Recessão econômica, o que é? Como identificar, causas e consequências


O termo recessão econômica é usado quando a economia de um país passa por baixas em vários setores, causando a redução da atividade econômica. 

Diversos fatores podem ocasionar um cenário de recessão econômica, como por exemplo, instabilidade política, crescimento baseado no consumo e catástrofes ambientais. Inclusive, é normal que esse cenário tenha mais de uma causa.

As consequências de um período de contração econômica podem ser sentidas em diversas áreas. Além disso, a baixa de alguns setores pode intensificar os efeitos de outros, causando uma bolsa de neve. 

O que é recessão econômica

O nome recessão econômica é usado quando o país passa por uma forte contração econômica. Em outras palavras, a recessão econômica é um período de crise econômica severa. 

Recessão econômica, o que é? Como identificar, causas e consequências

Brasil news

Na prática, a contração econômica pode ser sentida através de vários indicadores, sendo que o Produto Interno Bruto (PIB) é um dos principais. Além dele, temos também o aumento da taxa de desemprego e a diminuição do consumo.

Como identificar uma recessão econômica

A contração econômica de um país é acompanhada de uma série de características que ajudam a identificar se a nação está passando por um período de recessão econômica ou não. A primeira característica de uma contração econômica é percebida através da baixa do PIB por dois trimestres seguidos.

O PIB, por sua vez, é um indicador do crescimento da economia de um país. Quando ocorre essa contração do PIB, ocorre uma recessão técnica. No entanto, esta baixa inicial pode ser ocasionada pela queda expressiva de determinado setor.

Recessão econômica, o que é? Como identificar, causas e consequências

Uol

Dessa forma, somente quando ocorre um agravamento da situação econômica, é que temos uma recessão econômica.

Portanto, somente quando diversos setores estão apresentando baixas por um período prolongado, o que resulta no aumento do desemprego e na diminuição de renda, é que consideramos que um país está passando por uma recessão econômica. 

Causas da recessão econômica

Uma recessão econômica pode ser ocasionada por diversos motivos diferentes ao mesmo tempo. Ou seja, geralmente não existe um único motivo que levou vários setores a apresentarem baixas. Algumas das principais causas são:

Políticas econômicas: Quando as políticas econômicas do país são realizadas de maneira inadequada, é inevitável que isso tenha consequências na economia. 

Instabilidade política: A instabilidade política é outro fator que pode contribuir para o estabelecimento de uma recessão econômica. Desse modo, quando um país está passando por momentos de políticas conturbadas, é natural que este cenário de instabilidade se estenda para outras áreas, inclusive a econômica. 

Recessão econômica, o que é? Como identificar, causas e consequências

Infoescola

Externos: Com o mundo globalizado, em que um país depende do outro, a instabilidade de determinada nação pode acabar afetando o desempenho de seu parceiro comercial. 

Crescimento e consumo: O crescimento econômico baseado em políticas de incentivo ao consumo, geralmente não se sustentam. Acontece que o consumo cresce, mas as riquezas não. Isso significa que as pessoas acabam endividadas, então elas passam a consumir menos. Consumindo menos, as empresas produzem menos, o que resulta em desempregos, ou seja, uma bola de neve.

Inscreva-se na Pior Newsletter Possível!

Receba os melhores conteúdos (ou não) gratuitamente!

Usamos a Sendinblue como nossa plataforma de marketing. Ao clicar abaixo para enviar este formulário, você reconhece que as informações fornecidas por você serão transferidas para a Sendinblue para processamento, de acordo com o termos de uso deles

Catástrofes ambientais: Por fim, uma recessão pode ser causada por desastres ambientais, como terremotos e ciclones. Como essas catástrofes resultam em destruição de determinado local, a economia é seriamente afetada. 

Consequências

É possível sentir os efeitos de uma recessão econômica em vários setores. 

Redução da produtividade: Com a recessão, ocorre uma redução da produtividade nas indústrias, que pode ser percebida por meio da diminuição do recolhimento de impostos que recaem sobre a venda e comercialização de produtos. 

Desemprego: O aumento do desemprego é uma consequência direta da diminuição da produção nas indústrias. Afinal, com a queda da demanda, as empresas passam a demitir funcionários, como uma forma de cortar gastos e proteger a empresa da falência. Entretanto, muitas empresas acabam falindo e demitindo todos os seus funcionários, piorando ainda mais o cenário. 

Suno

Redução da renda: Com o aumento dos desempregados, a renda familiar sofre uma redução. 

Diminuição do consumo: O próximo estágio é a redução do consumo. Afinal, com muitas pessoas desempregadas, é preciso economizar dinheiro.

Diminuição investimentos: Períodos de desestabilidade econômica não são atrativos para novos investidores. 

Enfim, analisando todas as consequências, podemos perceber que a recessão econômica funciona como uma bola de neve: o aumento do desemprego leva à redução de renda, que, por sua vez, faz com que as pessoas consumam menos, o que leva à mais desemprego. 

Recessão atual

O ano de 2020 foi um ano caótico em diversos setores, e é normal que a economia tenha sentido este impacto.

Atualmente, o Brasil está passando por um período de recessão econômica. Os motivos para isso são diversos, sendo que um dos principais foi a pandemia do Covid-19, que resultou no isolamento social, fechamento de empresas e muitos desempregos. 

Vecteezy

Outro motivo para o cenário atual, são as crises econômicas e a diminuição do crescimento da China. Como o Brasil possui a China como parceira comercial, as crises chinesas afetam a economia brasileira. 

Por fim, podemos citar ainda o fato de que nos últimos anos, a economia brasileira estava crescendo com base no consumo. No entanto, as políticas de incentivo ao consumo não são sustentáveis a longo prazo. Logo, o resultado é o endividamento de boa parte da população e a diminuição do consumo. 

Estar atento aos aspectos econômicos no Brasil e no mundo é fundamental para todos os investidores. Portanto, aproveite para aprender sobre a Dívida pública, o que é? Como é formada, tipos e possíveis soluções

Fontes: Nubank, Magnetis e Organizze

Imagens: Investnews, Brasil news, Suno, Infoescola, Uol e Vecteezy

Conte-nos a sua opinião...