Fundos imobiliários ou ações, qual vale mais a pena?

21 de junho de 2021 - por Jaíne Jehniffer


Se considerarmos apenas o retorno ao longo do tempo, alguns fundos imobiliários proporcionam um rendimento mais vantajoso do que as ações.

No entanto, é preciso levar outros fatores em consideração, como, por exemplo o fato de que as ações se valorizam mais ao longo prazo do que as cotas dos fundos.

Apesar de falarmos sobre os fundos imobiliários e as ações, esse texto não deve ser considerado como uma recomendação ou indicação de investimentos.

Fundos imobiliários ou ações

Apesar das constantes comparações que os investidores fazem entre os fundos imobiliários e as ações, vale lembrar que eles são classes de ativos diferentes. Isso significa que eles não são opostos e podem ser usados como ativos complementares na construção de uma carteira diversificada.

Fundos imobiliários ou ações, qual vale mais a pena?

Yubb

Ou seja, você não precisa escolher entre os dois tipos de ativos, você pode ter os dois na sua carteira. Sendo que, você pode priorizar um ou outro de acordo com a sua estratégia de investimentos e aproveitar as vantagens de cada um deles.

Vantagens dos fundos imobiliários

Uma das principais vantagens dos fundos imobiliários é o fato de que eles pagam dividendos mensalmente. Desse modo, para quem já possui um bom patrimônio e está na fase de viver de renda, o recebimento mensal de proventos pode ser um grande benefício.

Entretanto, para quem ainda está na fase de construção de patrimônio as ações podem ser mais vantajosas, já que elas podem acelerar o crescimento do patrimônio do investidor. Outra vantagem dos fundos imobiliários é que eles oscilam menos do que as ações. Sendo assim, se você não gosta de ativos voláteis, os FIIs podem ser uma boa opção.

Fundos imobiliários ou ações, qual vale mais a pena?

Invest news

Por fim, temos ainda a vantagem de que os fundos imobiliários podem render mais do que as ações. Se compararmos o S&P500 e o desempenho dos REITs, podemos notar que os fundos imobiliários norte-americanos rendem mais do que as ações.

Sendo que, a comparação é feita entre os REITs e o S&P500 porque se compararmos o Ibovespa com o IFIX, o índice dos fundos imobiliários brasileiros, o resultado não será justo. Isso porque, o IFIX começou em 2011 ao passo que o IBOV começou em 1967.

Vantagens das ações sobre os FIIs

Como dito anteriormente, os fundos podem trazer um rendimento maior do que as ações. Porém, as ações possuem algumas vantagens determinantes em comparação com os fundos imobiliários:

1- Escala

Ao adquirir uma cota de um fundo imobiliário, você está participando de um imóvel, seja ele um shopping center, salas comerciais ou balcões logísticos.

O fato de participar de um imóvel é bem diferente da participação em uma empresa, como ocorre ao investir em ações. Isso porque, um fundo imobiliário tem um limite de ganho, pois ele não possui escala. Ou seja, o crescimento do fundo está limitado a quantidade de imóveis que ele possui.

Suno

Por exemplo, um fundo imobiliário de shopping quando aluga todas as lojas que ele têm disponível, ele atinge seu limite e não possui mais espaço para crescimento. Em contrapartida, uma empresa é escalável, já que ela pode criar diversas fontes de renda e crescer de fonte ilimitada.

Nesse sentido, ao investir em ações, o investidor pode se beneficiar da capacidade de escala da empresa e ver seu patrimônio se valorizar junto com o crescimento da empresa. Portanto, se analisarmos o critério de escala, investir em ações pode trazer resultados mais vantajosos do que aplicar em fundos imobiliários.

2- Distribuição excessiva dos lucros

A primeira vista o fato dos fundos imobiliários distribuírem proventos todos os meses é uma coisa vantajosa. Contudo, essa distribuição de mais de 90% dos lucros do fundo para os cotistas, faz com que o fundo não tenha capital para investir no seu crescimento.

Exame

É claro que receber dividendos todos os meses é vantajoso para as pessoas que estão vivendo de renda. Porém, essa situação é desvantajosa para o fundo, já que ele fica impossibilitado de comprar novos imóveis e aumentar suas fontes de renda.

Por outro lado, como as empresas normalmente distribuem apenas uma parte dos seus lucros, elas podem investir em projetos de crescimento e expansão. Nesse cenário, a empresa pode crescer ainda mais e proporcionar maiores retornos para quem investiu em suas ações.

3- Liberdade geográfica

Quando um fundo imobiliário adquire um imóvel, ele não consegue locomover esse imóvel para a localização que estiver mais próspera no momento. Dessa maneira, como o fundo não pode simplesmente mudar um imóvel de localização, ele não possui liberdade geográfica.

Fundos imobiliários ou ações, qual vale mais a pena?

Valor investe

Sendo assim, se o mercado estiver desaquecido em determinada região, o fundo pode ser fortemente prejudicado. Por outro lado, boa parte das empresas alugam a sede e se elas quiserem mudar de localização elas podem.

4- Cláusula de responsabilidade

Ao investir em ações, você vira sócio da empresa e se ela quebrar, você pode perder todo o valor aplicado nela. A vantagem disso é que você pode perder apenas o valor que você tiver aplicado na empresa, pois você possui responsabilidade limitada.

Já os fundos imobiliários possuem uma cláusula de responsabilidade onde o cotista pode ter que aportar no fundo para a manutenção dele. Para saber mais sobre isso, veja o vídeo de Raul Sena:

Agora que você conhece algumas vantagens de investir em ações e alguns benefícios de aplicar em fundos imobiliários, aproveite para descobrir quais são as Maiores pagadoras de dividendos – Quais são e como montar uma carteira

Fonte: Investidor Sardinha

Imagens: Invest news, Loft, Exame, Yubb, Suno e Valor investe

O que acontece se não declarar o Imposto de Renda? Testei na PRÁTICA!

Fazer faculdade no Brasil vale a pena? A realidade é difícil de engolir

Ibovespa caindo! – Onde estou investindo para proteger o meu dinheiro?

A enorme BOMBA que pode enterrar de vez o Brasil