Hurdle rate, o que é? Importância, como definir e cálculos

O hurdle rate é a taxa mínima de atratividade que um ativo precisa ter para que o investidor decida aplicar nele. Em outras palavras, o hurdle rate é a taxa mínima de retorno para que uma aplicação financeira compense. Portanto, o hurdle rate é usado no mercado financeiro como uma ferramenta para analisar se determinado investimento compensa.

24 de março de 2021 - por Jaíne Jehniffer


O hurdle rate é uma taxa mínima de retorno esperado por um investidor ou empreendedor ao aplicar em algum ativo ou projeto. Ou seja, o hurdle rate indica se um investimento vale a pena ou não.

Desse modo, para os investidores, o hurdle rate serve como uma ferramenta que auxilia na análise de um investimento e na escolha dos ativos que ofereçam melhor relação entre risco e retorno. 

Por outro lado, os empreendedores podem usar o hurdle rate como uma mecanismo para avaliar se investir em determinado projeto é vantajoso financeiramente para a empresa. 

O que é hurdle rate?

O hurdle rate é a taxa mínima de atratividade que um ativo precisa ter para que o investidor decida aplicar nele. Em outras palavras, o hurdle rate é a taxa mínima de retorno, usada no mercado financeiro para analisar se determinado investimento vale a pena.  

Vivo meu negocio

Sendo assim, através dele é possível verificar se o investimento possui uma boa relação entre risco e retorno. Em resumo, quando uma aplicação é mais arriscada, geralmente ela proporciona chances de rentabilidade maior e vice-versa. Neste contexto, o hurdle rate serve para verificar se a rentabilidade oferecida é equivalente ao risco ou não. 

Importância

O hurdle rate é muito importante na análise de investimentos, afinal de contas, por meio dele é possível definir qual a taxa mínima de remuneração esperada.

Com isso, o investidor pode direcionar sua atenção para os ativos que correspondam às suas expectativas. Além disso, o investidor pode utilizá-lo como critério de desempate entre as alternativas de investimentos. Em comparações, podemos ter três cenários:

  1. Rentabilidade maior do que hurdle rate: O potencial de retorno vale o risco;
  2. Retorno menor do que hurdle rate: O potencial de retorno não compensa o risco;
  3. Taxas equivalentes: Significa que o potencial de retorno é equivalente ao mínimo aceitável. É melhor evitar esse tipo de investimento, já que a relação entre risco e retorno é nula.
Hurdle rate, o que é? Importância, como definir e cálculos

Bom controle

Enfim, o hurdle rate é importante, pois ele é um indicador financeiro que proporciona maior fundamentação na tomada de decisão de investimento.

Apesar disso, ele não deve ser o único critério utilizado ao se analisar uma aplicação. Se, por exemplo, a intenção for investir em ações, você pode fazer uma análise fundamentalista e utilizar diversos indicadores.

Como definir o hurdle rate?

Para definir qual será a taxa mínima de retorno esperado pelo investidor, é preciso considerar diversos fatores, como por exemplo:

1- Custo de oportunidade: O custo de oportunidade é o custo que se tem ao escolher um investimento ao invés de outro. Sempre que escolhemos algo, estamos abrindo mão de outras oportunidades.

Dessa forma, ao escolher investir no ativo X, você teve o custo de perder a oportunidade de aplicar aquele dinheiro no ativo Y. Normalmente, considera-se a taxa básica de juros ou o CDI como referência para o custo de oportunidade. 

2- Inflação: A inflação deve ser considerada em todos os investimentos. A lógica é a seguinte: a inflação corrói o poder de compra. Ao investir estamos em busca de uma maneira de conseguir um bom rendimento.

Porém, se o retorno for abaixo da inflação, tivemos apenas um retorno nominal e não um ganho real. Ao contrário, quando o retorno fica acima da inflação, então houve de fato ganho real e manutenção do poder de compra. 

Vangardi

3- Liquidez: A liquidez é a facilidade com que o investidor consegue resgatar o dinheiro investido. Ela é importante pois, caso o ativo tenha baixa liquidez, o investidor pode ter dificuldades em resgatar o dinheiro.

Contudo, um ativo com baixa liquidez pode proporcionar uma rentabilidade mais interessante do que as aplicações com alta liquidez. Portanto, ao determinar o hurdle rate, lembre-se da relação entre retorno e liquidez.

4- Custo de capital: O custo de capital é o valor que o investidor ou empresário terá que despender para realizar a aplicação. 

5- Prêmio de risco: Por fim, o prêmio de risco é o rendimento resultante do investimento. Dessa maneira, os investimentos mais arriscados podem proporcionar prêmios maiores do que as aplicações mais seguras. 

Cálculos

Existem algumas maneiras de se calcular o hurdle rate. Entretanto, a mais comum é por meio da avaliação do custo de capital médio ponderado (WACC) e ajuste do prêmio de risco projetado. Sendo que o custo de capital médio representa o valor que a empresa deve retornar para o investidor a cada R$ 1,00 aplicado nela.

A fórmula de cálculo é: Custo de capital médio = ((Valor total de ações/Valor da companhia) * Taxa de retorno das ações) + [((Valor total da dívida/Valor da companhia) * juros da dívida) * (1 – alíquota tributária da empresa)].

Hurdle rate, o que é? Importância, como definir e cálculos

Clint

Já o prêmio de risco, que é a porcentagem de rendimento que o investidor espera receber, tendo como base o risco que a aplicação possui, é calculado por meio da seguinte fórmula: Prêmio de risco = Retorno do investimento – Retorno de um investimento livre de risco.

Não existe nenhum investimento que seja completamente livre de risco. Porém, neste caso, considera-se os ativos menos arriscados, como por exemplo, o tesouro direto

Enfim, o hurdle rate normalmente é expresso como a soma do custo de capital médio com o prêmio de risco projetado. Lembrando que, o hurdle rate jamais deve ser usado sozinho, pois seu cálculo contempla variáveis difíceis de prever com precisão.

Ou seja, trata-se de um cálculo matemático que se baseia em previsões e por isso, está sujeito a falhas. Alguns outros indicadores úteis são os Indicadores fundamentalistas – Pra que servem e lista dos 12 principais

Fontes: Mais retorno e Suno

Imagens: Bom controle, Clint, Vangardi, P10 coworking e Vivo meu negocio

8 dicas do que fazer com a restituição do IR

Como comprar euro mais barato

As dívidas mais comuns entre os brasileiros e como evitá-las

Programa de fidelidade: o que é, como funciona e exemplos