Fundos de hedge, o que são? Como funcionam, características e custos

24 de dezembro de 2020 - por Jaíne Jehniffer


Também chamados de fundos multimercados, os fundos de hedge têm a característica marcante de possuírem alta liberdade para investir. Isso significa que, diferente dos outros tipos de fundos, eles não são limitados por políticas rígidas de investimentos. 

A alta versatilidade ao investir, é fundamental para que o fundo consiga cumprir seu objetivo principal, que é o de trazer altos retornos. Sendo assim, eles se utilizam de estratégias de investimentos arrojadas e apostam em ativos de diversos tipos. 

No entanto, juntamente com os altos retornos, estão os riscos. Dessa forma, ao realizar operações com alta alavancagem em ativos de renda variável, este tipo de fundo de investimento se torna mais arriscado do que os demais. 

O que são fundos de hedge

Os fundos de hedge, também chamados de hedge fund ou multimercado, são um tipo de fundo de investimento com estratégias mais liberais do que os outros fundos. Desse modo, os investimentos realizados pelos fundos de hedge são focados em altas rentabilidades

Fundos de hedge, o que são? Como funcionam, características e custos

Fiis

Para conseguir altos retornos, este tipo de fundo não é pautado por políticas rígidas de investimentos, como os outros fundos. Dessa maneira, ele possui liberdade para investir nas oportunidades que forem mais atrativas. 

Como os fundos de hedge funcionam

Os fundos de investimento em geral funcionam como uma reunião de investidores, também chamados de cotistas. O dinheiro investido pelos cotistas compõe o patrimônio do fundo, que posteriormente será investido pelo gestor.

Ou seja, os cotistas não decidem onde será aplicado o capital do fundo, apenas o gestor. Sendo assim, a gestão dos fundos de hedge geralmente são altamente especializados. 

Fundos de hedge, o que são? Como funcionam, características e custos

Capital research

A diferença principal entre os fundos de hedge e os demais, é a liberdade de investir. Como o objetivo principal do fundo é proporcionar uma alta rentabilidade, ele possui a liberdade de investir em diversos tipos de ativos diferentes.

Dessa maneira, os fundos de hedge podem realizar operações de day trade, aplicar em opções, swaps, títulos públicos e arbitragem.

Além das inúmeras possibilidades de aplicação, os fundos de hedge podem ainda operar com alavancagem, aluguel de ativos e vendas a descoberto. Em resumo, os fundos de hedge geralmente são focados em operações voláteis e de alta complexidade. 

Características

Apesar dos fundos de hedge serem normalmente chamados de fundos multimercado, nem todos os fundos multimercado são hedge.

Isso porque alguns fundos usam a nomenclatura somente por questões regulatórias. Por este motivo e por terem maior liberdade para investir, é difícil encontrar um padrão que defina estes fundos. 

Entretanto, mesmo com as suas diferenças, ainda é possível destacar algumas características gerais dos fundos de hedge. A primeira delas é justamente a alta liberdade na escolha dos investimentos. Outra característica, é o alto patrimônio do fundo e o grande volume de operações realizadas. 

Fundos de hedge, o que são? Como funcionam, características e custos

Bank of singapore

Os gestores dos fundos de hedge geralmente são profissionais especializados com bastante experiência. Consequentemente, as taxas de administração e performance são altas.

 Como buscam altas rentabilidades, os fundos de hedge são caracterizados também por realizarem operações arriscadas. Estes riscos são potencializados devido ao fato de que muitos deles operam de maneira alavancada. 

Por fim, temos ainda como característica o fato de que eles divulgam poucas informações e são focados apenas em investidores exclusivos de alta renda. Ou seja, não são todos os investidores que podem aplicar em fundos de hedge. 

Custos

Os principais custos ao se investir em fundos de hedge é a taxa de administração e performance que são tidas como mais elevadas do que as dos demais fundos disponíveis no mercado.

Os valores das taxas variam de acordo com o fundo. Contudo, no geral, a taxa de administração custa 2% e a taxa de performance é de 20%. 

Wall street

A verba arrecadada com a taxa de administração é voltada para o pagamento dos profissionais que trabalham para que o fundo tenha um bom retorno, como o gestor e a administração.

Já a taxa de performance é uma espécie de remuneração extra, que serve como um estímulo para que o gestor consiga uma rentabilidade maior do que a esperada. 

Vantagens e desvantagens

A grande vantagem dos fundos multimercado, é o retorno financeiro. Além disso, eles podem ser uma boa opção para a diversificação da carteira de investimentos.

Por fim, temos ainda a vantagem de que o gestor é um profissional altamente qualificado para conseguir aproveitar ao máximo as oportunidades do mercado. 

The cap

Por outro lado, uma desvantagem é que este fundo é exclusivo para alguns tipos de investidores e exige uma aplicação inicial alta. Para finalizar, vale considerar que eles são considerados investimentos de alto risco, logo, não são indicados para todos os perfis de investidores

Riscos

Altos retornos sempre estão aliados a altos riscos. Portanto, como os fundos de hedge buscam superar os demais tipos de investimentos em relação à rentabilidade, ele é bastante arriscado.

Apesar de todos eles possuírem um grau de risco considerável, o nível de risco depende das estratégias de investimentos do fundo. 

Orbex

Alguns fatores que contribuem com os riscos dos fundos multimercado, são os tipos de operações realizadas e a alavancagem. No entanto, os fundos também podem adotar algumas estratégias que visam diluir um pouco os riscos, como por exemplo, a diversificação da carteira de investimentos. 

Como investir em fundos de hedge

Apesar de chamarem a atenção pelos altos retornos proporcionados, investir em fundos de hedge não é tão fácil quanto outros tipos de fundos de investimento.

Portanto, para aplicar nesta opção de investimento, o investidor precisa se enquadrar nos critérios estabelecidos pelo fundo. 

Fundos de hedge, o que são? Como funcionam, características e custos

Panorama crypto

Os critérios de participação dos fundos de hedge variam, sendo que normalmente eles são fechados somente para investidores exclusivos.

Estes investidores exclusivos podem ser, por exemplo, os investidores qualificados. Para ser considerado como qualificado, a pessoa deve possuir mais de R$ 1 milhão investidos. 

Os fundos de hedge podem ainda ser exclusivos para investidores convidados. Sendo assim, você só poderá entrar se receber um convite.

Por fim, vale considerar que alguns fundos não são registrados na Comissão de Valores Mobiliário (CVM), sendo considerados como fundos secretos ou não regulados. 

Se você não se enquadra nos critérios para investir em fundos multimercado, não se preocupe, existem diversos outros Tipos de fundos de investimento – Quais são e como funcionam

Fontes: Suno, The cap e Dicionário financeiro

Imagens: Fiis, Capital research, Bank of singapore, Wall street, Robo forex, Orbex, Panorama crypto e The cap

8 dicas do que fazer com a restituição do IR

Como comprar euro mais barato

As dívidas mais comuns entre os brasileiros e como evitá-las

Programa de fidelidade: o que é, como funciona e exemplos