Robô de investimento, o que é? Vantagens, desvantagens e como investir

Os robôs de investimento, são sistemas que realizam a compra e venda de ativos de maneira automática para os clientes, de acordo com o perfil de investidor e objetivos financeiros informados.

22 de março de 2021 - por Jaíne Jehniffer


O robô de investimento é um sistema que realiza a compra e venda de ativos de maneira automática para os clientes, de acordo com o perfil de investidor e objetivos financeiros informados.

Uma das vantagens de usar esse sistema de investimento são os custos. Como trata-se de um algoritmo, as taxas cobradas aos clientes geralmente são mais baratas do que as taxas das corretoras de valores. 

No entanto, existem algumas críticas ao sistema. A principal delas se refere à eficácia dos robôs, já que se fosse um algoritmo tão bom e eficaz, ele não estaria sendo oferecido para os investidores de maneira geral.

O que é robô de investimento?

O robô de investimento, também conhecido como robô trader, é um sistema de investimento que realiza aplicações financeiras de maneira automática, de acordo com o perfil e os objetivos financeiros dos clientes.

Em outras palavras, o robô de investimento é um sistema que escolhe as melhores opções de ativos, de acordo com as informações do investidor.

Robô de investimento, o que é? Vantagens, desvantagens e como investir

Os melhores investimentos

O objetivo desse sistema de investimento usado por algumas empresas no mercado financeiro, é oferecer uma experiência semelhante à que uma corretora proporciona, ao realizar a análise do perfil e direcionar as melhores aplicações de acordo com os dados do cliente.

A principal diferença entre a análise de uma corretora e o robô de investimento, é que o robô utiliza um algoritmo e faz a compra e venda de ativos, realizando o rebalanceamento da carteira de investimentos. Por outro lado, a corretora faz o suitability e apenas indica os ativos. Neste caso, cabe aos investidores tomarem as decisões de compra e venda.

Como o robô de investimento funciona?

Um robô de investimento se parece com uma digitalização de um assessor de investimentos. Portanto, assim como os assessores, os robôs são responsáveis por analisar o perfil de risco e os objetivos dos clientes. A intenção é determinar quais são os ativos que mais se encaixam nesses dados.

Bp milhão

Sendo assim, quando uma pessoa acessa o site de uma empresa que possui um robô de investimento, o cliente precisa preencher um questionário, para que o sistema determine o seu grau de risco. O sistema também leva em consideração os objetivos do investidor, por isso, ele faz algumas perguntas pessoais.

Com todas as informações sobre o cliente, o robô é capaz de determinar o perfil, o horizonte de investimentos, a porcentagem destinada a renda fixa e variável e os ativos indicados. A reunião de todos esses dados resulta em uma carteira de investimentos diversificada.

Tipos de robôs de investimento

Existem dois tipos de robôs diferentes:

1- Robô advisor: É usado por investidores que aplicam em várias classes de ativos de maneira diversificada, mas não possuem muito tempo para administrar seus recursos. Desse modo, o robô advisor é voltado sobretudo para as pessoas que desejam poupar dinheiro em diferentes classes de ativos, de acordo com o seu perfil de risco.

Robô de investimento, o que é? Vantagens, desvantagens e como investir

Banco do Brasil

2- Robô trader: Como o próprio nome sugere, o robô trader realiza um trabalho parecido com as pessoas que fazem day trade. Dessa forma, eles normalmente procuram lucrar com as oscilações de preços do mercado e se baseiam na análise técnica. Essa opção de robô é usada principalmente pelos investidores que possuem bastante conhecimento sobre o mercado e aceitam correr grandes riscos.

Vantagens e desvantagens

A primeira vantagem de usar o robô de investimento, é que todo o processo ocorre de maneira totalmente digital, sem a necessidade de contato com outras pessoas.

Outra vantagem é que a oferta dos ativos está livre de influências. Em resumo, os assessores das corretoras recebem de acordo com os produtos que os clientes contratam. Sendo assim, existe um certo conflito de interesses ao indicar determinados ativos aos clientes.  

Temos ainda a vantagem dos custos reduzidos. Como o processo de investir é realizado de maneira totalmente digital, as taxas podem ser reduzidas para o investidor.

Geralmente, os valores da taxa de administração (que inclui taxa de custódia e corretagem) fica entre 0,30% e 0,95% do valor investido, porém esses valores podem variar.

Como os robôs são responsáveis por montar e diversificar a carteira de investimentos, os investidores ficam impossibilitados de realocar a carteira.

Isso pode ser uma vantagem, pois evita que mudanças sejam feitas quando o investidor está com medo das oscilações da bolsa. Mas pode ser também uma desvantagem, pois restringe a liberdade do investidor.

Exame

Além disso, existem algumas críticas sobre esse sistema. A principal crítica se fundamenta no fato de que se existisse qualquer robô capaz de tomar boas decisões de investimento de forma automática, ele não estaria sendo ofertado como investimento.

Ao invés disso, os principais bancos de investimento do mundo já teriam comprado e estariam gerando milhões diariamente de forma automática.

É claro que, alguns sistemas hoje já são capazes de identificar oportunidades, mas nada é 100% garantido. Afinal de contas, os robôs são programados por humanos e as carteiras recomendadas são previamente estipuladas de acordo com os principais perfis existentes.

Como investir através de robôs?

Para investir por meio de robôs, o primeiro passo é escolher uma das empresas que disponibilizam esses serviços. A abertura de conta é feita pela internet e o investidor precisa responder um questionário bem completo. Antes de escolher um robô, vale a pena comparar os serviços ofertados e as taxas cobradas. 

Após a abertura da conta, o cliente deve abrir a conta em uma corretora parceira do robô e transferir o dinheiro que será investido. Depois disso, o robô se torna responsável por acompanhar os movimentos do mercado e calcular qual a melhor maneira de alocar os recursos.

Se você quiser aprender a investir de maneira autônoma, veja o vídeo de Raul Sena:

Enfim, agora que você sabe como um robô de investimento funciona, não deixe de aprender Como investir? Passo a passo e alternativas por menos de 100 reais

Fontes: André Bona, Focalise e Capital research

Imagens: Os melhores investimentos, Isto é dinheiro, Banco do Brasil, Exame e Bp milhão

10 livros essenciais para entender sobre economia comportamental

10 dicas de como melhorar a sua relação com o dinheiro

Mitos e verdades sobre empreendedorismo que devemos conhecer

8 dicas do que fazer com a restituição do IR