Como Investir na Bolsa Sozinho: passo-a-passo para começar a investir


Uma das perguntas mais frequentes para quem está pensando em começar a investir é: será que tem como investir na bolsa sozinho? Primeiramente, é preciso investir no conhecimento antes de se aventurar nesse mundo. Ou seja, estudar suas possibilidades, definir seus objetivos e planejar cada passo que você vai dar.

Então, é possível, sim, operar na B3 e gerenciar suas aplicações com autonomia. Porém, para você tomar decisões mais assertivas e descobrir tudo que a Bolsa tem a oferecer, você precisa seguir alguns passos básicos.

Depois de já ter investido seu conhecimento, vai ser preciso abrir uma conta em uma corretora. Logo após, é necessário transferir o dinheiro que vai investir para essa conta e então escolher as ações mais condizentes com o seu perfil de investidor.

Como investir na bolsa sozinho?

Como Investir na Bolsa Sozinho: passo-a-passo para começar a investir

Riconnect

Primeiramente, é preciso saber que a B3, a Bolsa de Valores Brasileira, é um mercado de ativos financeiros. Ou seja, para fazer negociações nesse ambiente, é necessário seguir algumas regras específicas.

Por exemplo, para as transações com ações, é necessária uma conta ativa em uma das corretoras autorizadas pela B3. Logo, não tem como investir na bolsa de valores completamente sozinho, de forma direta. Afinal, apenas instituições financeiras habilitadas podem intermediar tais negociações.

Apesar disso, o processo hoje é muito mais fácil do que antigamente. Atualmente, você pode abrir uma conta de forma inteiramente remota e fazer as suas transações online, no conforto da sua casa.

Porém, as estratégias de investimento, por exemplo, não necessariamente ficam a cargo das corretoras. Assim, você deve estabelecer objetivos de ganho por conta própria e então fazer suas aplicações.

Passo-a-passo de como investir na bolsa sozinho

Com as estratégias certas, objetivos definidos e conhecendo o seu perfil de investidor, é possível comprar e vender ativos e rentabilizar tais investimentos. Siga esses passos para entender melhor como investir:

Passo 1: Objetivos ao investir

Como Investir na Bolsa Sozinho: passo-a-passo para começar a investir

Destino de Negócio

Primeiramente, é de suma importância a definição de objetivos, metas e estratégias. Então, faça perguntas como, o que você espera investindo no mercado acionário? Claro, que a resposta é obter retornos financeiros. Porém, para ser mais específico, trace as suas ambições de rendimentos e em quanto tempo você pode ou quer esperar para ter os retornos.

Logo, as respostas para essas questões serão o que vai definir seus objetivos, metas e estratégias de investimento. Nesse sentido, é também importante entender qual é o seu perfil de investidor, para que dessa forma você possa ponderar sobre os riscos das aplicações em ações e estimar os ganhos.

Passo 2: Corretora

Como Investir na Bolsa Sozinho: passo-a-passo para começar a investir

Diário de Goiás

Enfim, chegou a hora de escolher a corretora de investimentos. Como já citado anteriormente, é preciso um intermediário entre a bolsa e o investidor, que é uma corretora de investimentos. Logo, você precisa escolher uma instituição financeira para que ela possa fazer esse papel de intermediar as operações.

Atualmente, passa de 100 as entidades que são autorizadas nacionalmente para operar na B3. Por esse motivo, você tem diversas opções e pode fazer uma pesquisa para descobrir qual a melhor para os seus objetivos e perfil. Os perfis de Investidor são:

Lembre-se, é de suma importância você conferir se a instituição tem a autorização de funcionamento, para que não caia em golpes e perder o seu dinheiro.

Passo 3: Conta

Visão Cidade

Após escolher a corretora, chegou o momento de abrir sua conta de investimentos. Nesse sentido, é importante ficar atento também ao tipo de conta que depende de instituição para instituição.

A grande maioria já oferece serviços gratuitos para que os clientes consigam acessar diferentes tipos de investimentos. Nesse caso, caso prefira uma dessas, faça a pesquisa e decida de acordo com seus interesses.

Já com a conta pronta, está na hora de transferir o valor que você deseja para essa conta. A fim de prosseguir com as operações e fazer os investimentos. Atualmente, muitas delas possuem no próprio site, aplicativo, ou em redes sociais tutoriais de como usar a sua plataforma e fazer os primeiros investimentos. Isso também auxilia nesse primeiro momento.

Passo 4: Ativos

InfoMoney

Agora, é o momento da escolha das ações que você irá comprar. Logo, é um dos momentos cruciais do seu investimento. Nesse sentido, você precisa analisar tanto o valor de cada papel, como também seu histórico e movimentações no mercado.

Afinal, optar por comprar uma ou outra ação é uma escolha que precisa ser pautada por diversos fatores. Como, por exemplo, sua estratégia de investimentos, com suas perspectivas de riscos e ganhos com essa operação. Por fim, todas as informações você vai encontrar nesse papel, histórico e movimentação do mercado e entender como essa ação se comporta.

Como a Bolsa de Valores funciona como mercado de ativos financeiros, como bens, com valor comercial, passíveis de negociação entre partes. Logo, eles podem ser:

  • Ações: ativo mais conhecido da Bolsa. Nada mais são do que representações fracionárias do capital social de uma instituição que podem ser adquiridas e vendidas. Além disso, podem ser classificadas como: Ação Ordinária ou ON, que garantem direito a voto nas assembleias da companhia; Ação Preferencial ou PN, que garantem a preferência no recebimento de dividendos; e Units, que são grupos de ações ON ou PN, para que o investidor não precisa comprar uma por uma.
  • Contratos Futuros: ativos de alto risco. Representam acordos de compra e venda em uma data futura.
  • Opções: o preço dos ativos deriva de outro produto, os contratos futuros, porém, não se trata de contratos que precisem, obrigatoriamente, ser executados pelo comprador.

Outras opções de investimento no mercado são:

Passo 5: Home Broker

Capital Now

Antes, as transações eram feitas via telefone na bolsa de valores. Porém, atualmente, todas acontecem de forma online através de uma plataforma que faz a ponte entre o investidor e a B3, chamada Home Broker.

Logo, no Home Broker você tem acesso à carteira de investimentos. Além disso, você pode visualizar seu saldo e as aplicações realizadas. Após a escolha do papel, você pode acessar o home broker e enviar a ordem de compra.

Passo 6: Acompanhamento

Vasconcelos Inc.

Finalmente, a dica fundamental: não tem como investir sozinho sem acompanhar o andamento das aplicações financeiras de perto! Por esse motivo, acesso o home broker com frequência e sempre confira se suas estratégias de investimento em ações estão ou não gerando os resultados esperados.

Ou seja, não é preciso ser um especialista para investir bem o seu dinheiro, porém, estar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro e investir em conhecimento são fundamentais para gerar bons resultados.

Então, acompanhar o calendário econômico é uma ferramenta muito utilizada por traders para poder analisar os acontecimentos que afetam de fato o desempenho de seus investimentos.

Para finalizar, saiba quais são os Maiores erros na Bolsa de Valores – Quais são e dicas para investir melhor

Além disso, confira como Raul Sena do Canal Investidor Sardinha, aprendeu a investir:

Quer se aprofundar ainda mais e ter uma maior segurança para poder se aventurar nos investimentos? Conheça o curso do Raul Sena, A Única Verdade Possível, que vai te dar todo o apoio necessário com métodos para você aprender a investir por conta própria.

Fontes: Capital Research; Vexter; Genial Investimentos; Nubank; André Bona e AUVP.

Imagens: The Capital Advisor; Dinheirama; Riconnect;  Destino de Negócio; Diário de Goiás; Visão Cidade; Info Money; Vasconcelos Inc. e Capital Now.

Conte-nos a sua opinião...