Saiba como e por que investir no exterior!


Investir no exterior é uma boa forma de diversificar a carteira e encontrar formas de aumentar a rentabilidade. Sendo assim, essa é uma forma vantajosa de diluir os riscos e potencializar os retornos do portfólio.

Dessa forma, você pode investir fora tanto com uma conta no exterior, quanto por meio da bolsa brasileira. A vantagem de abrir uma conta no exterior é que você tem acesso a ativos de várias partes do mundo.

Sendo que abrir uma conta em uma corretora no exterior não é difícil e existem corretoras focadas no público brasileiro.

Por outro lado, investir fora por meio da bolsa brasileira é uma forma fácil de diversificar a sua carteira. Enfim, as duas opções são válidas, a escolha vai depender dos seus objetivos.

Como investir no exterior?

Uma das melhores formas de investir no exterior é por meio de uma conta em uma corretora de valores nos EUA.

Isso porque, nas bolsas de valores dos EUA, você consegue investir não apenas em empresas norte-americanas, mas também em empresas de várias partes do mundo.

Por exemplo, na bolsa dos EUA você encontra ações de empresas da Europa, Oceania e Ásia. Além das grande variedade de ações, nos EUA você tem ainda vários tipos de ativos disponíveis.

Enfim, os ETFs (Exchange Traded Funds), por exemplo, são uma boa opção de investimento nos EUA.

Como investir no exterior no mercado brasileiro?

Além da opção de criar uma conta em uma corretora norte-americana, você tem ainda a alternativa de investir em ativos estrangeiros, por meio da bolsa brasileira. Enfim, isso é possível por meio dos:

1- ETFs

Os Exchange Traded Funds (ETFs) são os Fundos de Índices. Ou seja, é um tipo de fundo administrado de forma passiva por uma gestora, seguindo um índice de referência.

2- BDRs

Os BDRs são os Brazilian Depositary Receipt, isto é, Certificado de Depósito de Ações. Em resumo, um BDR representa ações estrangeiras e é negociado na bolsa brasileira.

3- Fundos de investimentos no exterior

Por fim, você pode ainda investir em fundos de investimentos no exterior. Esse tipo de fundo aplica em ativos fora do Brasil, sendo assim, é uma forma de investir no exterior através da bolsa brasileira.

O que considerar ao investir fora do Brasil?

Hoje em dia, investir fora é bem fácil. Mas você precisa levar em conta alguns fatores.

Primeiramente, você precisa estudar sobre investimentos e sobre o mercado internacional. Além disso, não deixe de analisar os custos envolvidos com as aplicações no exterior.

Considere ainda o valor que você está disposto a investir no exterior e a porcentagem da sua carteira que será destinada a esse tipo de ativo.

Por fim, não deixe de registrar todas as suas transações no exterior, pois depois você terá que informar isso na sua Declaração de Imposto de Renda.

Vantagens de investir no exterior

Em resumo, algumas vantagens de investir fora são:

1- Diversificação

A diversificação da carteira é, sem dúvidas, uma das maiores vantagens de investir no exterior.

Isso porque, com esse tipo de diversificação, você não fica dependente apenas do mercado brasileiro. Sendo assim, as variações no mercado nacional, não afetam tanto os ativos estrangeiros quanto os ativos brasileiros.

2- Redução de risco

Com a diversificação que investir no exterior proporciona, você ainda consegue reduzir os riscos da sua carteira.

Isso ocorre pois ao investir no exterior você tem uma diversificação geográfica. Desse modo, parte da sua carteira está protegida contra as oscilações do mercado interno.

3- Exposição a economia mundial

Investir fora tem ainda a vantagem de que você se expõe a ativos de várias partes do mundo. Isso é possível pois nos EUA estão disponíveis ativos de vários países e não apenas dos EUA.

Sendo que essa variedade de ativos contribui para uma diversificação mais completa da carteira.

4- Potencial de retorno

Por fim, existe ainda a vantagem do potencial de retorno, já que nos EUA você pode encontrar muitas oportunidades de aplicações com alto retorno.

Como enviar dinheiro para o exterior?

Enviar dinheiro para o exterior não é tão difícil quanto pode parecer. Na verdade é bem simples. As duas principais formas de enviar dinheiro para a corretora no exterior são:

1- Plataforma da corretora

Você pode enviar dinheiro para fora através da plataforma de envio de dinheiro do Brasil oferecida pela própria corretora.

Geralmente, o envio é feito por meio de um TED do valor em reais para uma conta no Brasil. Depois a corretora faz a conversão do dinheiro e credita o valor em dólar na conta do investidor.

2- Plataformas terceirizadas

Nessa opção, as empresas fazem toda a transação, recebendo o valor em reais, fazendo a conversão para dólares e enviando esse dinheiro em dólar diretamente para a conta da corretora.

Sendo que essa opção pode ter taxas mais baixas do que o envio de dinheiro pelas plataformas próprias das corretoras.

Tipos de investimentos disponíveis

Algumas opções de investimentos disponíveis no exterior são:

1- Stocks

Stock é o nome dado às ações de empresas negociadas nos EUA. Alguns exemplos de stocks de empresas norte-americanas disponíveis para negociação são:

  • Berkshire Hathaway;

  • Apple;

  • Walt Disney;

  • Amazon;

  • Microsoft.

2- ETFs (Exchange Traded Funds)

Como você já sabe, os ETFs são uma das principais opções de investimentos no exterior. Sendo que existem os mais diversos tipos de ETFs nas bolsas dos EUA.

3- Reits

Por fim, temos ainda a opção dos REITs – Real Estate Investment Trust. Em síntese, os REITs é um tipo de investimentos em empresas negociadas na bolsa que possuem atuação no setor imobiliário.

Ou seja, eles são parecidos com os Fundos de Investimentos Imobiliário (FIIs), do Brasil. Enfim, os REITs podem investir em várias áreas dentro do segmento imobiliário. Por exemplo:

  • Residências;

  • Hospitais;

  • Lajes corporativas;

  • Indústrias;

  • Cassinos;

  • Hotel.

Vale a pena investir no exterior?

Sim. Investir no exterior é vantajoso pois proporciona uma boa diversificação para a sua carteira de investimentos.

Em síntese, a diversificação é muito importante pois dilui os riscos e potencializa os retornos.

Dessa forma, ao investir fora você ainda tem acesso a ativos de várias partes do mundo. Além disso, investir fora pode ser uma forma de aumentar o retorno da sua carteira. 

LEIA MAIS

Vale a pena investir no exterior em 2022?

Como abrir uma conta no exterior

Quando começar a investir no exterior? Vantagens e como começar

Como investir com pouco? (R$ 5 por dia)

Investimentos no exterior – Por que investir e alternativas de aplicações

Como investir no Títulos do Tesouro americano?

Como declarar envios de dinheiro ao exterior no Imposto de Renda?

Fontes: Suno, E-investidor e, por fim, Infomoney.

Conte-nos a sua opinião...