Risco de mercado, o que é? Avaliação, medição, tipos e outros riscos


O risco de mercado é a possibilidade de resultado negativo de uma empresa, causado pelas mudanças nos preços e parâmetros do mercado. Desse modo, os preços e parâmetros principais são os preços das ações, taxas de câmbio, taxas de juros, volatilidades e correlações. 

Para medir um risco, é utilizado a metodologia Value at Risk. Em seus cálculos, utiliza-se a rentabilidade esperada e o resultado serve como um indicador do potencial de perda de uma carteira de investimentos.

Para proteger a carteira de investimentos do risco de mercado, é essencial diversificar entre diferentes tipos de ativos de renda fixa e renda variável.

O que é risco de mercado?

O risco de mercado é a possibilidade de uma empresa ter resultado negativo. Esse risco pode ser resultado de mudanças de preços e parâmetros do mercado em que a companhia está inserida. Dessa forma, os principais preços e parâmetros são: taxas de câmbio, taxas de juros, oscilações dos preços das ações, volatilidades e correlações. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Risco de mercado, o que é? Avaliação, medição, tipos e outros riscos

Idebrasil

Portanto, as variações que os investimentos passam ao longo do tempo, caracterizam o risco de mercado. Dessa forma, essas variações contribuem com as modificações das condições do mercado, o que resulta nas oscilações dos preços dos títulos. Enfim, alguns dos principais fatores que contribuem com as variações do mercado são:

  • Ataques terroristas;
  • Desastres naturais;
  • Recessões;
  • Turbulências políticas;
  • Mudanças nas taxas de câmbio;
  • Mudanças nas taxas de juros. 

Avaliação e medição

A avaliação de risco é uma técnica usada no gerenciamento de risco, cujo objetivo é avaliar a probabilidade e os impactos dos riscos. Ou seja, a intenção é avaliar o que o risco realmente representa para os envolvidos ou afetados, isto é, para os empreendedores e investidores. 

Para calcular o risco de mercado, é preciso identificar qual o risco e qual a probabilidade que ele ocorra. Posteriormente, é necessário estabelecer o nível de risco e qual decisão deve ser tomada. Um detalhe importante é que, normalmente, os riscos não são eliminados. Na verdade, eles são apenas identificados e controlados. Algumas perguntas que podem ajudar na avaliação dos riscos são: 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
  • O que pode acontecer?
  • O nível de risco é tolerável?
  • O risco pode ser completamente eliminado? Se não, como ele pode ser controlado para que produza o menor dano possível?
Risco de mercado, o que é? Avaliação, medição, tipos e outros riscos

Trovo academy

Para medir o risco de mercado é usado o Value at Risk ou VaR Paramétrico, que ajuda a medir o percentual de perda de uma carteira de investimentos sujeita aos riscos do mercado. Sendo assim, esses riscos são riscos de oscilações dos preços das ações, variações nas taxas de juros, valores das commodities e mudanças da taxa de câmbio

Em síntese, o cálculo do VaR Paramétrico usa dados de rentabilidade esperados para o negócio e o seu risco histórico, que pode ser medido pelo desvio padrão. Dessa maneira, a fórmula é: VaR = | R – z? | V. Sendo que R é o retorno esperado, Z é o valor correspondente para o nível de significância, ? é o desvio padrão de rentabilidade e por fim, V é o valor do investimento. 

Tipos

O risco de mercado é dividido em quatro tipos e cada uma das categorias é subdividida de acordo com suas características. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

1- Risco financeiro: O risco financeiro é subdividido em diversas categorias de risco:

  • Crédito: O crédito é a capacidade de determinada empresa em honrar suas dívidas ou pode ser ainda o acesso dessas empresas ao capital;
  • Cambial: É causado pelas oscilações da taxa de câmbio;
  • Custos: Este risco de mercado está associado ao aumento dos custos de matéria-prima, fornecedores e mão de obra;
  • Capital: É o excesso dos custos de capital;
  • Liquidez: Ocorre quando o investidor pode não conseguir resgatar facilmente uma aplicação;
  • Inflação: A inflação reduz o valor do dinheiro o que impacta negativamente no valor dos investimentos;
  • Taxa de juros: Esse risco está relacionado a perda do potencial causada pelas mudanças nas taxas de juros;
  • Receita: É o risco de que os rendimentos sejam inferiores às despesas;
  • Patrimonial: O patrimonial é o risco de que ocorra perda de potencial devido às oscilações nos preços das ações.
Risco de mercado, o que é? Avaliação, medição, tipos e outros riscos

Agendor

2- Risco de desempenho: O risco de desempenho pode ser dividido em quatro subcategorias:

  • Legal: Esse é o risco de responsabilidade legal;
  • Conformidade: É o risco de ameaça de conformidade com os regulamentos e normas;
  • Qualidade: É o risco dos impactos negativos nos resultados;
  • Segurança: Ocorre quando a segurança do público e dos colaboradores podem ser impactados de maneira negativa.

3- Risco estratégico: Por fim, temos o risco estratégico, que possui 2 subdivisões:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
  • Mercado: Esse é o risco de que a empresa seja superada pelos concorrentes ou que a demanda seja inferior à oferta;
  • Reputação: É o risco de que a reputação da empresa seja comprometida. 

Notícias ao minuto,

Outros riscos nos investimentos

Além do risco de mercado, os investimentos também estão sujeitos a outros tipos de riscos:

1- Risco de liquidez: O risco de liquidez é a impossibilidade de resgatar determinado investimento ou quando o resgate ocasiona prejuízos. Por exemplo, os títulos do tesouro direto possuem liquidez diária. No entanto, alguns tipos podem gerar prejuízos ao investidor, caso sejam resgatados antes do prazo de vencimento. 

2- Risco de crédito: O risco de crédito está associado à possibilidade do investidor receber um calote. Por exemplo, ao adquirir um CDB, o investidor está basicamente emprestando dinheiro para o banco. Portanto, o investidor possui risco de crédito, pois o banco pode deixar de devolver o dinheiro. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Idebrasil

3- Risco operacional: Por fim, o risco operacional é o risco de que ocorra algum engano no processo de investir. Por exemplo, o investidor pode enviar uma ordem de compra e a corretora executar a ordem errada.

O risco de mercado e os investimentos

O risco de mercado pode afetar os diferentes tipos de investimentos, de formas diversas. A renda fixa, por exemplo, geralmente é menos impactada com esse tipo de risco. Em contrapartida, o mercado de ações e os fundos de investimentos são mais afetados pelo risco de mercado. 

Independente do tipo de aplicação, uma boa maneira de proteger a carteira do risco de mercado, é diversificando entre diferentes ativos de renda fixa e variável. Sendo assim, para aprender a diversificar corretamente, veja o vídeo de Raul Sena:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Enfim, agora que você sabe como funciona o risco de mercado, aprenda sobre o Ciclo econômico, o que é? Como funciona e relação com os investimentos.

Fontes: Bcg Brasil, Trademap, Finance one e Capital research

Imagens: Modalmais, Idebrasil, Agendor, Notícias ao minutoRico e Trovo academy

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE


Conte-nos a sua opinião...