Quais são as empresas do Ibovespa?


Antes de tudo, para investir, é preciso saber a composição das empresas do Ibovespa. Porém, para que você saiba da importância do Ibovespa, também é necessário saber a sua função.

Assim, este índice mostra o desempenho das ações mais negociadas na B3. Além disso, ele reflete o comportamento dos investidores, agindo como um termômetro.

No entanto, é importante saber que, desde 1968, o Ibovespa atua como um grande indicador.

Para que serve um índice de investimento?

Empresas do Ibovespa, quais são: Como analisar, fatores e relação

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Basicamente, a principal função do índice Ibovespa é apresentar as oscilações do mercado de maneira geral. Neste sentido, o investidor possui mais uma ferramenta decisória. Ou seja, ele pode tomar decisões em torno dos ativos financeiros e seus valores.

Portanto, diante das empresas do índice Ibovespa, o investidor terá mais eficácia. Assim, pode compor sua carteira de maneira assertiva.

Neste sentido, ele pode analisar as diferenças de cada empresa. A propósito, é importante lembrar que existem muitos fatores que determinam quais ações são melhores que outras.

Como analisar as empresas do Ibovespa?

Empresas do Ibovespa, quais são: Como analisar, fatores e relação

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A princípio, se você quer investir em renda varável é muito importante saber sobre o Ibovespa. Ou seja, a análise do índice é fundamental. Portanto, o acompanhamento das empresas é o primeiro passo.

Além disso, a partir daí você pode negociar melhor seus ativos financeiros. Entretanto, também é preciso compreender o funcionamento do índice. Assim, são 65 ações de 61 empresas.

Sendo assim, todos estes ativos representam as empresas de maior volume de negociação. A propósito, vale lembrar que as ações têm pesos diferentes no índice. Assim, influenciam diferentemente no cálculo do Ibovespa.

Além disso, o grupo de empresas que compõem o índice é atualizado a cada 4 meses. Por outro lado, as atualizações das cotações são feitas a cada 30 segundos. Dessa forma, isso acontece diariamente nos horários dos pregões.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Fatores que influenciam a inclusão das empresas no Ibovespa

Empresas do Ibovespa, quais são: Como analisar, fatores e relação

Basicamente, muitas empresas integram o Ibovespa. Porém, as empresas do Ibovespa passam por uma seleção para pertencer ao índice. Portanto, podemos listar alguns critérios que são importantes.

No entanto, o fato de ser negociada e listada na bolsa é a primeira condição. Além disso, o índice de negociabilidade (IN) também pesa.

Dessa forma, a empresa precisa também ter pelo menos 0,1% do mercado. Por outro lado, é necessário ter boa valorização nos últimos 3 anos. Ou seja, não ter ações menores que 1 real.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A propósito, com relação às empresas que fizeram IPO nos últimos 3 anos, são necessárias algumas condições. Geralmente, essas empresas, para serem elegíveis, precisam ter feito o IPO antes da atualização da carteira Ibovespa.

Empresas do Ibovespa

Empresas do Ibovespa, quais são: Como analisar, fatores e relação

Vamos agora ter uma relação das empresas do Ibovespa com seus tikers e participações. Por exemplo:

Gostou do texto? Se gostou, leia também: IBOVESPA, entenda de uma vez por todas

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE


Conte-nos a sua opinião...