6 passos para desenvolver a sua inteligência financeira


O ano de 2022 começou e você certamente fez um monte de metas. Mas você sabia que muitas metas pessoais e profissionais estão ligadas com a inteligência financeira?

Isso porque, ela está relacionada com saber como lidar com o seu dinheiro. Sendo que o dinheiro está ligado a diversos aspectos da sua vida.

Vamos supor que uma das suas metas é viajar este ano. Se você não souber como lidar com o seu dinheiro, talvez você não realize essa meta.

O que é inteligência financeira?

A inteligência financeira é a capacidade de tomar decisões em relação ao dinheiro. Ou seja, é saber como gerir o seu dinheiro. Isso envolve gastar com sabedoria, ter uma reserva e saber investir bem.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Para isso, é preciso poupar e ter objetivos de curto, médio e longo prazo. A inteligência financeira é muito importante, pois te ajuda a atingir os seus objetivos.

Por exemplo, vamos supor que você queira comprar uma casa daqui a 5 anos. Se você não poupar e investir com foco nesse objetivo, talvez você não consiga realizá-lo.

Afinal de contas, você pode acabar gastando o dinheiro com outras coisas. Além disso, a inteligência financeira é importante, pois ela te ajuda a evitar compras por impulso.

Ao estabelecer objetivos de curto, médio e longo prazo e se planejar para eles, você cria uma disciplina maior com os gastos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Inteligência financeira em 6 passos

Por fim, ela é importante, pois ela te ajuda a tomar decisões. Isso porque, você irá se planejar para realizar seus objetivos. Sendo assim, você já sabe quais passos seguir para realizar seus objetivos. 

Vale destacar que inteligência financeira é diferente de educação financeira. Os dois nomes são parecidos. Mas, na verdade, eles são complementares.

Para que a diferença fique clara para você, confira os 3 principais pontos da inteligência financeira:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
  • Organização dos gastos;
  • Gastar menos do que ganha;
  • Poupar;
  • Investir.

Já a educação financeira é marcada por:

  • Organização orçamentária;
  • Acabar com as dívidas;
  • Investir.

Vantagens que a inteligência financeira traz

A inteligência financeira é importante para realizar objetivos, evitar gastos por impulso e a tomar decisões. Mas essas não são as únicas coisas boas que ela pode fazer por você. Algumas outras vantagens são:

Inteligência financeira em 6 passos

  • Ajuda no hábito de poupar: Gastar menos do que ganha e poupar uma parte é essencial para que você consiga realizar seus objetivos.
  • Prioridades: Te ajuda a ter foco nas suas prioridades. Com isso, as chances de você conseguir realizar seus objetivos são maiores.
  • Investir melhor: Você estuda sobre investimentos e passa a investir melhor.
  • Planos: Te ajuda a decidir quais são os objetivos que você quer realizar e a se planejar para isso.
  • Diminui o estresse: Não ter controle das suas finanças é estressante, certo? Com a inteligência financeira esse estresse diminui, já que você está no controle de tudo.

E aí, ficou surpreso com as vantagens? Então confira abaixo como desenvolver a sua inteligência financeira.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Como ter inteligência financeira?

Para desenvolver a sua inteligência financeira, siga os passos abaixo:

1- Realidade

O primeiro passo é conhecer a sua realidade financeira. Isso é importante, pois sem saber como está a sua realidade, como você irá mudá-la?

Sendo assim, você deve verificar quais são as suas fontes de renda e qual é a sua receita mensal. Além disso, você precisa analisar quais são os seus gastos fixos e variáveis.

Inteligência financeira em 6 passos

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A dica é anotar todos esses dados em uma folha ou em uma planilha. Dessa forma, você consegue analisar a sua realidade com maior clareza. Isso permite que você organize a sua vida financeira.

Algumas dicas para que você tenha uma organização financeira inteligente são:

  • Escolha inteligente;
  • Atitude;
  • Estratégia;
  • Planos sólidos.

Fazer escolhas inteligentes é essencial no dia a dia. Por exemplo, você pode se perguntar se deve fazer um consórcio de um carro ou montar a sua reserva de emergência.

Os consórcios não valem a pena. Desse modo, você deve escolher montar a sua reserva. Já a atitude é necessária para que você coloque os seus planos em prática.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A estratégia está relacionada com as ações que serão tomadas. Por fim, os planos sólidos são precisos para que você alcance os seus objetivos.

2- Objetivos

Você sabia que sonho e objetivo são coisas diferentes? Um sonho é algo no campo das ideias. Já um objetivo é algo que você planeja um caminho para ser realizado.

Isso significa que um sonho é difícil de ser realizado, a não ser que você o transforme em objetivo. Ao transformar um sonho em objetivo, estabeleça metas.

Em resumo, as metas são como passos que ao serem cumpridos te colocam mais perto da realização do seu objetivo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Desse modo, quando todas as metas forem cumpridas, você terá alcançado o seu objetivo. Um detalhe importante é que as metas devem ser claras e mensuráveis.

3- Estude

Estudar sobre investimentos é essencial. Isso porque, existem muitas opções de investimento no mercado. Dessa forma, sem conhecer sobre investimentos, como você irá saber qual o melhor ativo para você?

Uma dica para estudar sobre investimentos, são os livros. Algumas opções são:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
  • Os segredos da mente milionária;
  • Quem pensa enriquece;
  • Ações comuns, lucros extraordinários;
  • Pai rico, pai pobre.

4- Perfil de investidor

Existem muitos ativos no mercado com características diversas. Cada um desses ativos é indicado para um perfil de investidor diferente.

Por isso, é essencial que você conheça o seu perfil. Sendo que respeitar o seu perfil aumenta as suas chances de obter bons resultados ao investir. Sendo assim, para ter inteligência financeira, invista de acordo com o seu perfil.

5- Reserva de emergência

Crie a sua reserva de emergência antes de começar a investir. Essa reserva deve ser usada apenas em imprevistos.

Você deve ter essa reserva antes de investir, pois, se imprevistos surgirem, você não vai precisar resgatar os seus investimentos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Inteligência financeira em 6 passos

6- Invista

Escolha os ativos de acordo com os seus objetivos e perfil. Não deixe de levar em conta aspectos como: liquidez, vencimento e retorno. Uma dica: invista primeiro. Não deixe para investir no final do mês o dinheiro que sobrar.

Ao invés disso, defina um valor que será investido todo mês e invista primeiro. Isso garante que você irá investir todos os meses. Enfim, algumas opções de ativos são:

Dicas

Além dos passos acima, algumas dicas podem te ajudar a desenvolver a sua inteligência financeira:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

1- Mude seus hábitos: Se você quer resultados diferentes no futuro, você deve mudar os seus hábitos no presente. Deixe de lado hábitos ruins e desenvolva hábitos milionários.

2- Gastos: Controle os seus gastos. Isso é essencial para que você possa investir mais e realizar os seus objetivos mais rápido.

3- Proteja seu dinheiro: Para proteger o seu dinheiro você precisa registrar seus rendimentos, procurar descontos e criar uma reserva de emergência. Além disso, não deixe de alinhar os seus gastos com os seus objetivos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

4- Ganhe mais: Ao ganhar mais, você pode investir mais e realizar seus objetivos mais rápido. Para ganhar mais, você pode pedir um aumento, mudar de emprego ou ter uma renda extra, por exemplo.

Enfim, agora que você sabe como ter inteligência financeira, confira ainda; Investidor de valor: 3 passos para se tornar um value investor.


Conte-nos a sua opinião...