Fundo fechado: o que é, vantagens e desvantagens

Um fundo fechado é aquele onde o investidor não pode resgatar a cota antes do prazo de duração do fundo. Conheça as vantagens e desvantagens.

25 de agosto de 2021 - por Jaíne Jehniffer


Um fundo fechado é um tipo de fundo de investimento que possui capital fixo e duração definida. Sendo assim, este tipo de fundo não permite a entrada de novos investidores ou o resgate de cotas.

Entretanto, muitos fundos fechados estão listados na bolsa de valores. Caso o investidor deseje comprar ou vender cotas de um fundo fechado, basta negociar no mercado secundário.

Existem também os fundos de investimento abertos. Neste caso, é permitido o resgate de cotas, a entrada de novos investidores e o aumento da participação dos antigos cotistas do fundo.

O que é fundo fechado?

De maneira geral, os fundos de investimentos são uma reunião de investidores com o objetivo de investir em um setor ou ativo em específico. Já os fundos de investimento fechados são aqueles onde o investidor não pode resgatar as cotas antes do prazo de duração do fundo.

Além disso, esse fundo não permite a entrada de novos cotistas. Dessa maneira, depois do período de captação de recursos do fundo, isto é, do período onde é feita a emissão de cotas, não é permitido novos investimentos ou novos cotistas.

O fundo pode até emitir novas cotas, caso precise aumentar a quantidade de recursos. Contudo, isso não é algo que ocorre de maneira corriqueira. A decisão de emitir novas cotas precisa da aprovação dos participantes, e isso ocorre por meio da convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária.

Apesar do fundo fechado ser caracterizado por não permitir a entrada de novos cotistas, o resgate das cotas ou o aumento da participação, muitos fundos fechados estão listados na B3. Desse modo, é possível comprar cotas no mercado secundário de maneira similar à compra de ações.

Quais são as vantagens do fundo fechado?

Os fundos fechados têm a vantagem de contar com a administração de gestores profissionais. Além disso, eles são vantajosos para a diversificação da carteira de investimentos com pouco dinheiro, já que, por meio de poucas cotas, o investidor já consegue fazer uma boa diversificação.

Outra vantagem dos fundos de investimento fechados é que os cotistas podem fazer a venda das cotas na bolsa de valores. Alguns fundos possuem uma boa liquidez, logo, o investidor consegue vender os ativos facilmente.

Os fundos fechados têm ainda a vantagem de não precisarem manter grandes reservas de caixa. Por fim, existe a vantagem de que os fundos fechados não têm o come-cotas. Em síntese, o come-cotas é um imposto descontado duas vezes ao ano, dos rendimentos de alguns tipos de fundos.

Como não existe o come-cotas no fundo fechado, o investidor paga imposto apenas no resgate do capital. Os fundos fechados seguem a tabela regressiva, logo, quanto maiores forem os prazos de aplicação, menor é a alíquota de imposto. 

E as desvantagens?

Uma das desvantagens dos fundos fechados, é que você só consegue sair do fundo se vender as cotas no mercado secundário, já que esse fundo não permite a entrada ou saída de pessoas.

Além disso, é preciso levar em conta que os fundos fazem parte da renda variável, o que significa que não existem garantias de retorno e o preço das cotas podem variar. Portanto, antes de investir em fundos, é preciso analisar se ele se encaixa no seu perfil de investidor.

Qual é a diferença entre fundo aberto e fechado?

O fundo fechado é um tipo de fundo de investimento que não possibilita a entrada ou saída de investidores. Em contrapartida, o fundo aberto é aquele que possibilita o resgate das cotas a qualquer momento.

Além disso, no fundo aberto é permitida a entrada de novos investidores ou o aumento da participação dos antigos cotistas. Porém, o resgate ou aplicação deverão ocorrer nas instituições responsáveis pelas distribuições das cotas. 

Um detalhe importante é que o administrador pode fazer a suspensão, em qualquer momento, de novas aplicações, desde que a suspensão se aplique indistintamente aos investidores atuais e novos. O administrador pode ainda declarar o fechamento do fundo para resgates nos casos de falta de liquidez dos ativos do portfólio do fundo.

Portanto, a grande diferença entre os dois tipos de fundos é que no fechado não é permitido a entrada de novos investidores, o resgate de cotas ou o aumento de participação dos antigos cotistas.

A entrada de novos cotistas ocorre apenas no período de captação e, depois desse período, é possível aplicar novamente se houver uma nova rodada de investimentos, conhecida como subscrição de novas cotas.

no fundo aberto é possível fazer o resgate das cotas, podem entrar novos investidores e o aumento da participação dos antigos cotistas.

A semelhança entre os dois tipos de fundos é que eles não têm restrições em relação aos tipos de ativos que irão compor a carteira. Sendo assim, o fundo pode aplicar em ações ou renda fixa, por exemplo. Enfim, o quadro abaixo resume as diferenças entre os dois:

Fundo Aberto Fundo Fechado
Resgate das cotas Sim Não
Prazo de resgate De acordo com o regulamento do fundo Indefinido
Aplicação Qualquer momento Quando o administrador permitir
Come-Cotas Pode ter Não tem

Fontes: Fiis, 3A investimentos, Monefica, The cap e Mais retorno.

10 dicas de como melhorar a sua relação com o dinheiro

Mitos e verdades sobre empreendedorismo que devemos conhecer

8 dicas do que fazer com a restituição do IR

Como comprar euro mais barato