolvimento do mercado como um todo. 

Por exemplo, para que o vendedor A e o comprador B possam negociar ativos na bolsa de valores, o sistema precisa garantir que o comprador possua o dinheiro disponível em sua conta e que o vendedor tenha os instrumentos financeiros. Logo, o sistema funciona como uma garantia de que tanto comprador quanto vendedor estão aptos a operarem na bolsa. 

Paraná banco

Nos mercados futuros e de opções, a importância de uma Clearing House pode ser ainda mais percebida. Isso porque ela garante que os contratos serão cumpridos, além de assegurar as contrapartes por todo o período do contrato. 

Clearing Houses no Brasil

No Brasil nós temos três grandes Clearing Houses:

1- Sistema Especial de Liquidação e Custódia – Selic: É a responsável por fazer o registro, a liquidação e a custódia dos títulos públicos federais. Portanto, a Selic é a responsável pelos títulos de tesouro direto, como por exemplo, o Tesouro IPCA+.

2- Central de Liquidação e Custódia de Títulos – Cetip: A Cetip realiza o registro, liquidação e custódia de títulos privados. Ou seja, ativos como debêntures, LCA e CDB são responsabilidade da Cetip. 

Future

3- BM&FBovespa: Por fim, temos ainda a BM&FBovespa, responsável pelo registro, liquidação e custódia das ações. Sendo assim, sempre que um investidor compra ou vende ações na bolsa de valores, é a BM&FBovespa quem garante as operações. 

Em 2017 a BM&FBovespa se fundiu com a Cetip, formando a B3 – Brasil, Bolsa, Balcão. Desde então, elas operam juntas sendo responsáveis por ativos de renda fixa, variável e derivados.

Enfim, agora que você conhece a importância de uma Clearing House, aproveite para entender O que é Ibovespa? Definição, como funciona e formas de investir

Fontes: Capital research, Dicionário financeiro, Suno e Mais retorno

Imagens: Casa Magalhães, Compila, Fao building, Commcor, Paraná banco e Future

10 dicas de como melhorar a sua relação com o dinheiro

Mitos e verdades sobre empreendedorismo que devemos conhecer

8 dicas do que fazer com a restituição do IR

Como comprar euro mais barato