Análise de ações – Diferenças entre fundamentalista, técnica e como fazer


Existem diversas maneiras de se realizar a análise de ações de uma empresa. Muitos investidores, quando entram no mundo das ações, desejam uma maneira fácil e rápida de realizar essa análise. Porém, uma boa análise, geralmente, não é feita em dois minutos. 

Apesar de existirem maneiras diferentes, e algumas formas particulares de analisar uma ação, de maneira geral podemos dividir a análise de ações em duas vertentes: a análise fundamentalista e a técnica

A análise fundamentalista é a mais aprofundada e demorada de ser feita. Dessa forma, é também a que possui uma margem de erro menor. Por outro lado, a análise técnica é bem mais rápida e arriscada, sendo a mais usada, principalmente por traders.

O que é análise de ações

A análise de ações, é um processo no qual o investidor se propõe a estudar uma empresa para descobrir se é vantajoso ou não investir em suas ações. Dessa forma, a análise de ações é fundamental para que um investimento consciente e com menos riscos seja feito. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Alpha investidor

Para fazer o estudo das ações, o investidor pode seguir alguns parâmetros estabelecidos pela análise fundamentalista ou pela análise técnica. Nesse sentido, a análise fundamentalista é mais usada por investidores de longo prazo, sendo a técnica mais utilizada por traders. 

Tipos de análises de ações

Podemos dividir a análise de ações em dois grandes grupos:

1- Análise fundamentalista

A análise fundamentalista, busca estudar a empresa a fundo. Ou seja, este tipo de análise de ações, é usada em uma estratégia de investimento a longo prazo. Para analisar a gestão da empresa, sua saúde financeira e o seu potencial, são considerados aspectos como:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Valuation: O valuation é a análise de quanto a empresa vale. Logo, o intuito é determinar o preço justo e o retornos dos investimentos em suas ações. 

Análise macroeconômica: No aspecto macroeconômico, são considerados os possíveis cenários futuros para os setores econômicos e como determinada empresa se encaixa neles. 

Análise de ações - Diferenças entre fundamentalista, técnica e como fazer

Clube do valor

Análise qualitativa: O objetivo da análise qualitativa é averiguar o desempenho da empresa e da sua gestão ao longo do tempo. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Quantitativa: Por fim, na análise quantitativa são verificados os demonstrativos financeiros da empresa, como rentabilidade e endividamento. Desse modo, o intuito é verificar a saúde financeira da empresa. 

Além desses aspectos, vários indicadores são considerados na análise fundamentalista. Eles são importantes para a análise de ações, entretanto, não devem ser considerados de maneira isolada. 

EBITDA

A sigla EBITDA, também chamada de LAJIDA, significa Lucro antes dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização. Em resumo, o EBITDA serve como um demonstrativo dos resultados operacionais das empresas. 

Análise de ações - Diferenças entre fundamentalista, técnica e como fazer

Id Brasil

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

P/L

O P/L significa o preço da ação dividido pelo lucro por ação. Ele serve para indicar em quantos anos o investidor terá o retorno da sua aplicação. Assim sendo, se o P/L de uma empresa estiver em, por exemplo, 4x, isso significa que irá demorar 4 anos de lucros da companhia, para que o preço daquela ação seja recuperado. 

P/VPA

Na análise de ações, o P/VPA é o preço da ação dividido pelo valor patrimonial da ação. Dessa maneira, esse indicador serve para estabelecer a relação entre o valor que os sócios investiram para construir a empresa, e o valor das ações. 

ROE

Em português, ROE significa Retorno sobre Patrimônio Líquido. Esse indicador é útil para demonstrar o retorno que os sócios estão tendo em comparativo com a aplicação que eles realizaram na empresa. 

Análise de ações - Diferenças entre fundamentalista, técnica e como fazer

Finanças inteligentes

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Dividend Yield (DY)

Por fim, outro indicador bastante usado é o Dividend Yield. Ele serve para avaliar a distribuição de proventos feitos pelas empresas. A equação para o seu cálculo é: Dividend Yield = Dividendo por ação / Preço da ação. Desse modo, quanto maior for o resultado do cálculo, maior é a distribuição de dividendos

2- Análise técnica

A análise técnica é também chamada de análise gráfica. O seu funcionamento se dá, basicamente, por meio da interpretação de gráficos de oscilações dos preços dos ativosA intenção principal é encontrar as tendências do mercado, considerando que elas podem ser:

Tendência altista: Ocorre quando a demanda cresce e os preços dos ativos sobem. 

Baixista: Quando mais pessoas querem vender, ao invés de comprar um ativo, a tendência é que o preço baixe. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Lateralizada: Por fim, essa última tendência acontece quando o mercado está em equilíbrio em relação à quantidade de vendedores e compradores. 

Investidor de sucesso

A análise técnica de ações se utiliza ainda de indicadores, como: 

Indicadores de momento: Servem para mostrar a rapidez com que os preços variam. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Volatilidade: Os indicadores de volatilidade servem para demonstrar o que é esperado do preço de determinado ativo. 

Volume: Para finalizar, o indicador de volume é usado para indicar quais são as oscilações dos preços relevantes. 

Análise fundamentalista versus análise técnica

Geralmente, os dois tipos de análises são vistas como opostas. No entanto, elas podem ser utilizadas como complementares. Sendo assim, a principal diferença, em relação às duas, se refere à profundidade. 

Enquanto a análise técnica pode ser feita em minutos, apenas interpretando gráficos, a análise fundamentalista demanda mais tempo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Justamente por isso, a análise fundamentalista costuma ser a mais indicada, afinal, como ela é aprofundada, os riscos são menores em comparação com a análise técnica. 

Análise de ações - Diferenças entre fundamentalista, técnica e como fazer

Exame

Outro fator determinante é o objetivo ao se realizar a análise de ações. Isso porque, a análise fundamentalista é usada pelos investidores que desejam construir um patrimônio a longo prazo. 

Por outro lado, a análise técnica é usada, principalmente, por day traders que desejam realizar ganhos altos e rápidos com as oscilações do mercado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Portanto, podemos concluir que ambas as análises são válidas para objetivos específicos. Logo, cabe ao investidor determinar qual a melhor para ele. 

Como fazer a análise de ações

Dentro dessas duas diretrizes básicas da análise de ações, o investidor experiente pode desenvolver seus próprios estudos de ações. Além disso, existem alguns métodos disponíveis que podem ser utilizados. 

Um exemplo de método é o Protocolo ALPHA-6, desenvolvido pelo GuiaInvest. Esse método consiste na aplicação de 6 passos:

1- Estabelecer quais são as empresas que tiveram um volume médio 21 dias acima de 100 mil;

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

2- Encontrar quais foram as empresas com lucros constantes nos últimos 5 anos;

3- Averiguar as companhias que apresentaram, nos últimos 5 anos, um crescimento acima de 5% ao ano.

Análise de ações - Diferenças entre fundamentalista, técnica e como fazer

Agência fante

4- Analisar as empresas com distribuição de dividendos nos últimos 5 anos. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

5- Determinar quais empresas possuem um ROE médio acima de 8% nos últimos 5 anos. 

6 – Por fim, para terminar essa análise de ações, resta filtrar as companhias com P/L abaixo de 15x. 

Lembrando que esse é apenas um método e existem muitos outros disponíveis. Portanto, cabe ao investidor decidir quais entre os métodos melhor atende as suas necessidades. 

Enfim, agora que você sabe como funciona a analise de ações, aproveite para entender mais sobre a técnica de Alocação de ativos, o que é? Definição, classes de ativos e como fazer

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Fontes: Guia invest e Suno

Imagens: Euroinvest, Investidor de sucesso, Alpha investidor, Clube do valor, Id Brasil, Finanças inteligentes, Exame e Agência fante


Conte-nos a sua opinião...