Horizonte de investimentos, o que é? Tipos de prazos, riscos e liquidez

O termo horizonte de investimentos é usado para se referir ao tempo em que o investidor pretende manter uma aplicação financeira. Sendo que, a definição do horizonte de investimentos deve estar sempre de acordo com os objetivos do investimento.

18 de fevereiro de 2021 - por Jaíne Jehniffer


O horizonte de investimentos é o tempo que o investidor permanece com determinada aplicação financeira. Desse modo, um investimento pode ser de curto, médio ou longo prazo. 

Ao determinar o prazo do investimento, é importante considerar os objetivos com a aplicação. Afinal de contas, é preciso que o dinheiro esteja disponível para o resgate, dentro do prazo da realização dos seus planos. 

Por exemplo, se o intuito for comprar uma moto em 2 anos, não é recomendado investir em um ativo com vencimento de 5 anos. Além disso, é preciso considerar a liquidez, já que alguns investimentos não permitem o resgate antes do final do prazo. 

O que é horizonte de investimentos?

O termo horizonte de investimentos é usado para se referir ao tempo em que o investidor pretende manter uma aplicação financeira. Sendo que o estabelecimento do horizonte de investimentos deve estar sempre de acordo com os objetivos da aplicação.

Horizonte de investimentos, o que é? Tipos de prazos, riscos e liquidez

3A investimentos

Dessa maneira, se o investimento for feito com horizonte de curto prazo, em pouco tempo o dinheiro aplicado estará disponível para o resgate. Em contrapartida, se os objetivos foram de longo prazo, é interessante optar por investimentos mais longos, assim o dinheiro fica rendendo por mais tempo. 

Tipos de prazos

Os objetivos podem ser de curto, médio ou longo prazo. Cada um desses tipos de prazos se encaixam em tipos de ativos diferentes. 

1- Curto prazo: O horizonte de investimentos de curto prazo, se encaixam com aplicações com vencimento entre 6 meses e 2 anos. Algumas opções de ativos são: Letra de Crédito do Agronegócio (LCA), Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e Tesouro Selic

Horizonte de investimentos, o que é? Tipos de prazos, riscos e liquidez

Etecaf

2- Médio Prazo: É considerado como médio prazo, os investimentos entre 2 e 5 anos. Um exemplo de objetivo de médio prazo, é a compra de um automóvel. As alternativas de investimentos com esse prazo são: LCA, LCI, Letra de Câmbio (LC), Fundos de Investimentos e Recibo de Depósito Bancário (RBD).

3- Longo Prazo: Acima de 5 anos, um investimento já é considerado como longo prazo. Neste caso o objetivo pode ser, por exemplo, comprar um imóvel.

Além disso, o intuito do investidor pode ser construir um patrimônio com estratégias de longo prazo, como o Buy and Hold. Opções como bolsa de valores, fundos investimentos, títulos públicos e Certificado de Depósito Bancário (CDB) são boas alternativas para o longo prazo. 

Riscos

Os riscos das aplicações financeiras, podem variar de acordo com o prazo do investimento. Sendo assim, em investimentos de curto prazo, existe o risco do prejuízo. Pois, ao tentar ganhar dinheiro rapidamente, o investidor pode optar por assumir riscos que resultam em perdas.

Uma alternativa é aplicar em ativos menos arriscados, porém, como se trata de curto prazo, os retornos podem ser baixos.

O horizonte de investimentos de médio prazo pode ser bem complicado. Isso porque, se o investidor não encontrar ativos dentro do prazo de 2 a 5 anos, ele pode acabar tendo que escolher entre investimentos de curto ou longo prazo.

Nesse caso, ao escolher o de curto prazo, existe a possibilidade de baixa rentabilidade. Já no de longo prazo, pode ser que o dinheiro não esteja disponível no momento de realizar os planos. 

Mastermaq

O horizonte de investimentos de longo prazo pode ser uma desvantagem em situações em que o investidor precisa do dinheiro, mas está impossibilitado de fazer o resgate, já que é preciso esperar até o vencimento do título. Outro ponto negativo, é que se outras oportunidades de investimentos aparecerem, o investidor não consegue aproveitar.

É claro que não são todos os investimentos de longo prazo que “prendem” o dinheiro até o momento do resgate. Portanto, cabe ao investidor escolher a melhor opção segundo seus objetivos. 

Relação entre liquidez e horizonte de investimentos

A liquidez é a facilidade com que o investidor consegue fazer o resgate do dinheiro aplicado. Ativos com alta liquidez permitem o rápido resgate da aplicação. Já nos investimentos sem liquidez, o resgate só pode ser feito no vencimento. 

Horizonte de investimentos, o que é? Tipos de prazos, riscos e liquidez

Vibratto

À primeira vista, os ativos com alta liquidez parecem uma alternativa melhor. No entanto, eles podem ter um retorno menor do que os ativos sem liquidez.

Por isso, ao escolher um investimento, é importante que o investidor esteja atento não somente aos prazos, mas também à rentabilidade. 

Outro ponto a se considerar, é que alguns ativos podem ser facilmente resgatados, antes mesmo do prazo de vencimento. Porém, a rentabilidade deles pode ser prejudicada de acordo com o mercado. Por isso, é importante considerar a liquidez, o rendimento e o prazo do investimento.

Como escolher o melhor horizonte de investimentos?

O melhor horizonte de investimentos irá depender dos seus objetivos. Por isso, o primeiro passo é definir seus objetivos e em quanto tempo eles serão realizados. Depois disso, você deve analisar as opções de investimentos disponíveis e escolher aquela que melhor se encaixa com os seus planos. 

The cap

Ao analisar as alternativas de investimentos, lembre-se de considerar as três variáveis: prazo, liquidez e rentabilidade. Geralmente, quando uma das três variáveis é predominante, as demais são prejudicadas.

Por exemplo, um investimento pode ter uma boa rentabilidade, mas o prazo é longo e o resgate só pode ser feito no vencimento. 

Além de considerar todos os critérios anteriores, antes de investir é preciso que você conheça o seu Perfil de investidor, o que é? Tipos existentes e exemplo de investimentos.

Fontes:  Topinvest, Apprenda fixa e Mais retorno

Imagens: Btg pactual, 3A investimentos, Etecaf, Mastermaq, Vibratto e The cap

8 dicas do que fazer com a restituição do IR

Como comprar euro mais barato

As dívidas mais comuns entre os brasileiros e como evitá-las

Programa de fidelidade: o que é, como funciona e exemplos